Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/2532
Title: Crenças de auto-eficácia e motivação para matemática : um estudo com alunos do ensino fundamental de uma escola pública de Ouro Branco - MG.
Authors: Torisu, Edmilson Minoru
metadata.dc.contributor.advisor: Ferreira, Ana Cristina
Keywords: Motivação na educação
Ouro Branco - MG
Matemática
Mathematics education
Ensino fundamental
Issue Date: 2010
Publisher: Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática. Departamento de Matemática, Instituto de Ciências Exatas e Biológicas, Universidade Federal de Ouro Preto.
Citation: TORISU, E. M. Crenças de auto-eficácia e motivação para matemática : um estudo com alunos do ensino fundamental de uma escola pública de Ouro Branco – MG. 2010. 153 f. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática) – Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2010.
Abstract: Segundo a Teoria Social Cognitiva, desenvolvida por Albert Bandura a partir da década de 1950, as crenças de autoeficácia possuem um papel crucial na forma como as pessoas se envolvem com uma tarefa. No caso da Matemática, a literatura tem evidenciado como alunos que não possuem crenças robustas acerca de sua própria capacidade para aprender essa disciplina, tendem a não se perceberem capazes de realizar as tarefas e a apresentar maior dificuldade para adquirir e aplicar conceitos matemáticos, principalmente em situações de avaliação. No presente estudo, procurou-se verificar as contribuições que um trabalho extraclasse de acompanhamento de alunos do nono ano, fundamentado nesse referencial teórico, poderia trazer para o desenvolvimento das crenças de autoeficácia dos participantes e para sua motivação para aprender Matemática. Participaram da pesquisa doze alunos do nono ano de uma escola pública municipal da cidade de Ouro Branco (MG). O acompanhamento envolveu a realização de sessões extraclasse ao longo de aproximadamente quatro meses nas quais se procurou tratar dos conteúdos matemáticos estudados nas aulas regulares de modo criativo e envolvendo uma graduação quanto ao nível de dificuldade das tarefas. Além disso, buscou-se construir uma interação professor-aluno e aluno-aluno que incentivasse o diálogo e a discussão acerca do ensino e da aprendizagem desses conceitos, bem como constituir-se um espaço no qual cada participante pudesse refletir sobre sua visão acerca da Matemática e sua relação com essa disciplina. O propósito do trabalho extraclasse era fortalecer a crença de cada participante em sua própria capacidade de aprender e de superar seus receios e tensões relacionadas ao ensino e à aprendizagem da Matemática. Os dados foram coletados por meio de questionários, registros produzidos pelos alunos durante os encontros, diário de campo, gravação em áudio de alguns encontros, entrevistas realizadas com o professor de Matemática dos alunos e documentos escolares dos participantes. Além de apresentar detalhadamente todo o processo vivenciado pelo grupo nos trabalhos extraclasse, foram construídos três estudos de caso. Alguns dos resultados mostram que: as experiências de êxito e a persuasão verbal constituem poderosas ferramentas de autoeficácia; as sessões extraclasse, da forma como foram organizadas, contribuíram para o incremento das crenças de autoeficácia dos alunos e aumentaram seu nível de motivação. Finalmente, o estudo discute o papel do professor como motivador dos seus alunos e estratégias que o mesmo poderia utilizar para fortalecer as crenças de autoeficácia de seus alunos. A Dissertação traz ainda como apêndice um produto final: um pequeno guia com orientações para professores que desejem aprender um pouco mais sobre o tema e utilizar estratégias relatadas em suas classes.
metadata.dc.description.abstracten: According to Social Cognitive Theory, developed by Albert Bandura from the 1950s, self efficacy beliefs have a crucial role in how people engage with a task. In the case of mathematics, the literature has shown how students who do not have strong beliefs about their own ability to learn this discipline, they tend not to perceive themselves able to accomplish tasks and present more difficulty to acquire and apply mathematical concepts, especially in situations evaluation. In this study, we sought to determine the contributions that an extracurricular job tracking students from ninth grade, based on this theoretical framework, it could bring to the development of self efficacy beliefs of participants and their motivation to learn mathematics. Twelve students participated in the research of the ninth year of a local public school in the city of Ouro Branco (MG). The monitoring involved the organization of extracurricular sessions over approximately four months in which it sought to address the mathematical content studied in the regular classes in creative and engaging as an undergraduate at the level of difficulty of the tasks. In addition, we attempted to build a teacher-student and student-student that encourage dialogue and discussion about teaching and learning these concepts, and form themselves a space in which each participant can reflect on his vision of mathematics and their relationship to that discipline. The purpose of the extracurricular work was to strengthen the belief of each participant in their own ability to learn and overcome their fears and tensions related to teaching and learning of mathematics. Data were collected through questionnaires, records produced by the students during the meetings, diary, audio recording of some meetings, and interviews with the mathematics teacher of students and school documents of the participants. In addition to presenting in detail the whole process experienced by the Group in extracurricular were built three case studies. Some of the results show that: the successful experiences and verbal persuasion are powerful tools of self efficacy; extracurricular sessions, how they were organized, contributed to the increase in self efficacy beliefs of students and increased their level of motivation. Finally, the study discusses the role of the teacher as a motivator of students and strategies that it could use to strengthen their self efficacy beliefs of students. The dissertation also features an appendix to the final product: a short guide with guidelines for teachers wishing to learn more about the subject and reported use strategies in their classes.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/2532
Appears in Collections:PPGEDMAT - Mestrado profissional (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_CrençasAutoEficácia.pdf3,68 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.