Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/6930
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorMoreira, Plínio Cavalcanti-
dc.contributor.authorVianna, Carlos Roberto-
dc.date.accessioned2016-08-22T15:32:47Z-
dc.date.available2016-08-22T15:32:47Z-
dc.date.issued2016-
dc.identifier.citationMOREIRA, P. C.; VIANNA, C. R. Por que análise real na licenciatura?: um paralelo entre as visões de educadores matemáticos e de matemáticos. Boletim de Educação Matemática, Rio Claro, v. 30, p. 515-534, 2016. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/bolema/v30n55/1980-4415-bolema-30-55-0515.pdf>. Acesso em: 07 ago. 2016.pt_BR
dc.identifier.issn1980-4415-
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/6930-
dc.description.abstractNeste trabalho analisam-se as respostas apresentadas por 18 educadores matemáticos a um questionário sobre a ementa e o papel da disciplina Análise Real nos cursos de Licenciatura em Matemática e traça-se um paralelo com as respostas dadas por matemáticos a esse mesmo questionário em 2005. Os educadores matemáticos são pesquisadores selecionados entre os que orientaram tese de doutorado entre 2006 e 2011 em instituições universitárias brasileiras. Os procedimentos metodológicos foram os mesmos utilizados na análise das respostas dos matemáticos: elas foram submetidas a um processo de unitarização para a construção de categorias, segundo a abordagem metodológica da Análise de Conteúdo. Descrevem-se duas categorias que sintetizam os argumentos dos educadores matemáticos em favor da obrigatoriedade da disciplina no curso de licenciatura e comparam-se esses argumentos com os obtidos no estudo com os matemáticos, publicado em 2005. Os resultados mostram que, em geral, os argumentos dos dois grupos convergem, embora sutis diferenças de percepção do papel da Análise Real na Licenciatura tenham sido identificadas.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsabertopt_BR
dc.subjectEducação matemáticapt_BR
dc.subjectFormação matemática do professorpt_BR
dc.subjectTeacher knowledgept_BR
dc.subjectReal analysispt_BR
dc.titlePor que análise real na licenciatura? Um paralelo entre as visões de educadores matemáticos e de matemáticos.pt_BR
dc.title.alternativeWhy real analysis in mathematics teacher education? A comparison between mathematics educators’ and mathematicians’ views.pt_BR
dc.typeArtigo publicado em periodicopt_BR
dc.rights.licenseOs trabalhos publicados na Bolema estão sob Licença Creative Commons que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Fonte: Bolema <http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/bolema/about/submissions#copyrightNotice>. Acesso em: 10 out. 2019.pt_BR
dc.description.abstractenThis article presents the answers given by 18 mathematics educators to a questionnaire about the role of a Real Analysis course in mathematics teacher education at university level, comparing them with the answers given by mathematicians to the same questionnaire in 2005. Participants of this research were selected among doctorate thesis supervisors in Mathematics Education, in the time period between 2006 and 2011, working at leading universities in Brazil. The data were analyzed according to the Content Analysis’ methodological approach. We describe two categories of arguments that emerged from the data, according to which a Real Analysis course should be a mandatory part of the curriculum in prospective mathematics teacher education and compare them with the ones obtained in the study with the mathematicians in 2005. The results indicate a general convergence in the views of both professional groups, although subtle differences were detected.-
dc.identifier.doihttp://dx.doi.org/10.1590/1980-4415v30n55a11-
Appears in Collections:DEMAT - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_AnáliseRealLicenciatura.pdf431,4 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.