Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/10578
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorItabaiana, Yasmine Antoninipt_BR
dc.contributor.advisorLocatelli, Marcus Viníciuspt_BR
dc.contributor.authorOliveira, Danilo Vieira-
dc.date.accessioned2018-12-03T13:05:01Z-
dc.date.available2018-12-03T13:05:01Z-
dc.date.issued2017-
dc.identifier.citationOLIVEIRA, Danilo Vieira. Aspectos da história de vida de Arthrocereus glaziovii (K.Schum.) N.P.Taylor & Zappi (Cactaceae), uma espécie endêmica do Quadrilátero Ferrífero, Minas Gerais, Brasil. 2017. 54 f. Dissertação (Mestrado em Ecologia de Biomas Tropicais) - Instituto de Ciências Exatas e Biológicas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2017.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/10578-
dc.descriptionPrograma de Pós-Graduação em Ecologia de Biomas Tropicais. Departamento de Biodiversidade, Evolução e Meio Ambiente, Instituto de Ciências Exatas e Biológicas, Universidade Federal de Ouro Preto.pt_BR
dc.description.abstractOs campos rupestres ferruginosos são ambientes com alta biodiversidade e com alto grau de endemismo para espécies da flora. Organismos que vivem nesses ambientes estão adaptados a condições edafoclimáticas adversas. Dentre estas espécies, Arthrocereus glaziovii (K.Schum.) N.P.Taylor & Zappi, cacto colunar arbustivo ameaçado de extinção e endêmico do Quadrilátero Ferrífero, localizado no extremo sul da Cadeia do Espinhaço, Minas Gerais. Investigamos neste estudo aspectos da história de vida de A. glaziovii como biologia floral e reprodutiva, densidade, distribuição espacial, fenologia reprodutiva, levantamento de visitantes florais e germinação de sementes. A biologia e morfologia florais sugerem a síndrome de esfingofilia. Apresenta padrão fenológico de floração do tipo anual com duração intermediária. Floração e frutificação foram assincrônicas entre as áreas de estudo. O número de flores e frutos foram positivamente influenciados pela temperatura, mas não foram influenciados pela pluviosidade. Encontramos dimorfismos para as flores de A. glaziovii, com flores de diferentes tamanhos entre as áreas de estudo e polimorfismos estilares, ou seja, flores com diferentes tamanhos do estilete. Experimentos de polinização controlada revelaram que o padrão reprodutivo diferiu entre as áreas de estudo, sendo que na Área 1 há limitação polínica, porém, na Área 2, os polinizadores foram mais eficientes. Os polinizadores noturnos foram mais eficientes que os polinizadores diurnos, pois foram responsáveis por uma maior produção de frutos e sementes em A. glaziovii. A. glaziovii foi considerada como parcialmente auto-compatível, mas com forte tendência à xenogamia, não excluindo portanto a forte dependência desta espécie de polinizadores para a reprodução cruzada. Os experimentos envolvendo germinação de sementes revelaram que as sementes oriundas do tratamento polinização natural germinaram mais do que as sementes oriundas do tratamento polinização cruzada manual. A densidade de cactos foi diferente entre as áreas de estudo, e o padrão de distribuição espacial foi do tipo agregado em ambas. Acreditamos que tais resultados serão de grande utilidade para a conservação, manejo e ainda utilização de A. glaziovii em programas de recuperação de áreas degradas no Quadrilátero Ferrífero.pt_BR
dc.rightsabertopt_BR
dc.subjectCampo rupestre ferruginosopt_BR
dc.subjectCactopt_BR
dc.subjectEsfingofiliapt_BR
dc.subjectBiodiversidadept_BR
dc.titleAspectos da história de vida de Arthrocereus glaziovii (K.Schum.) N.P.Taylor & Zappi (Cactaceae), uma espécie endêmica do Quadrilátero Ferrífero, Minas Gerais, Brasil.pt_BR
dc.typeDissertacaopt_BR
dc.rights.licenseAutorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 06/11/2017 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.pt_BR
dc.contributor.refereeItabaiana, Yasmine Antoninipt_BR
dc.contributor.refereeLeandro, Cristiane Martinspt_BR
dc.contributor.refereeMendonça Filho, Carlos Victorpt_BR
dc.description.abstractenThe Iron outcrops are environments with high biodiversity and a high degree of endemism for flora species. Organisms that live in these environments are adapted to adverse edaphoclimatic conditions. Among these species are Arthrocereus glaziovii (K.Schum.) N.P.Taylor & Zappi, a shrub columnar cactus endangered and endemic of the Iron Quadrangle, located at the southern end of the Espinhaço Chain, Minas Gerais. We investigated aspects of the life history of A. glaziovii as floral and reproductive biology, density, spatial distribution, reproductive phenology, floral visitor and seed germination. Floral biology and morphology suggest sphingophilia syndrome. It presents a phenological flowering pattern of the annual type with intermediate duration. Flowering and fruiting were asynchronous among the study areas. The number of flowers and fruits was positively influenced by temperature, but was not influenced by rainfall. We found dimorphisms for the flowers of A. glaziovii, with flowers of different sizes between study areas and style polymorphisms, that is, flowers with different sizes of the style. Controlled pollinated experiments revealed that the reproductive pattern differed among study areas, with natural pollination been more efficient in Area 2. The nocturnal pollinators were more efficient than the diurnal pollinators, as they were responsible for a higher production of fruits and seeds in A. glaziovii. A. glaziovii was considered as partially self-compatible, but with a strong tendency to xenogamy, thus not excluding the strong dependence of this species of pollinators for cross-breeding. Experiments involving seed germination revealed that the seeds from the natural pollination treatment germinated more than the seeds from the manual cross-pollination treatment. The density of cacti was different between study areas, and the spatial distribution pattern was of the aggregate type in all of them. We believe that these results will be of great use for the conservation, management and even use of A. glaziovii in programs for the recovery of degraded areas in the Quadrilátero Ferrífero.pt_BR
Appears in Collections:PPGEBT - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_AspectoHistóriaVida.pdf1,81 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons