Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/10580
Título: Soluções biogeográficas de geoconservação com ênfase nas relações entre solo, água e planta na bacia do Rio Pardo e suas adjacências, São Francisco, norte de Minas Gerais.
Autor(es): Camargo, Pedro Luiz Teixeira de
Orientador(es): Martins Júnior, Paulo Pereira
Palavras-chave: Bacias hidrográficas
Geociências
Biogeografia
Data do documento: 2018
Membros da banca: Madeira, Fernando Antônio
Coutinho, Carlos Sidnei
Machado, Marley Lamounier
Simão, Fúlvio Rodriguez
Martins Júnior, Paulo Pereira
Referência: CAMARGO, Pedro Luiz Teixeira de. Soluções biogeográficas de geoconservação com ênfase nas relações entre solo, água e planta na bacia do Rio Pardo e suas adjacências, São Francisco, norte de Minas Gerais. 2018. 404 f. Tese (Doutorado em Evolução Crustal e Recursos Naturais) – Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2018.
Resumo: Para responder à necessidade urgente de geoconservar a bacia do rio Pardo e seu entorno, em São Francisco (MG), fez-se, em primeiro lugar, um aprofundado levantamento de sua história ao longo de 41 anos. Para isso, geraram-se e estudaram-se os mapas de uso e ocupação do solo do local por todo esse período, buscando assim entender de onde se partiu até chegar aos tempos atuais. O mesmo processo se fez em relação ao trecho do rio São Francisco que atravessa a cidade ao meio, afinal de contas, entender o que levou ao seu atual processo de assoreamento é também fundamental neste trabalho. Além dessas séries históricas, elaboraram-se também, com base nos dados disponíveis, os mapas pedológicos, geomorfológicos, hídricos e geológicos do município de modo a compreender os motivos que o levaram a sofrer com a atual degradação de seu solo. Ainda acerca dessa questão, realizou-se, através de SIGs e dados secundários, uma nova proposta de cálculo de perda qualitativa de solo sem necessidade de coletas de campo, apenas, obviamente, para conferência dos resultados obtidos. Para isso, foi adaptada a fórmula da EUPS. Após entender onde está o solo degradado, o desafio passou a ser como resolver esse problema, haja vista que, ao analisar a série histórica do uso e ocupação de suas terras, o único momento onde se percebeu diminuição na degradação do Cerrado foi quando houve melhora das condições socioeconômicas da população local. Assim, para resolver esse imbróglio, considerando que o Estado, infelizmente, desde 2016, passou novamente a se ausentar de seu papel de fomentar o desenvolvimento, trabalhou-se com duas ideias, já apresentadas anteriormente (2005 a 2012) pela equipe de trabalho em que se insere o autor: [1] transformar a natureza em renda de modo sustentável para aqueles que vivem de extrativismo e [2] fazer do pequeno produtor, isolado em áreas degradadas entre manchas de Cerrado, seu principal protetor. Para ambas as propostas darem certo, era preciso que se desenvolvessem metodologias viáveis economicamente. No primeiro caso, trabalhou-se toda a margem Noroeste (B) do município e, através da coleta de dados em 89 diferentes pontos, foi possível apresentar um mapa inteligente de onde estão as 20 principais espécies vegetais consideradas de interesse ecológico e econômico, próprias daquela região. Esse mapeamento biogeográfico foi depois sobreposto, gerando um cartograma final com todos esses exemplares arbóreos interpolados entre si. De modo a apresentar propostas sustentáveis de geração de renda aos pequenos extrativistas, realizou-se também todo um estudo econômico sobre como essas árvores podem ser melhor utilizadas, de modo responsável, para gerar renda e desenvolvimento econômico para São Francisco. No capítulo onde este tema foi trabalhado, foi possível, inclusive, traçar propostas viáveis tanto para o poder público local como para a sociedade civil organizada criarem postos de trabalhos, fomentarem a instalação de empresas ou até criarem cooperativas populares sob uma nova ótica de gestão. Já no segundo caso, o desafio foi fazer de uma área antropizada um local novamente vegetado, mas com um ponto a mais: ser lucrativo para o dono da terra. Para isso, estudaram-se três técnicas de regeneração natural, mas com uma novidade, através da lógica de corredores ecológicos econômicos (algo proposto também desde 2005 pela equipe de pesquisa onde se insere o autor). Ou seja: por meio da extração da madeira e dos frutos que ficariam no entorno da área central restaurada, seria possível gerar tenda para o pequeno produtor. Assim, esse ambiente, outrora degradado e que poderia ser alvo de futuras erosões, passaria a ser lucrativo, bastando para isso o produtor religar as manchas de Cerrado e colocar no seu entorno as espécies de interesse comercial mais indicada. Para concluir, é possível afirmar que o objetivo geral desta Tese foi cumprido, ou seja: apresentaram-se soluções biogeográficas de geoconservação para a bacia hidrográfica do rio Pardo (e seu entorno), em São Francisco, capazes de contribuir com a preservação do Cerrado e gerar emprego e renda para a população local.
Resumo em outra língua: To respond to the urgent need to geo-conservation the Pardo river basin and its environs in São Francisco (MG), was made, first, an in-depth survey of its history over 41 years. For this purpose, the maps of land use and occupation of the site were generated and studied throughout this period, thus, seeking to understand where it left off until it reached current times. The same process was done in relation to the section of the São Francisco river that crosses the city in half, after all to understand what led to its current process of silting is also fundamental in this work. In addition to these historical series, the pedological, geomorphological, water and geological maps of the municipality were also elaborated, based on the available data, to understand the reasons that caused it to suffer with the current degradation of its soil. Still on this question, and fundamentally, an innovative proposal for calculating soil loss was carried out through GIS and secondary data, without the need for field collections, obviously only for the verification of the results obtained. To this end, the USLE formula has been adapted. After understanding where the degraded soil is, the challenge was to solve this problem, considering the historical series of land use and occupation analysis, the only moment where there was a decrease in Cerrado degradation, was coincidentally with the improvement of socioeconomic conditions of the local population. Thus, in order to resolve this problem, since the State, unfortunately, since 2016 has again been absent from its role of fostering development, we worked on two ideas previously sustained (2005 to 2012): [1] to transform nature into income in a sustainable way for those that live from extractives and [2] make the small farmer, isolated in degraded areas between spots of Cerrado, its main protector. To work out both ideas, it was necessary to develop economically viable methodologies. In the first case, the entire B margin of the municipality was taken and through the collection of data in 89 different points, it was possible to present an intelligent map of where the 20 main plant species of ecological and economic interest are. This biogeographic mapping, never done before, was later superimposed, generating a final cartogram with all these interpolated arboreal specimens, also something unheard of. To present sustainable proposals for income generation to small extractivists, an economic study was also carried out on which trees can be better used in a responsible way to generate income and economic development for São Francisco. In the chapter where this theme was worked out, it was possible to draw up viable proposals, both for local public authorities and for organized civil society, to create jobs, to foment the arrival of companies or to create popular cooperatives in a new perspective. management. In the second case, the challenge was to make the anthropized area, a place again vegetated, but with one more aspect: to be profitable for the landowner. For this, three techniques of natural regeneration were studied, but with a novelty, through the logic of economic ecological corridors also defended in previous years by this team. That is to say: through the extraction of the wood and the fruits that would be around the restored central area. Thus, this environment, which was once degraded and could be the target of future erosion, would become profitable, simply for the small farmer to reconnect the Cerrado spots and place in the surroundings the species of commercial interest most indicated. To conclude, it is possible to affirm that the general objective of this thesis was fulfilled, that is: biogeographic solutions of geo-conservation were presented for the Pardo river basin (and its environs) in São Francisco county, capable of contributing to the preservation of the Cerrado and generate employment and income for the local population.
Descrição: Programa de Pós-Graduação em Evolução Crustal e Recursos Naturais. Departamento de Geologia, Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/10580
Licença: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 04/12/2018 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.
Aparece nas coleções:PPGECRN - Doutorado (Teses)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TESE_SoluçõesBiogeográficasGeoconservação.pdf19,34 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciado sob uma Licença Creative Commons Creative Commons