Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/13888
Title: Memória e tradição : um estudo toponímico dos nomes de bairros mais antigos de Ouro Preto - MG.
Other Titles: Memory and tradition : a toponymic study of the old neighborhoods of Ouro Preto – MG.
Authors: Fernandes, Fernanda Kelly Mineiro
metadata.dc.contributor.advisor: Mendes, Soélis Teixeira do Prado
Keywords: Memória cultural
Toponímia
Lexicografia
Ouro Preto - MG
Issue Date: 2021
metadata.dc.contributor.referee: Mendes, Soélis Teixeira do Prado
Antunes, Álvaro de Araújo
Carvalho, Ana Paula Mendes Alves de
Citation: FERNANDES, Fernanda Kelly Mineiro. Memória e tradição: um estudo toponímico dos nomes de bairros mais antigos de Ouro Preto - MG. 2021. 205 f. Dissertação (Mestrado em Letras) - Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2021.
Abstract: Ao nomear as coisas à sua volta, o homem representa um mundo não só físico, mas também mental, emocional e intelectual, em que ele identifica pessoas e se identifica com pessoas, com grupos sociais e consigo mesmo. A linguagem é uma forma de se relacionar com o mundo, portanto, um instrumento fundamental no processo de constituição do sujeito e construção da sociedade. O homem usa o léxico para expressar ideias e sentimentos. Desse modo, a representação de um lugar por meio da linguagem constitui-se como uma importante prática social que implica sobre as construções identitárias. Assim, pessoas agem sobre o mundo e sobre outras pessoas. Partindo desse princípio, este trabalho teve como objetivo maior contribuir com a memória cultural da cidade de Ouro Preto – MG por meio do estudo toponímico dos nomes dos bairros ouro-pretanos mais antigos. Tomamos como princípios teóricos-metodológicos, as orientações da Toponímia e de disciplinas afins com ênfase nas categorias taxonômicas, que representam as principais motivações toponímicas brasileiras, sugeridas por Dick (1990), além do método dialetológico utilizado por Dauzat (1926). Ao discorrermos sobre o léxico e o ato de nomear um lugar, tomamos como base teórica, principalmente, Biderman (2001), Isquerdo (2001) e Seabra (2004; 2006). Ao considerarmos a sociedade e sua cultura nos estudos de sua linguagem, nos fundamentamos, principalmente, em Duranti (2000). No que concerne à memória cultural, fundamentamo-nos, sobretudo nos estudos de Assmann (2011). A Toponímia é concebida, no âmbito desta pesquisa, como um ramo da Onomástica que investiga os nomes próprios de lugares. Logo, um ramo dos estudos linguísticos mais especificamente dos estudos do léxico da língua. Ao considerar a interface entre língua, léxico, história, cultura e geografia, a Toponímia configura-se como uma disciplina com forte caráter interdisciplinar, dialogando com a cartografia, a história e a antropologia, entre outras áreas. O recorte toponímico investigado compreendeu 10 nomes de bairros ouro-pretanos na sincronia atual, os quais compõem o corpus da pesquisa e serão apresentados em fichas lexicográfico-toponímicas, de acordo com o modelo de Dick (1990). Com a presente pesquisa, buscou-se fomentar uma reflexão referente à motivação toponímica e a importância desses estudos para a sociedade, na medida em que o ato denominativo fornece pistas sobre aspectos históricos, sociais e culturais de uma comunidade. Portanto, propusemonos a realizar este estudo, a fim de resgatar parte da memória de Ouro Preto e contribuir para os estudos lexicais por meio do exame da toponímia urbana da cidade em destaque, mais especificamente, dos bairros antigos desse município mineiro, a saber: Alto da Cruz, Antônio Dias, Cabeças, Morro da Queimada, Morro São João, Morro Santana, Padre Faria, N. S. do Pilar, N. S. do Rosário e Taquaral, importante na constituição da história do país.
metadata.dc.description.abstracten: By naming the things around him, man represents a world not only physical, but also mental, emotional and intellectual, in which he identifies people and identifies himself with people, with social groups and with himself. Language is a way of relating to the world, therefore, a fundamental instrument in the process of constitution of the subject and construction of society. Man uses the lexicon to express ideas and feelings. In this way, the representation of a place through language constitutes as an important social practice that implies about the identity constructions. Thus, people act on the world and on other people. Based on this principle, this work aims to contribute with the cultural memory of the city of Ouro Preto (MG) through the toponymic study of the names of the oldest Ouro Preto neighborhoods. We take as theoreticalmethodological principles, the guidelines of Toponymy and related disciplines with emphasis on taxonomic categories, which represent the main Brazilian toponymic motivations, suggested by Dick (1990), in addition to the dialectological method used by Dauzat (1926). When discussing about the lexicon and the act of naming a place, we take as theoretical basis, mainly, Biderman (2001), Isquerdo (2001) and Seabra (2004; 2006). When considering society and its culture in the studies of its language, we base ourselves mainly on Duranti (2000). With regard to cultural memory, we support, above all, the studies by Assmann (2018). Toponymy is conceived, within the scope of this research, as a branch of Onomastics that investigates the proper names of places. Hence, a branch of linguistic studies, more specifically of the language lexicon studies. When considering the interface among language, lexicon, history, culture and geography, Toponymy turns out to be a discipline with a strong interdisciplinary character, dialoguing with cartography, history and anthropology, among other areas. The toponymic clipping investigated included 10 names of Ouro Preto neighborhoods in the current synchrony, which make up the corpus of the research and will be presented in lexicographical files, according to Dick's model (1990, 2004). With the present research, we seek to foster a reflection on toponymic motivation and its importance to society; in the means that denominational act provides clues about historical, social and cultural aspects of a community. Therefore, we proposed to carry out this study in order to rescue part of the memory of Ouro Preto and contribute to lexical studies by examining the urban toponymy of the highlighted city, more specifically, the old neighborhoods of this municipality in Minas Gerais: Alto da Cruz, Antônio Dias, Cabeças, Morro da Queimada, Morro São João, Morro Santana, Padre Faria, N. S, do Pilar, N. S. do Rosário e Taquaral, which is important in the constitution of the country's history.
Description: Programa de Pós-Graduação em Letras. Departamento de Letras, Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/13888
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 24/10/2021 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.
Appears in Collections:POSLETRAS - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_MemóriaTradiçãoEstudo.pdf6,09 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons