Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/2266
Title: Caracterização mineralógica e tecnológica dos lutitos diatomáceos da Península de Santa Elena, Equador.
Authors: Peralta Sánchez, Miguel Genaro
metadata.dc.contributor.advisor: Gomes, Newton Souza
Keywords: Lutitos diatomáceos
Arenitos
Ativação alcalina
Caracterização diatomáceas
Mineralogia
Issue Date: 2008
Publisher: Programa de Pós-Graduação em Evolução Crustal e Recursos Naturais. Departamento de Geologia, Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto.
Citation: PERALTA SÁNCHEZ, M. G. Caracterização mineralógica e tecnológica dos lutitos diatomáceos da Península de Santa Elena, Equador. 2008. 78 f. Dissertação (Mestrado em Evolução Crustal e Recursos Naturais) - Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2008.
Abstract: Os lutitos diatomáceos, que foram objeto de estudo nesta dissertação, estão inseridos no Membro Villingota da Formação Tosagua, na Bacia Progreso, na Península de Santa Elena, que constitui uma importante área localizada ao sudoeste do litoral do Equador. Arenitos presentes em alguns níveis da Formação Tosagua também foram objeto de investigação, devido a sua presença em forma de fragmentos de rocha nos lutitos diatomáceos. A Bacia Progreso é formada principalmente por terrenos sedimentares de origem marinha, com ocorrências de minerais e rochas industriais de interesse econômico. Na atualidade, este recurso mineral é explotado de maneira artesanal em pequena escala, para a fabricação de ração de aves e como corretivo do pH de solos. O trabalho desenvolvido nesta dissertação de mestrado incluiu a pesquisa de três ocorrências de lutitos diatomáceos localizadas em três povoados rurais: Sucre, Olmedo e San Antônio. A partir da aplicação de técnicas analíticas, foi possível identificar a mineralogia que é formada por calcita, quartzo, montmorilonita e feldspato, além de traços de caulinita, mica e zeólitas e, determinar o caráter lutito-silicoso e lutito-carbonático das amostras. Esta variação é relacionada com a presença em maior ou menor proporção dos microfósseis silicosos e carbonáticos como diatomáceas, radiolários, espículas e foraminíferos. O estudo petrológico dos arenitos associados mostrou que os litotipos apresentam uma extraordinária heterogeneidade mineralógica materializada pela ocorrência de 18 faces minerais detríticas, 13 diferentes tipos de fragmentos de rochas, bioclastos, 6 faces minerais autigênicas, além de matriz deposicional. A evolução diagenética foi marcada principalmente por processos eudiagenéticos que reduzeram drasticamente a porosidade primária das rochas. Devido ao seu predominante conteúdo silico-aluminoso, estes lutitos diatomáceos foram utilizados como matéria prima para a obtenção de geopolímeros, a partir da mistura com caulim e/ou aluminato de sódio, junto com os ativadores alcalinos hidróxido de sódio e silicato de sódio. Os corpos de prova dos geopolímeros observados ao microscópio eletrônico de varredura mostraram superfícies lisas, superfícies porosas, presença de trincas e de resíduos das matérias primas. Os corpos de prova mostraram resistência à compresão simples, demonstrando que os geopolímeros obtidos a partir do uso de lutitos diatomáceos podem ser utilizados na construção civil.
metadata.dc.description.abstracten: The diatoms lutite, that had been studied in this these, are inserted in the Villingota Member of the Tosagua Formation, in the Progreso Basin, in the Santa Elena Peninsula, that constitutes an important area located to the southwest of the coast of Ecuador. Arenites in some levels of the Tosagua Formation had also been researched, which had its presence as rock fragments in the diatoms lutite. The Progreso Basin is formed mainly by sedimentary lands of sea origin, with occurrences of minerals and industrial rocks of economic interest. In the present time, this mineral resource is extracted in artisan way in small scale, for the manufacture of birds food and as corrective of the pH of ground. The work developed in this these included the research of three occurrences of diatoms lutite in three rural towns: Sucre, Olmedo and San Antonio. From the application of analytical techniques, it was possible to identify the mineralogy that is formed by calcite, quartz, montmorillonite and feldspar, beyond traces of caulinite, mica and zeolites and, to determine the siliceous-lutite and carbonatic-lutite character of the samples. This variation is related with the presence in greater or minor ratio of carbonatic and siliceous microfossils as diatoms, radiolarians, espicules and foraminiferous. The petrologic study of the arenite associates it showed that the litotypes present an extraordinary heterogeneities mineralogical materialized by the occurrence of 18 detritics mineral faces, 13 different types of fragments of rocks, bioclastes, 6 autigenics mineral faces, beyond depositional matrix. The diagenetic evolution was marked mainly by eudiagenetics processes that drastically diminished the primary porosity of the rocks. Had to its predominant aluminum-siliceous content, these diatoms lutite had been used as raw material for geopolymers, from the mixture with kaolin and/or sodium aluminate, together with the alkaline activators sodium hydroxide and sodium silicate. The bodies of test of the geopolymers observed to the electron microscope of sweepings had shown smooth surfaces, porous surfaces, presence of fissures and residues of the raw materials. The test bodies had shown resistance to the simple compression, demonstrating that the geopolymers gotten from the use of diatoms lutite can be used in the civil construction.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/2266
Appears in Collections:PPGECRN - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_CaracterizaçãoMineralógicaTecnológica.pdf6,21 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.