Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/2925
Title: Do íntimo ao público : adaptação de textos não dramáticos para o teatro.
Authors: Oliveira, Juliano Mendes de
metadata.dc.contributor.advisor: Galery, Maria Clara Versiani
Keywords: Tradução intersemiótica
Teoria da adaptação
Intertextualidade
Teatro
Dramaturgia
Issue Date: 2012
Publisher: Programa de Pós-Graduação em Letras. Departamento de Letras, Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto.
Citation: OLIVEIRA, J. M. de. Do íntimo ao público : adaptação de textos não dramáticos para o teatro. 2012. 131 f. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2012.
Abstract: Este trabalho oferece argumentos teóricos e reflexões práticas que fundamentam a adaptação artística de obras não dramáticas para sua encenação teatral como obra de arte em si. Para tanto, define a adaptação como um processo normalmente dividido em três textos distintos: a obra adaptada, denominada T1; o texto-adaptação, T2; e o produto adaptação, T3. A fundamentação teórica da pesquisa realizada foi composta pela Teoria da Adaptação, por alguns apontamentos da Teoria da Tradução – em especial, da tradução intersemiótica – e pela Semiologia Teatral. Em um primeiro momento, apresentam-se conceitos norteadores desse processo, para se entender a adaptação como um todo articulado. Propõe-se, então, a metáfora lastro, como uma regulação específica da adaptação de obras não dramáticas para o teatro. Em seguida, apresenta-se o Diagrama Geral das Adaptações, uma ilustração desse processo. Após, analisase cada um dos componentes desse processo, individualmente, para se traçar um panorama específico, com referenciais teóricos e práticos que fundamentam sua proposição. Por fim, analisam-se três montagens teatrais elaboradas a partir de obras não dramáticas pelo Grupo Residência, núcleo de pesquisa cênica de Ouro Preto, a saber: Os Cadernos (2001), elE, o Outro (2002) e Rato do Subsolo ou o Ódio Impotente (2009). Como resultado, o processo de adaptação de obras não dramáticas para o teatro é apresentado como uma atividade viva, necessariamente criativa, e não subordinada a um texto de origem.
metadata.dc.description.abstracten: This M.A. thesis provides readers with theoretical arguments and practical considerations underlying the adaptation of non-dramatic works to theatrical performance as works of art in themselves. Therefore, it defines adaptation as a process which is usually divided into three separate texts: the adapted work, called T1, the text-adaptation, T2, and the adaptation itself, T3. The theoretical basis of the investigation is composed of the Adaptation Theory, some concepts of the Translation Theory - in particular, the Intersemiotic Translation - and the Semiology of Theater. Firstly, we present concepts guiding this process so as to provide an understanding of adaptation as an articulated whole. Then the “collateral” metaphor is presented as a specific regulation of adaptation of non-dramatic works to theater. Then we present the General Diagram of Adaptations, an illustration of this process. Next, we analyze each component of this process individually in order to trace a specific panorama, with theoretical and practical references which underlie its proposition. Finally, we analyze three theatrical productions by Grupo Residência - a scenic research center in Ouro Preto - from non-dramatic works namely: Os Cadernos (2001), elE, o Outro(2002) and Rato do Subsolo ou o Ódio Impotente (2009). As a result, the process of adaptation of non-dramatic works to theater is presented as a lively and necessarily creative activity, and not subordinated to a source text.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/2925
Appears in Collections:POSLETRAS - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_ÍntimoPúblicoAdaptação.PDF2,05 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.