Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/12863
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorBacellar, Luis de Almeida Pradopt_BR
dc.contributor.advisorAlameda Hernández, Pedro Manuelpt_BR
dc.contributor.authorSant’Anna, Saulo Nunes-
dc.date.accessioned2020-10-21T19:56:10Z-
dc.date.available2020-10-21T19:56:10Z-
dc.date.issued2019pt_BR
dc.identifier.citationSANT'ANNA, Saulo Nunes. Emprego da fotogrametria digital terrestre para análise de estabilidade de maciços rochosos. Caso de estudo na pedreira paralisada Mariano de Abreu, Belo Horizonte/MG. 104 f. 2019. Dissertação (Mestrado Profissional em Engenharia Geotécnica) – Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2019.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/12863-
dc.descriptionPrograma de Pós-Graduação em Engenharia Geotécnica. Núcleo de Geotecnia, Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto.pt_BR
dc.description.abstractO presente trabalho visa discutir dois métodos de aquisição de dados geotécnicos de maciços rochosos. A área de estudo é uma pedreira de brita desativada, localizada na região Leste da cidade de Belo Horizonte, Minas Gerais, onde afloram gnaisses migmatizados, com constante queda de blocos. Os métodos empregados foram as aquisições de dados geotécnicos por meio tradicional — com mapeamento de frente de talude, já convencionado e aplicado em praticamente todos os levantamentos geotécnicos de taludes — e remoto — com fotogrametria digital terrestre para caracterização das descontinuidades. O estudo consistiu inicialmente na caracterização das descontinuidades com valoração dos índices relativos à resistência, compressão uniaxial da rocha intacta, persistência, espaçamento, orientação, preenchimento, abertura, rugosidade das paredes, grau de intemperismo e presença de água em descontinuidades. Com tais dados pôde-se enquadrar os taludes da pedreira pelas classificações geomecânicas RMR (Rock Mass Rating) e SMR (Slope Mass Rating). Os resultados evidenciaram diferenças nos ranges de detecção de estruturas, sendo que a fotogrametria se mostrou mais completa, com mais dados de descontinuidades do que o mapeamento tradicional, mas restritiva, com deficiência na obtenção de estruturas oblíquas ao talude. Quanto às classificações do maciço, houve queda considerável do índice SMR comparado ao RMR, indicando instabilidade teórica por rupturas planares e em cunha do maciço em alguns pontos, o que se traduziu em susceptibilidade em queda de blocos. A velocidade de aquisição de dados foi praticamente a mesma nos dois métodos, mas na questão da segurança operacional a fotogrametria mostrou maior comodidade para o operador, com risco de acidentes muito baixos.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsabertopt_BR
dc.subjectFotogrametriapt_BR
dc.subjectMecânica de rochas - maciços rochosospt_BR
dc.subjectSlope Mass Rating - SMRpt_BR
dc.titleEmprego da fotogrametria digital terrestre para análise de estabilidade de maciços rochosos. Caso de estudo na pedreira paralisada Mariano de Abreu, Belo Horizonte/MG.pt_BR
dc.typeDissertacaopt_BR
dc.rights.licenseAutorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 05/10/2020 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.pt_BR
dc.contributor.refereeBacellar, Luis de Almeida Pradopt_BR
dc.contributor.refereeLana, Milene Sabinopt_BR
dc.contributor.refereeParizzi, Maria Giovanapt_BR
dc.description.abstractenThe present work aims to discuss two methods of acquiring geotechnical data from rock masses. The study area is located in the eastern region of the city of Belo Horizonte, Minas Gerais, in a deactivated gravel quarry with a constant fall of blocks from migmatized gneisses outcrops. The methods used were the acquisition of geotechnical data by traditional means - mapping the slope front, already agreed and applied in practically all geotechnical surveys of slopes - and remote - using digital terrestrial photogrammetry to characterize discontinuities. The study consisted in the characterization of discontinuities with valuation of indicators related to the uniaxial compressive strength of intact rock, persistence, spacing, orientation, filling, opening, roughness of the walls, degree of weathering and presence of water in the discontinuities. With such data it was possible to classify the slope by two geomechanical classifications the RMR (Rock Mass Rating) and the SMR (Slope Mass Rating). The results showed differences in the ranges of detection of structures, and photogrammetry proved to be more complete, with more discontinuities data that the traditional mapping, but restrictive, with deficiency in obtaining oblique structures to the slope. As for the rock mass classification, there was a decrease in the SMR index compared to the RMR, indicating theoretical instability due to planar and wedge ruptures of the rock mass in some points, which translated into susceptibility to falling blocks. The speed of data acquisition was practically the same in both methods, but in terms of operational safety, photogrammetry presented the greatest convenience for the operator, with lower risk of accidents.pt_BR
Appears in Collections:PPGEG - Mestrado profissional (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_EmpregoFotogrametriaDigital.pdf13 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons