Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/12930
Title: O negro nos manuais de história da educação : as marcas de uma ausência.
Authors: Machado Junior, Joatan Nunes
metadata.dc.contributor.advisor: Hamdan, Juliana Cesário
Keywords: Negros nos livros didáticos
Educação - história - manuais, guias, etc
Cultura afro-brasileira
Brasil - Lei n. 10.639, de 9 de janeiro de 2003
Issue Date: 2019
metadata.dc.contributor.referee: Hamdan, Juliana Cesário
Fonseca, Marcus Vinícius
Gatti Junior, Décio
Citation: MACHADO JUNIOR, Joatan Nunes. O negro nos manuais de história da educação: as marcas de uma ausência. 171 f. 2019. Dissertação (Mestrado em Educação) - Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2019.
Abstract: Esta pesquisa analisou todos os manuais didáticos, encontrados até então, da História da Educação, disciplina obrigatória em quase todos os cursos de licenciaturas para a formação de professores da educação básica no Brasil, que tratam a questão da presença da História e Cultura da África e dos Afro-brasileiros em seus textos. Tais manuais foram editados e escritos no Brasil, sobretudo a partir da última LDB - Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional 9.394 de 1996. Os objetos e também as fontes privilegiados neste estudo são de autoria de Maria Lúcia de Arruda Aranha (1996), Eliane Marta Teixeira Lopes e Ana Maria de Oliveira Galvão (2001), Maria Lucia Spedo Hilsdorf (2003), Maria Stephanou e Maria Helena Camara Bastos (orgs.) (2005), Cynthia Greive Veiga (2007) e Paulo Ghiraldelli Jr. (2006), escolhidos por abordarem a história da educação brasileira e por terem sido sucessivamente editados. Estamos considerando que, não obstante a Lei 10.639 de 2003, que altera a referida LDB; as substantivas contribuições dos movimentos sociais que se articulam em torno da causa antirracista e na defesa da preservação do patrimônio cultural africano e afro-brasileiro; as muitas pesquisas produzidas no interior dos programas de pós-graduação em educação; e a Revista Brasileira de História da Educação (RBHE), que focalizam o tema da história dos negros e afrodescendentes; concluímos que os referidos manuais não apropriaram esse debate aos respectivos textos. A análise busca explicitar e compreender historicamente a ausência do debate nos respectivos manuais didáticos a partir do diálogo com a produção contemporânea de autores, com trabalhos bastante relevantes na área, tais como Marcus Vinícius Fonseca (2007, 2016), Nilma Lino Gomes (2007, 2017), Petrônio Domingues (2007, 2008) e Surya Aaronovich Pombo (2015, 2016). Estamos defendendo que esta ausência causa uma invisibilidade ainda maior dessa parcela da sociedade.
metadata.dc.description.abstracten: This research analyzed all teaching manuals, found until then, of the History of Education, compulsory discipline in almost all licentiate degree courses for the training of basic education teachers in Brazil, which deal with the question of the presence of History and Culture of Africa and African-Brazilians in their texts. These manuals were edited and written in Brazil, especially since the last LDB – Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (―Law of Guidelines and Bases of National Education‖) n° 9.394 of 1996. The objects and also the privileged sources in this study are authored by Maria Lúcia de Arruda Aranha (1996), Eliane Marta Teixeira Lopes and Ana Maria de Oliveira Galvão (2001), Maria Lucia Spedo Hilsdorf (2003), Maria Stephanou and Maria Helena Camara Bastos (orgs.) (2005), Cynthia Greive Veiga (2007) and Paulo Ghiraldelli Jr. (2006), chosen for approaching the history of Brazilian education and for having been successively edited.We are considering that, despite Law n° 10.639 of 2003, which amends said LDB; the substantive contributions of social movements that are articulated around the anti-racist cause and in defense of the preservation of the African and African-Brazilian cultural heritage, the many researches produced within postgraduate programs in Education, and the Revista Brasileira de História da Educação (RBHE; ―Brazilian Journal of History of Education‖), which focus on the subject of History of Blacks and Afrodescendants; we conclude that these manuals did not appropriate this debate in their respective texts. The analysis seeks to make explicit and undestand historically the absence of the debate in the respective manuals from the dialogue with the contemporary production of authors, with much relevant works in the area, such as Marcus Vinícius Fonseca (2007, 2016), Nilma Lino Gomes (2007, 2017), Petrônio Domingues (2007, 2008) and Surya Aaronovich Pombo (2015, 2016). We are arguing that this absence causes an even greater invisibility of this portion of society.
Description: Programa de Pós-Graduação em Educação. Departamento de Educação, Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/12930
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 04/10/2019 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.
Appears in Collections:PPGEDU - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_NegroManuaisHistória.pdf1,49 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons