Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/2270
Title: Uso e ocupação do solo urbano de Timóteo : uma abordagem geoambiental.
Authors: Garcia, Paula Márcia Brasil
metadata.dc.contributor.advisor: Reis, Frederico da Silva
Keywords: Geologia urbana
Geoprocessamento
Solo urbano - uso e ocupação
Timóteo - MG - ocupação urbana
Issue Date: 2010
Publisher: Programa de Pós-Graduação em Evolução Crustal e Recursos Naturais. Departamento de Geologia, Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto.
Citation: GARCIA, P. M. B. Uso e ocupação do solo urbano de Timóteo : uma abordagem geoambiental. 2010. 93 f. Dissertação - (Mestrado em Evolução Crustal e Recursos Naturais) Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2010.
Abstract: O Município de Timóteo localiza-se na porção leste do estado de Minas Gerais e faz parte da mesorregião Vale do Rio Doce e da microrregião Ipatinga. Limita-se ao norte com os municípios de Ipatinga e Coronel Fabriciano, a oeste com Antônio Dias, a sudoeste com Jaguaraçu, a sul com Marliéria, e a leste com os municípios de Caratinga e Bom Jesus do Galho. Está inserido na bacia Federal do Rio Doce e na bacia Estadual do Rio Piracicaba. Possui população de 79.092 habitantes (IBGE 2000) e uma área de 145,149 Km2 , sendo grande parte ocupada pelo Parque Estadual do Rio Doce, que possui uma área de 36.970 ha e abrange também parte dos municípios de Marliéria e Dionísio. A ocupação urbana no município de Timóteo atualmente configura-se como um problema, pois o município carece de áreas adequadas para expansão, sendo que um dos problemas relacionados a essa tônica é a ocupação desordenada nas áreas de influência do Parque do Rio Doce, comprometendo a preservação das mesmas. Ocorre também um grande número de ocupações em locais próximos a áreas suscetíveis a acidentes geológicos. Por se tratar de uma região atrativa do ponto de vista econômico, o município tende a crescer cada vez mais, agravando os problemas de ocupação urbana. O trabalho consistiu no levantamento de áreas suscetíveis a deflagração de acidentes geológicos, identificação de áreas potenciais para ocupação urbana e uma reavaliação do zoneamento do Plano Diretor do município. Assim, utilizando técnicas de geoprocessamento e trabalhos de campo, foi realizada a caracterização do uso e ocupação do solo bem como o levantamento de suas fragilidades. Como resultados finais são apresentados os mapas de potencial de ocupação urbana no município e uma nova proposição de zoneamento para o Plano Diretor. Destaca-se neste trabalho a importância em se considerar o meio físico como determinante para realização do planejamento urbano não apenas para proposição de áreas para ocupação, mas também para se definir de forma clara áreas inadequadas para a mesma.
metadata.dc.description.abstracten: The city of Timóteo located in the eastern part of the state of Minas Gerais and is part of mesoregion Doce River Valley and microregion Ipatinga. Limited to the North with the cities, West Antonio Dias, southwest Jaguaraçu, south Marliéria, and east by the cities of Caratinga and Bom Jesus do Galho. Is inserted in the federal basin of Doce River and the of Piracicaba River. It has population of 79,092 inhabitants (IBGE 2000) and an area of 145.149 km2, being largely occupied by the Doce River Park, which has an area of 36,970 ha and also covers the cities of Marliéria and Dionísio. The urban occupation in the city of Timoteo currently appears as a problem because the city lacks appropriate áreas for expansion, and one of the problems related to this root is the disordered occupation in área of influence of the Doce River Park, compromising preservation of them. There is also a large number of occupations in locations close to areas susceptible to geological hazard. Because it is na economically attractive region, the city tends to grow more and more, aggravating the problems of urban occupation. The woek included a survey of áreas susceptible to outbreaks of geological hazards, identifying potential áreas for urban occupation and rezoning the Master Plano f the city. Using GIS techniques and fieldwork was done a characterization of the use and occupation of land and raising their weaknesses. As final results are presented maps of potential urban occupation in the city and a new zoning proposal for the Master Plan. Highlights of this work was the importance of taking into account the physical environment as a determinant for the performance of urban planning not only to propose areas for occupation, but also to clearly define areas unsuitable for it.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/2270
Appears in Collections:PPGECRN - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÂO_UsoOcupaçãoSolo.pdf75,74 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.