Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/13191
Title: Estudo comparativo da estimativa da resistência não-drenada liquefeita a partir de correlações propostas para ensaios de campo de CPTU.
Authors: Oliveira, Rodrigo Peres de
metadata.dc.contributor.advisor: Gomes, Romero César
Keywords: Barragem e açudes
Barragens de rejeitos
Resistência de materiais
Piezocone penetration test - CPTu
Issue Date: 2020
metadata.dc.contributor.referee: Gomes, Romero César
Pereira, Eleonardo Lucas
Ribeiro, Luís Fernando Martins
Citation: OLIVEIRA, Rodrigo Peres de. Estudo comparativo da estimativa da resistência não-drenada liquefeita a partir de correlações propostas para ensaios de campo de CPTU. 2020. 120 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Engenharia Geotécnica) – Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2020.
Abstract: O método de alteamento a montante foi muito utilizado no passado pelas minerações no Brasil para a construção de barragens de rejeitos, ao passo que, muitas delas foram concebidas sem o devido controle operacional. Os últimos acidentes envolvendo barragens de rejeitos alteadas para montante resultaram em crescentes restrições e, recentemente, na proibição da construção ou operação de estruturas alteadas pela mesma técnica em todo o território nacional. O empreendedor responsável deve realizar ainda, em prazo legal, a descaracterização de todas as suas estruturas remanescentes que se encaixem nesta condição. No estado de Minas Gerais, a avaliação da estabilidade dessas barragens deve ser realizada para o potencial de liquefação dos rejeitos, incluindo-se a condição mais crítica pré-ruptura, em termos de resistência não-drenada liquefeita do material. Neste sentido, verifica-se a importância da definição desse parâmetro a partir de dados consistentes, uma vez que o seu valor irá subsidiar a avaliação da condição de segurança de uma barragem, sob o aspecto legal, que pode implicar em uma séria de ações de controle na estrutura e até mesmo na sua área à jusante. Existem diversas metodologias para a estimativa da resistência não-drenada liquefeita por meio de ensaios de campo. O objetivo deste trabalho foi de realizar um estudo comparativo das estimativas do parâmetro para um dado rejeito, por meio de ensaios de campo de CPTu, a partir de correlações propostas por metodologias consagradas, observando-se as limitações e incertezas de cada uma. A base de dados utilizada foi proveniente de uma barragem de rejeitos de minério de ferro construída pelo método de montante e foi utilizada meramente para a proposta deste estudo, não sendo objeto a avaliação da condição de estabilidade da estrutura. Os resultados mostraram uma significante diferença entre os valores de resistência obtidos por cada correlação, indicando a importância de se utilizar a metodologia mais aplicável em função das características do rejeito. No caso do rejeito avaliado, essencialmente arenoso, as metodologias de Olson (2001) e Sadrekarimi (2014) se mostraram mais aplicáveis para as estimativas.
metadata.dc.description.abstracten: The upstream raising method was widely used in the past by mining companies in Brazil to build tailings dam, while many of them were build no proper operational control. The last accidents with tailings dams raised upstream have resulted in increasing restrictions and, recently, in forbiddance on the build or operation of structures raised by the same technique throughout the national territory. The responsible owner must also, in legal time, decommissioning of all remaining structures that have the same condition. In the Minas Gerais state, the stability assessment of these dams must be for liquefaction potential of tailing, including the most critical condition pre-rupture, in terms of undrained liquefied strength of material. In this sense, the importance of defining this parameter is verified based on consistent data, since this value will subsidize the assessment for safety condition about dam, in the legal aspect, that may imply a series of actions of control in the structures and even in its downstream area. There are most methodologies for estimating undrained liquefied strength through field tests. The objective this work was to carry out a comparative study for a given tailings, through CPTu tests, from correlations proposed by established methodologies, observing the limitations and uncertainties each one. The data base used came from an iron ore tailings dam, built by upstream method and was used only for the purpose of this work, with no assessment of the stability about structure. The results showed a significant difference between the liquefied strength values by each correlation, indicating that is important to use the most aplicate methodology for each tailings type. In case of the studied tailings, essentially sandy, Olson (2001) and Sadrekarimi (2014) methodologies proved to be more applicable to the estimates.
Description: Programa de Pós-Graduação em Engenharia Geotécnica. Núcleo de Geotecnia, Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/13191
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 29/03/2021 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.
Appears in Collections:PPGEG - Mestrado profissional (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_EstudoComparativoEstimativa.pdf5,2 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons