Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/7782
Título: Macroinvertebrados de solo amostrados em pitfall : qual a relação com a restauração de matas ciliares?
Autor(es): Biondi, Stella Ferreira
Orientador(es): Antonini, Yasmine
Ferreira, Rodrigo Lopes
Palavras-chave: Biodiversidade - invertebrados de solo
Recuperação ecológica
Ecossistema - estrutura trófica
Data do documento: 2017
Membros da banca: Antonini, Yasmine
Beirão, Marina do Vale
Silva, Marconi Souza
Referência: BIONDI, Stella Ferreira. Macroinvertebrados de solo amostrados em pitfall : qual a relação com a restauração de matas ciliares? 2017. 58 f. Dissertação (Mestrado em Ecologia de Biomas Tropicais) - Instituto de Ciências Exatas e Biológicas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2017.
Resumo: Há evidências de que o sucesso na restauração de matas ciliares pode restabelecer a comunidade de invertebrados de solo. Entretanto, poucos estudos levam em consideração esta comunidade como um todo e a importância da sua estruturação trófica. Neste estudo, visamos responder como a estrutura da comunidade, em termos de abundância e riqueza, está relacionada à sua estrutura trófica. Além disso, avaliamos a variação destes parâmetros frente à pluviosidade. O local de pesquisa foram matas ciliares restauradas há 10, 20 e 30 anos. Quando analisamos toda a macrofauna de solo, não houve relação entre a abundância e riqueza taxonômica e a trófica, indicando redundância de espécies. Entretanto, notou-se que quanto mais morfoespécies um grupo taxonômico apresentou, mais grupos tróficos o representavam, indicando redundância reduzida dentro de cada grupo. Também observamos que o aumento da pluviosidade gera uma elevação na atividade da fauna de solo, sendo esta mais rica e mais funcional em épocas chuvosas. Dentre os grupos taxonômicos mais ricos e abundantes, Coleoptera e Hymenoptera se destacaram. Bem como os micetófagos, predadores e os saprófagos para os grupos tróficos. A estrutura da macrofauna de solo amostrada mostrou sucesso na restauração das matas ciliares, indicando uma comunidade típica de floresta secundária. Aqui enfatizamos a importância do estudo da fauna edáfica como um todo para compreender melhor como esta se comporta em relação à restauração florestal e à variações pluviométricas.
Resumo em outra língua: There is some evidence that successful restoration of riparian forests can reestablish the community of soil invertebrates. However, a few studies have considered this community as one community and the importance of its trophic structure. The aim of this study was answer how the community structure, in terms of abundance and richness, is related to its trophic structure. In addition, we evaluated the variation of these parameters due to the pluviosity. The research area were riparian forests recovered 10, 20 and 30 years ago. When we analyze the whole soil macrofauna, there is no relation of the abundance and taxonomic richness between the trophic richness, indicating species redundancy. However, we observed that the increase of morphospecies in a group raise the guild’s number that compose it, indicating reduced redundancy within each group. We also observed that the increase of the rainfall beget an increase in soil fauna activity, which is richer and more functional in rainy seasons. Coleoptera and Hymenoptera contrasted in the richest and most abundant taxonomic groups, as well the myctophages, predators and saprophagous for the trophic groups. The sampled macrofauna of soil structure showed success in the restoration of riparian forests, indicating a typical community of the secondary forest. Here we emphasize the importance of the study of the edaphic fauna as a community to comprehend how it reacts in a forest restoration and pluviometric variations.
Descrição: Programa de Pós-Graduação em Ecologia de Biomas Tropicais. Departamento de Biodiversidade, Evolução e Meio Ambiente, Instituto de Ciências Exatas e Biológicas, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/7782
Licença: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo autor, 17/05/2017, com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0, que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que seja citado o autor e licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação desta.
Aparece nas coleções:PPGEBT - Mestrado (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO_MacroinvertebradosSoloAmostrados.pdf1,87 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciado sob uma Licença Creative Commons Creative Commons