Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/15162
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorPrado, Denise Figueiredo Barros dopt_BR
dc.contributor.authorSiqueira, Júlia Militão-
dc.date.accessioned2022-08-24T19:14:59Z-
dc.date.available2022-08-24T19:14:59Z-
dc.date.issued2022pt_BR
dc.identifier.citationSIQUEIRA, Júlia Militão. Telenovela de época e contemporaneidade: olhares decoloniais sobre as mulheres em Lado a Lado. 2022. 183 f. Dissertação (Mestrado em Comunicação) – Instituto de Ciências Sociais e Aplicadas, Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2022.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/15162-
dc.descriptionPrograma de Pós-Graduação em Comunicação. Instituto de Ciências Sociais e Aplicadas, Universidade Federal de Ouro Preto.pt_BR
dc.description.abstractEsta pesquisa reflete sobre como as mulheres são apresentadas na telenovela Lado a Lado, a partir da centralidade da diferença e das propostas do pensamento decolonial. Buscamos compreender a construção das personagens Laura e Isabel, os conflitos e as diferentes formas de opressão impostas a cada uma delas, bem como as tensões e as resistências nas interações propostas ao longo da trama. Retratada no período histórico do início do século XX, Lado a Lado tem como eixo central o desenvolvimento da amizade entre as duas personagens. Para tanto, no primeiro capítulo, refletimos sobre o pano de fundo histórico que compõe a telenovela, além das transformações econômicas, culturais, políticas e sociais que marcaram a época. O trabalho pondera sobre a relação entre colonialidade e modernidade, e considera a categoria gênero no pensamento colonial para refletir sobre a dupla opressão imposta às mulheres colonizadas. A interseccionalidade é acionada como categoria analítica, possibilitando refletir sobre os diferentes contextos sociais das personagens e os atravessamentos da narrativa de cada uma. No capítulo 2, consideramos as telenovelas enquanto um espaço de produção de saberes sobre o Brasil e analisamos a ficção de época, produzida e veiculada no contemporâneo, como possibilidade de ação e de reescrita do nosso passado. Buscamos analisar, também, o que a representação das interações e das resistências dessas personagens diz sobre a leitura do passado. Sendo assim, a metodologia deste trabalho parte da percepção dessas interações que envolvem o percurso narrativo das personagens, bem como dos eventos narrativos que marcam os principais eixos da história de cada uma. Por isso, as categorias de análise utilizadas para cada uma delas são: as relações amorosas e familiares, a memória histórica e o mundo do trabalho. Por fim, analisamos a amizade formada entre Laura e Isabel. Buscamos compreender o elo e as tensões que se interpõem entre essa relação, através do pensamento interseccional e decolonial. E refletimos, também, sobre as formas como a telenovela constrói as narrativas sobre as duas personagens, compreendendo o contexto, o lugar em que elas são posicionadas e se posicionam e, para além disso, de que forma isso é atravessado pelas suas relações sociais.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsabertopt_BR
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/us/*
dc.subjectO Contemporâneopt_BR
dc.subjectMemória coletivapt_BR
dc.subjectMulherespt_BR
dc.subjectTelenovelas - Brasil - história e críticapt_BR
dc.titleTelenovela de época e contemporaneidade : olhares decoloniais sobre as mulheres em Lado a Lado.pt_BR
dc.typeDissertacaopt_BR
dc.rights.licenseAutorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 18/08/2022 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.pt_BR
dc.contributor.refereePrado, Denise Figueiredo Barros dopt_BR
dc.contributor.refereeSimões, Paula Guimarãespt_BR
dc.contributor.refereeMatos, Daniela Abreupt_BR
dc.description.abstractenThis research reflects on how women are presented in the soap opera Lado a Lado, based on the centrality of difference and the proposals of decolonial thought. We seek to understand the construction of the characters Laura and Isabel, the conflicts and different forms of oppression imposed on each of them, as well as the tensions and resistances in the interactions proposed throughout the soap opera. Portrayed in the historical period of the early 20th century, Lado a Lado has as its central axis the development of friendship between the two characters. Therefore, in the first chapter, we reflect on the historical background that makes up the soap opera and its main events, which make it possible to think about the socio-historical context of Rio de Janeiro between the end of the 19th century and the beginning of the 20th century, in addition to the economic, cultural, political and social transformations that marked the time. In addition, the work ponders the relationship between coloniality and modernity, and considers the category of gender in colonial thought to reflect on the double oppression imposed on colonized women. Therefore, intersectionality is also activated as an analytical category, making it possible to reflect on the different social contexts of the characters and the crossings of each one’s narrative. In chapter 2, we consider telenovelas as a space for the production of knowledge about Brazil and we analyze period fiction, produced and broadcasted in the contemporary, as a possibility of action and rewriting of our past. We also seek to analyze what the representation of the interactions and resistances of these characters says about the reading of the past. Finally, the methodology starts from the perception of the interactions that involve the narrative path of the characters and the narrative events that mark the main axes of each one's history. Therefore, love and family relationships, historical memory and the world of work are the categories of analysis used for each character. In addition, we analyze Laura and Isabel's friendship. We seek to understand the link as well as the tensions that arise between this relationship, through intersectional and decolonial thinking. And we also reflect on the ways in which the soap opera builds the narratives about the two characters, understanding the context, the place in which they are positioned and, in addition, how this is crossed by their social relantionships.pt_BR
Appears in Collections:PPGCOM - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_TelenovelaÉpocaContemporaneidade.pdf2,86 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons