Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/3968
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorCosta, Carlos Alberto da-
dc.contributor.authorGenaro, Odair-
dc.contributor.authorLana, Marta de-
dc.contributor.authorMagalhães, Paulo Araújo-
dc.contributor.authorDias, Magno-
dc.contributor.authorMichalick, Marilene Susan Marques-
dc.contributor.authorMelo, Maria Norma-
dc.contributor.authorCosta, Roberto Teodoro da-
dc.contributor.authorRocha, Neuza Maria de Magalhaes-
dc.contributor.authorMayrink, Wilson-
dc.date.accessioned2014-11-19T15:41:45Z-
dc.date.available2014-11-19T15:41:45Z-
dc.date.issued1991-
dc.identifier.citationCOSTA, C. A. et al. Leishmaniose visceral canina : avaliação da metodologia sorológica utilizada em inquéritos epidemiológicos. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, v. 24, p. 21-25, 1991. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/rsbmt/v24n1/04.pdf> Acesso em: 28 ago. 2014.pt_BR
dc.identifier.issn0037-8682-
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/3968-
dc.description.abstractFoi realizado um estudo comparativo da reação de imunofluorescencia indireta em eluatos de sangue de cães infectados experimentalmente com diferentes tripanosomatideos. Utilizaram-se como antigenopromastigotas de L. mexicana, L. braziliensis e L. chagasi. Os resultados mostraram que a sensibilidade do método foi de 87,5% para o diagnostico do calazar canino, independentemente do antígeno empregado; e que ocorre reação cruzada com Leishmaniose tegumentar em 75% dos casos e com doença de Chagas em 83,3%. Levantamento epidemiológico em área de leishmaniose confirma que a reação de imunofluorescencia em eluatos de sangue canino fornece reações cruzadas em cães infectados com Leishmania braziliensis e L. chagasi. Não se verificou reação cruzada pela RFC. Sugere-se a utilização da reação de imunofluorescencia nas campanhas de saúde publica, mas e de se chamar a atenção para o fato de que as taxas de positividade não devem ser utilizadas como indicadores da prevalência do calazar canino.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectLaishmania chagasipt_BR
dc.subjectCalazar caninopt_BR
dc.subjectImunofluorescênciapt_BR
dc.titleLeishmaniose visceral canina : avaliação da metodologia sorológica utilizada em inquéritos epidemiológicos.pt_BR
dc.typeArtigo publicado em periodicopt_BR
dc.rights.licenseA Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo. Permite remixagem, adaptação e nova criação a partir da obra para fins não comerciais desde que seja atribuído o crédito ao autor (CC BY-NC). Fonte: Diadorim <http://diadorim.ibict.br/handle/1/127>. Acesso em: 10 fev. 2020.pt_BR
dc.identifier.doihttp://dx.doi.org/10.1590/S0037-86821991000100004-
Appears in Collections:DEACL - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_LeishmanioseVisceralCanina.pdf278,17 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.