Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/11864
Title: Resolução de problemas e crenças de autoeficácia : um estudo com alunos do sexto ano do ensino fundamental.
Authors: Assis, Cristian Quintão
metadata.dc.contributor.advisor: Torisu, Edmilson Minoru
Keywords: Aprendizagem baseada em problemas
Eficácia do ensino
Matemática - estudo e ensino
Issue Date: 2019
metadata.dc.contributor.referee: Torisu, Edmilson Minoru
Souza, Liliane Neves Inglez de
Viana, Marger da Conceição Ventura
Citation: ASSIS, Cristian Quintão. Resolução de problemas e crenças de autoeficácia: um estudo com alunos do sexto ano do ensino fundamental. 2019. 103 f. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática) – Instituto de Ciências Exatas e Biológicas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2019.
Abstract: Esse trabalho, de cunho qualitativo, reúne duas temáticas: Resolução de Problemas e Crenças de Autoeficácia. Envolveu nove alunos do sexto ano de uma escola pública de uma cidade do interior de Minas Gerais, dos quais três foram escolhidos para análise. O estudo teve como objetivo analisar como a resolução de problemas pode contribuir para fortalecer as crenças de autoeficácia do grupo de estudantes. O referencial teórico foi composto por ideias de vários autores que tratam da resolução de problemas em Educação Matemática e pela Teoria Social Cognitiva, desenvolvida por Albert Bandura, da qual a autoeficácia é um construto central. A pesquisa de campo durou onze semanas. Na primeira semana foi realizada uma avaliação diagnóstica e uma entrevista inicial. Nas semanas seguintes os estudantes resolviam problemas propostos pelo pesquisador. Nesse contexto, os estudantes eram convidados a apresentar suas soluções, expor suas dúvidas e recebiam incentivos por parte do pesquisador para não desistirem diante das dificuldades. A coleta de dados se deu por meio de entrevistas semiestruturadas, anotações em um diário de campo, registros das soluções dadas pelos estudantes aos problemas e de um instrumento denominado tirinhas, no qual os estudantes registravam suas impressões acerca dos encontros. A partir da análise dos dados pudemos perceber que a variedade de tipos de problemas apresentados permitiu aos estudantes experimentarem variados caminhos de solução de um mesmo problema desenvolvendo, com isso, sua capacidade autorregulatória. A autorregulação interfere nas crenças de autoeficácia, pois os resultados desse processo fornecem informações sobre o progresso, esforço e tempo despendido, o que pode incrementá-las. A pesquisa gerou um produto educacional que apresenta sugestões de como o(a) professor(a) de Matemática poderá utilizar essa variedade de problemas em sala de aula.
metadata.dc.description.abstracten: This qualitative work brings together two themes: Problem Solving and Self-efficacy Beliefs. It involved nine sixth grade students from a public school in a city in the interior of Minas Gerais, three of which were chosen for analysis. The study aimed to analyze how problem solving can contribute to strengthen the self-efficacy beliefs of the student group. The theoretical framework was composed by ideas from several authors that deal with problem solving in Mathematical Education and by Cognitive Social Theory, developed by Albert Bandura, of which self-efficacy is a central construct. The field research lasted eleven weeks. In the first week a diagnostic evaluation and an initial interview were performed. In the following weeks the students solved problems proposed by the researcher. In this context, the students were invited to present their solutions, expose their doubts and received incentives from the researcher not to give up in the face of difficulties. Data were collected through semi-structured interviews, notes in a field diary, records of students' solutions to problems, and an instrument called paper strips, in which students recorded their impressions about the meetings. From the analysis of the data we could realize that the variety of types of problems presented allowed the students to experiment different ways of solving the same problem, developing their self-regulatory capacity. Self-regulation interferes with self-efficacy beliefs because the results of this process provide information about progress, effort and time spent, which can increase them. The research generated an educational product that offers suggestions on how the math teacher might use this variety of problems in the classroom.
Description: Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática. Departamento de Matemática, Instituto de Ciências Exatas e Biológicas, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/11864
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 09/12/2019 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite a adaptação.
Appears in Collections:PPGEDMAT - Mestrado profissional (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_ResoluçãoProblemasCrenças.pdf2,18 MBAdobe PDFView/Open
PRODUTO_ResolverProblemasContribuir.pdf3,04 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons