Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/2979
Title: Ensino de geometria para alunos com deficiência visual : análise de uma proposta de ensino envolvendo o uso de materiais manipulativos e a expressão oral e escrita.
Authors: Pereira, Maíra Kelly da Silva
metadata.dc.contributor.advisor: Ferreira, Ana Cristina
Keywords: Geometria - estudo e ensino
Deficientes visuais
Ensino fundamental
Objetos de aprendizagem
Lev Semenovich Vygotsky
Issue Date: 2012
Publisher: Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática. Departamento de Matemática, Instituto de Ciências Exatas e Biológicas, Universidade Federal de Ouro Preto.
Citation: PEREIRA, M. K. da S. Ensino de geometria para alunos com deficiência visual : análise de uma proposta de ensino envolvendo o uso de materiais manipulativos e a expressão oral e escrita. 2012. 186 f. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática) – Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2012.
Abstract: A inserção de pessoas com deficiência visual é fato em muitas escolas do país, porém, isso nem sempre se dá por meio de uma efetiva inclusão (MANTOAN, 2006). Diversos são os obstáculos: ausência do tema na formação de professores, inadequação dos espaços físicos, carência de recursos e materiais apropriados, etc.. Nesse cenário, o ensino da Matemática e, principalmente da Geometria, constitui um grande desafio. Buscamos na presente pesquisa, construir, desenvolver e analisar uma proposta de ensino de Geometria para alunos cegos e com baixa acuidade visual. Tal proposta foi construída tendo como base os estudos de Vygotsky com crianças cegas e a premissa de que a manipulação e a construção de objetos, aliada à expressão oral e escrita são estratégias essenciais no trabalho com esse grupo. Consideramos ainda os trabalhos desenvolvidos por Valsiner e Veer (1996), Fernandes (2004; 2008), Lirio (2006), Mantoan (2006) e Santos (2007), além das políticas educacionais brasileiras, principalmente àquelas ligadas pela Secretaria de Educação Espacial (SEESP/MEC, 2003; 2008; 2009). Nesse sentido, realizamos a pesquisa em um instituto educacional especializado situado em Belo Horizonte (MG), envolvendo todos os sete alunos de uma classe de 7º ano do Ensino Fundamental. Esses alunos e sua professora de Matemática colaboraram com o processo ao vivenciar e avaliar as atividades desenvolvidas, permitindo, quando necessário, sua reformulação. A análise dos dados evidencia o desenvolvimento do pensamento geométrico dos alunos, bem como da linguagem geométrica. Os alunos se mostraram interessados e participaram ativamente das atividades, auxiliando no aprimoramento de alguns instrumentos de medida confeccionados para eles (transferidor, ângulos, reta, etc.). Verificamos ainda o potencial dos materiais manipulativos e da expressão oral e escrita no desenvolvimento do pensamento geométrico dos participantes. Um livreto com sugestões de atividades comentadas, destinado a professores, futuros professores e formadores foi construído a partir dessa pesquisa.
metadata.dc.description.abstracten: The inclusion of visually impaired people is now a fact in many schools across the country, but does not always occurs through an effective process (MANTOAN, 2006). There are several obstacles: the absence of the subject in teacher training, inadequate physical space, lack of technological resources and materials to work with these students, etc... In this scenario, the teaching of Mathematics and especially Geometry, is a major challenge. We seek in this research build, develop and analyze a proposal for teaching geometry to blind and visually empaired students, based on Vygotsky's studies with blind children and the premise that construction and manipulation of objects, combined with oral expression and writing are essential strategies in working with this group. We also consider the work developed by Valsiner and Veer (1996), Fernandes (2004, 2008), Lirio (2006), Mantoan (2006) and Santos (2007), besides the Brazilian educational policies, especially those connected by the Secretary of Space Education (SEESP / MEC, 2003, 2008, 2009). One of our objectives was to build a booklet based on research that could be made available for teachers, future teachers and trainers. Thus, we carred out the research in a specialized educational institute located in Belo Horizonte (MG), involving all seven members of a class of 7th grade of elementary school. These students and their Mathematics teacher collaborated with the process of experiencing and evaluating the developed activities, allowing, when necessary, their reformulation. The data analysis shows the development students’ geometric thinking as well as the geometric language.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/2979
Appears in Collections:PPGEDMAT - Mestrado profissional (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_EnsinoGeometriaAlunos.PDF3,76 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.