Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/12934
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorRangel, Marcelo de Mellopt_BR
dc.contributor.authorFerreira, Clayton José-
dc.date.accessioned2020-11-18T17:27:32Z-
dc.date.available2020-11-18T17:27:32Z-
dc.date.issued2020pt_BR
dc.identifier.citationFERREIRA, Clayton José. Presença e sentido nos ensaios de Paulo Prado e Manuel Querino e seus diálogos em periódicos. 232 f. 2020. Tese (Doutorado em História) - Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2020.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/12934-
dc.descriptionPrograma de Pós-Graduação em História. Departamento de História, Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto.pt_BR
dc.description.abstractPretendemos investigar algumas possibilidades da escrita da história e das ideias e narrativas de certa parcela da intelectualidade do início do século XX. Isto será realizado a partir dos ensaios Retrato do Brasil: ensaio sobre a tristeza brasileira (1928), de Paulo Prado (1869-1943) e a Bahia de Outrora: vultos e fatos populares (1916) de Manuel Querino (1851-1923) e suas respectivas tematizações em periódicos das décadas de 1910 à 1930. Nossas hipóteses são as de que: a) apesar da distância entre espaço de experiências e horizonte de expectativas, não há perda intensa do referencial, ou seja, existiram relações entre certas experiências passadas consideradas de suma importância para diversos grupos do início do século XX brasileiro. No interior disto, há uma busca por reflexão a respeito das possibilidades de ação no presente através da reflexão acerca do passado brasileiro, ou seja, uma busca pela potencialização do presente tematizando outras possibilidades do passado além daquelas já cristalizadas; b) este uso pragmático do passado se organiza a partir do que chamamos de sentido e de presença, ambos através de uma mobilidade ético-política; c) podemos refletir acerca de parte desta historicidade por meio dos ensaios e dos periódicos nesta temporalidade; d) o ensaio é um gênero textual adequado para a incorporação das perspectivas da presença, do sentido e do ético-político nos trabalhos dos autores com os quais trabalhamos.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsabertopt_BR
dc.subjectPaulo Pradopt_BR
dc.subjectManuel Querinopt_BR
dc.subjectHistoriografiapt_BR
dc.subjectEnsaiospt_BR
dc.titlePresença e sentido nos ensaios de Paulo Prado e Manuel Querino e seus diálogos em periódicos.pt_BR
dc.typeTesept_BR
dc.rights.licenseAutorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 27/10/2020 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.pt_BR
dc.contributor.refereeFreixo, André de Lemospt_BR
dc.contributor.refereeMarcelino, Douglas Áttilapt_BR
dc.contributor.refereeGaio, Géssica Góes Guimarãespt_BR
dc.contributor.refereeGaio, Henrique Pinheiro Costapt_BR
dc.contributor.refereeRibeiro, Rodrigo Petrôniopt_BR
dc.description.abstractenWe intend to investigate some possibilities of the writing of history, the ideas and narratives of a certain portion of Brazilian intellectuals in the beginning of the 20th century. This will be done from the essays Retrato do Brasil: ensaio sobre a tristeza brasileira (1928) by Paulo Prado (1869-1943) and Bahia de Outrora: vultos e fatos populares (1916) by Manuel Querino (1851-1923) and their respective approaches in periodicals between 1910s and 1930s. Our hypotheses are that: a) despite the distance between space of experiences and horizon of expectations, there is no intense loss of reference, that is, there were relations between certain past experiences considered extremely important for several groups of the early twentieth century in Brazil. Within this, there is a search for reflection on the possibilities of action in the present through reflection on the Brazilian past, that is, a search for the potentiation of the present, focusing on other possibilities of the past besides those already crystallized; b) these pragmatics are organized from logical-formal (meaning) and aesthetic-affective (presence) languages, both ethical-political; c) we can reflect on part of this historicity from the themes of these essays covered in periodicals in this period; d) The essay is a textual genre suitable for handling the perspectives related do the notion of presence and meaning, especially considering ethical-political approaches.pt_BR
Appears in Collections:PPGHis - Doutorado (Teses)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TESE_PresençaSentidoEnsaios.pdf1,75 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons