Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/14547
Title: Surdez e negritude : uma pesquisa sobre a identidade negra no uso da Libras.
Authors: Lima, Luana Isabel Gonçalves de
metadata.dc.contributor.advisor: Muniz, Kassandra da Silva
Keywords: Identidade
Lingua brasileira de sinais
Performances
Negros - Identidade racial
Issue Date: 2021
metadata.dc.contributor.referee: Muniz, Kassandra da Silva
Gonçalves, Clézio Roberto
Martins, Diléia Aparecida
Citation: LIMA, Luana Isabel Gonçalves de. Surdez e negritude: uma pesquisa sobre a identidade negra no uso da Libras. 2021. 155 f. Dissertação (Mestrado em Letras) - Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2021.
Abstract: Esta pesquisa tem como objetivo principal verificar se os negres Surdes performatizam a Libras de acordo com sua construção identitária étnico racial e o impacto da língua. A discussão volta-se a partir de dois momentos específicos: 1) - Apresentar os estudos que abordam a Linguística Aplicada Transgressiva desenvolvida por Pennycook (2006) em diálogo com os Estudos Culturais de Hall (1997); 2) - Verificar a possibilidade de uma sinalização ou sinais próprios dos negres Surdes. Ao refletirmos sobre essa temática, podemos fazer a seguinte indagação: Os sujeitos negres Surdes performatizam a Libras de acordo com a sua identidade étnico racial? Para responder ao problema da pesquisa, este estudo se baseia nos pressupostos teóricos do campo da Linguística Aplicada Crítica e Transgressiva em consonância com os Estudos Culturais que abordam as concepções de surdez, identidades, performatividade e racialidade. Como procedimentos metodológicos, dentro da abordagem qualitativa utilizamos a pesquisa etnográfica e o estudo de caso, e para alcançar os objetivos propostos a técnica escolhida para a geração de dados foi a entrevista semiestruturada. Para complementar a pesquisa foram realizadas entrevistas com Tradutores e Intérpretes de Libras, que foram concebidas como narrativas dentro desse trabalho como teor memorialístico, onde foi realizado uma pergunta geradora para que fosse desenvolvido de forma livre, sobre a temática voltada para o racismo dentro do ambiente de trabalho. Dos resultados alcançados, os sujeitos negres Surdes performatizam a Libras diferente por serem negres. Pelo fato da questão social, no qual as pessoas brancas têm mais acesso às escolas em comparação às negres e Surdes, por sempre de famílias de baixa renda e não tem condições de acesso escolar, e isso impacta dentro da comunidade surda e impacta também em relação a acessibilidade da Libras, pelo fato da maioria dos ambientes escolares não ter a presença do Tradutor e Intérprete de Libras em sala de aula. Além disso, a maioria dos Surdes nascem em famílias ouvintes e o contato que os Surdes têm com a Libras é somente na escola, assim, acontece a aquisição da Libras tardia.
metadata.dc.description.abstracten: The main objective of this research is to verify whether Deaf blacks perform Brazilian Sign Language according to their ethnic racial identity construction and the impact of this language. The discussion turns from three specific moments: 1) – Present the studies that approach the Transgressive Applied Linguistics developed by Pennycook (2006) in dialogue with the Cultural Studies of Hall (1997); 2) - Check the possibility of signaling or signs typical of Deaf blacks. When reflecting about this topic, we can ask the following question: Do black Deaf subjects perform Brazilian Sign Language according to their ethnic racial identity? In order to answer this research problem, the current study is based on theoretical assumptions in the field of Critical and Transgressive Applied Linguistics in line with Cultural Studies that address the conceptions of deafness, identities, performativity and raciality. As methodological procedures, within the qualitative approach, we used ethnographic research and case study, and to achieve the proposed objectives, the technique chosen for data generation was the semi-structured interview. To complement the research, interviews were conducted with Brazilian Sign Language Translators and Interpreters, who were comprehended as narratives within this work as a memorial content, where a generative question was asked to be developed in a free way, on the theme focused on racism within the environment of work. Regarding the results achieved, it was observed that through the research question "Do Black Deaf subjects perform Brazilian Sign Language according to their racial ethnic identity?" Deaf black subjects perform this language differently, because they are black. Because of the social issue, in which white people have more access to schools compared to blacks and Deaf people, always from low-income families who cannot afford school access, and this impacts within the Deaf community and also impacts in relation to the accessibility of Brazilian Sign Language, due to the fact that in most Brazilian schools’ environments there aren’t Brazilian Sign Language Translators and Interpreters in the classroom. In addition, most Deaf people are born into hearing families and the contact they have with Brazilian Sign Language is only at school, so the acquisition of this language takes place lately.
Description: Programa de Pós-Graduação em Letras. Departamento de Letras, Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/14547
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 11/02/2022 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite a adaptação.
Appears in Collections:POSLETRAS - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_SurdezNegritudePesquisa.pdf1,03 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons