Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/2768
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorLameiras, Fernando Soarespt_BR
dc.contributor.authorLeal, José Maria-
dc.date.accessioned2013-04-17T19:53:40Z-
dc.date.available2013-04-17T19:53:40Z-
dc.date.issued2008-
dc.identifier.citationLEAL, J. M. Tecnologia do pó de turmalina Preta. 2008. 91 f. Tese (Doutorado em Engenharia de Materiais) – Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2008.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/2768-
dc.description.abstractA turmalina preta moída, da série shorlita-dravita, NaFe3Al6(Si6O18)(BO3)3(OH)3OH, tem encontrado utilização na fabricação de cosméticos, tintas, tecidos, purificadores de água, etc. As propriedades exploradas pela maioria dos produtos comercializados são a piroeletricidade e emissão de radiação infravermelha distante da turmalina. Verificou-se que a turmalina preta apresenta significativa decomposição para temperaturas acima de 750º C. A cominuição do pó da turmalina preta em partículas menores que 2 μm é possível por meio de moagem em moinho planetário de bolas, de alta energia. A moagem deve ser feita a úmido, com pH acima de 8 e tempos mais longos que 480 minutos, em configuração que apresente impacto, compressão e cisalhamento. É possível obter cerâmicas a partir de pós de turmalina preta e diatomita por prensagem direta como por colagem (com barbotina) para temperaturas de sinterização de 750º C. A inibição do crescimento do fungo Sacharamyces Cerevisiae causado pela presença de filme com partículas submicrométricas de turmalina foi evidente e a adição de pó de turmalina a tinta acrílica comercial promove a redução do crescimento de briófitas na superfície de paredes pintadas e aumenta o tempo de vida útil da camada de tinta.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherPrograma de Pós-Graduação em Engenharia de Materiais. Rede Temática em Engenharia de Materiais. Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação, Universidade Federal de Ouro Preto.pt_BR
dc.subjectTurmalinapt_BR
dc.subjectTintaspt_BR
dc.subjectCosméticospt_BR
dc.titleTecnologia do pó de turmalina Preta.pt_BR
dc.typeTesept_BR
dc.description.abstractenThe black tourmaline powder of shorlite-dravite series, NaFe3Al6(Si6O18)(BO3)3(OH)3OH, has been used in agricultures and in the production of cosmetics, paints, tissues, water and air purifiers. The pyroelectricity and the emission of far infrared radiation of tourmaline are the main properties explored by most products. The black tourmaline shows significant decomposition at temperatures above 750o C. The production of particles smaller than 2 μm is possible by the use of high energy planetary ball mill. The grinding should be performed in water, with pH above 8 and duration longer than 480 minutes, in a configuration that has impact, compression and shearing. It is possible to obtain ceramics from powders of black tourmaline and diatomite by direct pressing or by slip casting and sintering at 750o C. The growth inhibition of the fungus Saccharamices Cerevisiae caused by the presence of tourmaline film was clear and the addition of tourmaline powder to commercial acrylic paints promotes the growth reduction of bryophytes on painted walls.-
Appears in Collections:REDEMAT - Doutorado (Teses)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TESE_TecnologiaPóTumallina.pdf4,84 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.