Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/12338
Title: Professores dos anos iniciais do ensino fundamental no início da docência : a construção da identidade profissional.
Authors: Cota, Juliana do Carmo Mendonça
metadata.dc.contributor.advisor: Nunes, Célia Maria Fernandes
Keywords: Professores iniciantes
Professores de ensino fundamental
Carreira do magistério
Identidade profissional
Issue Date: 2020
metadata.dc.contributor.referee: Nunes, Célia Maria Fernandes
Araújo, Regina Magna Bonifácio de
Pena, Geralda Aparecida de Carvalho
Citation: COTA, Juliana do Carmo Mendonça. Professores dos anos iniciais do ensino fundamental no início da docência: a construção da identidade profissional. 2020. 138 f. Dissertação (Mestrado em Comunicação) – Instituto de Ciências Sociais e Aplicadas, Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2020.
Abstract: O início da carreira docente é permeado por situações novas, inesperadas e por vezes desafiadoras. Para um professor iniciante, nem sempre é fácil deixar de ser aluno para tornarse professor, passando por situações de “choque com o real” e de “descoberta” no início da carreira. Nessa etapa, a identidade profissional docente terá como base muito do que ele aprendeu e viveu ao longo de sua vida como aluno, unindo aprendizados e vivências de sua formação inicial, atrelados à relação estabelecida na escola com seus pares, alunos e pais. Essa pesquisa teve como objetivo geral identificar e analisar a construção da identidade de professores iniciantes que atuam dos anos iniciais do ensino fundamental da rede pública das cidades de Mariana e Ouro Preto. Para seu desenvolvimento, foi utilizada uma metodologia de abordagem qualitativa, com uso de entrevistas semiestruturadas e questionários junto a 05 professores. Para apoiar essa discussão utilizou-se as contribuições de autores como: Tardif (2012), que afirma que a profissão docente possui sua inserção profissional muito antes de seu início efetivo, pois, como estudante já se vivencia questões da profissão; Marcelo Garcia (2010) que aponta os cinco primeiros anos de exercício docente como a fase de inserção profissional, etapa da carreira que é descrita por Huberman (2005) como “fase da sobrevivência”, permeada por sentimentos de “choque da realidade” e de “descoberta”; e Dubar (1997), que fala sobre os processos de construção da identidade a partir das relações. A partir desse trabalho, percebeuse a importância das relações estabelecidas na atuação do professor na escola, no desenvolvimento da formação inicial e nas relações estabelecidas ao ingressar na carreira. A pesquisa apontou que a construção da identidade profissional se inicia antes mesmo do processo e formação inicial. Através de contato com a profissão na educação básica os professores se aproximam e experimentam o primeiro vislumbre da profissão. Percebeu-se que a formação inicial apresenta questões que precisam ser aperfeiçoadas para dar mais segurança ao professor iniciante. Atividades como o estágio obrigatório aparecem como um marco na formação, já que através dele os futuros professores podem ter contato com a instituição de ensino ainda como alunos, com uma participação restrita, podendo conhecer melhor o campo de trabalho antes de iniciar como professor regente de fato. A relação de apoio profissional dos professores mais experientes foi destacada por proporcionar aos iniciantes mais segurança ao contar com o apoio dos colegas. A pesquisa apontou que mesmo com fatores em comum, a construção da identidade é realizada de maneira única por cada professor. Cada um conduz à docência a partir das suas várias experiências de vida e profissionais.
metadata.dc.description.abstracten: The beginning of the teaching career is permeated by new, unexpected and sometimes challenging situations. For a beginner teacher, it is not always easy to stop being a student and become a teacher, going through situations of "shock with the real" and "discovery" at the beginning of the career. At this stage, the teaching professional identity will be based on much of what he learned and lived throughout his life as a student, uniting the learning and experiences of his initial training, linked to the relationship established at school with his peers, students and parents. This research aimed to identify and analyze the construction of the identity of beginning teachers who work in the early years of public elementary school in the cities of Mariana and Ouro Preto. For its development, a qualitative approach methodology was used, using semi-structured interviews and questionnaires with 05 teachers. To support this discussion, contributions from authors were used, such as: Tardif (2012), who states that the teaching profession has its professional insertion long before its effective beginning, because, as a student, issues of the profession are already experienced. Marcelo Garcia (2010), who points out the first five years of teaching as the phase of professional insertion, a stage in his career that is described by Huberman (2005) as a “phase of survival”, permeated by feelings of “shock of reality” and "discovery". And Dubar (1997), who talks about the processes of identity construction based on relationships. From this work, it was realized the importance of the relationships established in the teacher's performance at school, in the development of initial training and in the relationships established when entering the career. The research pointed out that the construction of professional identity begins even before the process and initial training. Through contact with the profession in basic education, teachers approach and experience the first glimpse of the profession. It was noticed that the initial training presents questions that need to be improved in order to give more security to the beginning teacher. Activities such as the mandatory internship appear as a milestone in the training, since through it future teachers can have contact with the educational institution as students, with a restricted participation, being able to get to know the field of work better before starting as a conducting teacher. fact. The professional support relationship of the most experienced teachers was highlighted for providing beginners with more security by having the support of their colleagues. The research pointed out that even with common factors, the construction of identity is carried out in a unique way by each teacher. Each conducts teaching based on his various life and professional experiences.
Description: Programa de Pós-Graduação em Educação. Departamento de Educação, Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/12338
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 28/05/2020 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite a adaptação.
Appears in Collections:PPGEDU - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_ProfessoresAnosIniciais.pdf1,81 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons