Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/9991
Título: A resposta inflamatória pulmonar e o estresse oxidativo induzidos pela ventilação mecânica são dependentes da pressão positiva ao final de expiração.
Autor(es): Andrade, Mônica Campos
Orientador(es): Bezerra, Frank Silva
Menezes, Rodrigo Cunha Alvim de
Palavras-chave: Positive end-expiratory pressure
Pulmões - inflamação
Respiradores - medicina
Data do documento: 2016
Membros da banca: Bezerra, Frank Silva
Chianca Júnior, Deoclécio Alves
Nagato, Akinori Cardozo
Referência: ANDRADE, Mônica Campos. A resposta inflamatória pulmonar e o estresse oxidativo induzidos pela ventilação mecânica são dependentes da pressão positiva ao final de expiração. 2016. 63 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2016.
Resumo: A Ventilação Mecânica (VM) é uma importante ferramenta no tratamento do doente crítico, pois substitui total ou parcialmente a ventilação espontânea. A VM pode induzir ou agravar a lesão pulmonar através da produção local de citocinas, do infiltrado inflamatório de neutrófilos e das alterações na permeabilidade da barreira alvéolocapilar. O uso da pressão positiva ao final da expiração (PEEP), auxilia na melhora das trocas gasosas por evitar o colapso alveolar ao final da expiração. O estudo analisou os efeitos oxidativos e a resposta inflamatória da ventilação mecânica com e sem uso da PEEP em ratos adultos. Dezoito ratos Wistar foram randomizados em três grupos de 6 animais: grupo controle (GC), submetido à ventilação espontânea; grupo PEEP (GP), submetido à VM, modo controlado a volume com PEEP; grupo ZEEP (GZ), submetido à VM, modo controlado a volume sem PEEP. Os animais foram sedados, submetidos à traqueostomia e conectados ao ventilador mecânico por um período de 60 minutos. Ao final do experimento, os animais foram eutanasiados e foram coletados o sangue, lavado broncoalveolar (LBA) e os pulmões para as análises bioquímicas e morfométricas. Houve um aumento do número de neutrófilos no LBA do GP comparado ao GC. Houve um aumento nos níveis das citocinas CCL3 do GP, comparado ao GC e GZ; e de CCL5 do GP, comparado ao GC. Houve maior peroxidação lipídica e oxidação de proteínas no GP, comparado ao CG e GZ. Houve um aumento da atividade da superóxido dismutase (SOD) e da catalase (CAT) no GP, comparado ao CG e GZ. No entanto, houve uma redução da razão de glutationa, reduzida por glutationa oxidada (GSH/GSSG) no GP, comparado ao GC. Nas análises morfométricas, observamos aumento da área alveolar no GP, comparado ao CG e GZ. Portanto, a VM com uso da PEEP, causou desequilíbrio redox e inflamação nos pulmões de ratos adultos saudáveis.
Resumo em outra língua: Mechanical ventilation (MV) is an important tool in the treatment of critically ill patients, which substitutes all or part of the spontaneous ventilation. MV may induce or aggravate the lung injury through the production of cytokines, inflammatory infiltration of neutrophils and changes in the permeability of the alveolar-capillary barrier. The use of positive end-expiratory pressure (PEEP) helps improve gas exchanges to avoid alveolar collapse at the end of expiration. This study analyzed the oxidativeeffects and inflammatory response of mechanical ventilation with and without the use of PEEP in adult rats. Eighteen Wistar rats were randomized into three groups of six animals: control group (CG), subjected to spontaneous ventilation; PEEP group (PG), subjected to volume-controlled MV with PEEP; ZEEP group (ZG), subjected to volumecontrolled MV without PEEP. The animals were sedated, submitted to tracheotomy and connected to a mechanical ventilator for a period of 60 minutes. At the end of the experiment, the animals were euthanatized and blood, bronchoalveolar lavage fluid (BALF) and lungs were collected for biochemical and morphometric analyses. There was an increase in neutrophils in BALF in PG compared with CG. There was an increase in the levels of cytokines CCL3 in PG compared with CG and ZG and CCL5 in PG compared with CG. There was an increase in lipid peroxidation and oxidation of proteins in PG compared with CG and ZG. There was an increase in the activity of superoxide dismutase (SOD) and catalase (CAT) in PG compared with CG and ZG. However, there was a decrease in the ratio of reduced glutathione to oxidized glutathione (GSH / GSSG) in PG compared to CG and ZG. In the morphometric analysis, we observed an increase in the alveolar area in PG compared with CG. Therefore, MV with PEEP caused redox imbalance and inflammation in the lungs of healthy adult rats.
Descrição: Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas. Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas, Pró-Reitoria de Pesquisa de Pós Graduação, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/9991
Licença: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 12/05/2017 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.
Aparece nas coleções:PPCBIOL - Mestrado (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO_RespostaInflamatóriaPulmonar..pdf1,83 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciado sob uma Licença Creative Commons Creative Commons