Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/7058
Título: Elaboração do modelo geomecânico tridimensional para a reavaliação e setorização geotécnica dos realces da Mineração Caraíba.
Autor(es): Freitas, João Paulo Silva de
Orientador(es): Figueiredo, Rodrigo Peluci de
Palavras-chave: Engenharia geotécnica
Métodos de simulação
Mecânica de rochas
Data do documento: 2016
Membros da banca: Lana, Milene Sabino
Vinueza, Germán
Referência: FREITAS, João Paulo Silva de Freitas. Elaboração do modelo geomecânico tridimensional para a reavaliação e setorização geotécnica dos realces da Mineração Caraíba. 2016. 217f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Geotécnica) – Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2016.
Resumo: Em 1998, a Mineração Caraíba S/A (Jaguarari-BA/Brasil) iniciou o método de lavra VRM (Vertical Retreat Mining) para a mina subterrânea. Essa técnica tem como princípio dividir verticalmente o corpo mineralizado em painéis de 60 a 25 metros de altura e 15 a 20 metros de comprimento. Após a extração de três painéis é deixado um sill pillar horizontal de 25m, visando garantir a estabilidade global da mina. Considerando a elevada profundidade da Mina Caraíba, os estudos geotécnicos são essenciais para garantir ao máximo a vida útil da mina subterrânea. Sendo assim, atualizou-se o banco de dados e seções geotécnicas do departamento de Geotecnia da Mineração Caraíba, adotando como metodologia para a caracterização geotécnica o sistema RMR de Bieniawski (1989), para furos de sondagens e mapeamento de campo, associando essas informações, ao sistema de monitoramento microssísmico da mina subterrânea. Dessa forma foi elaborada uma gama de dados, que resultou em um modelo geotécnico tridimensional da Mina Caraíba, obtendo 7 (sete) sólidos geométricos, discriminados pela caracterização do seu maciço rochoso. Posteriormente, fez-se uso dessas informações para avaliar empiricamente a estabilidade dos realces projetados para o bloco de lavra BL2118 (aproximadamente 1.180m de profundidade), utilizando para tal, o gráfico de estabilidade de Mathews et al. (1981), Potvin (1988) e Nickson (1992). Os resultados nos motivaram a propor novas dimensões para os realces leste/sul e leste/norte desse bloco. Com a nova geometria proposta e o projeto preliminar, realizou-se uma simulação numérica para os dois casos, utilizando o software Examine3D (elementos de contorno) da Rocscience, visando confrontar os fatores de segurança e as tensões induzidas obtidas em cada modelagem, buscando a melhor otimização para a lavra do bloco BL2118. A caracterização geomecânica, os métodos empíricos e a modelagem numérica, apresentados nessa dissertação, para o bloco de lavra BL2118 da Mina Caraíba, apresentaram condições favoráveis para a lavra dos realces com as dimensões propostos, viabilizando geotecnicamente o projeto dimensionado.
Resumo em outra língua: In 1998, the company Mineração Caraíba S/A, located in Jaguari – BA/Brazil began the VRM mining method (Vertical Retreat Mining) for underground mining. This technique has as a principle to divide vertically the mineralized body into panels of 60 to 25 meters tall, and 15 to 20 meters long. After extraction of three panels, a horizontal 25 meter sill pillar is left, aiming the global stability of the mine. Taking into consideration the elevated depth of the Caraiba Mine, the geotechnical studies are essential to most guarantee the life span of the underground mine. Thus, a data bank was updated as well as geotechnical sections of the department of Geotechnics of Caraiba Mining, adopting the RMR system by Bieniawski (1989), as methodology for geomechanical featuring for pumping holes and field mapping, associating those information to the microseismic monitoring system of the underground mine. Therofore, a set of data was elaborated, resulting in a tridimensional geomechanical sample of the Caraiba Mine, obtaining 7 (seven) geometric solids, discriminated by the rock mass. Afterwards, this information was used in order to empirically evaluate the stability of the stopes projected for the block of mining BL2118 (approximately 1,180 m deep), thus using the Mathews et al. stability graphic (1981), Potvin (1988) and Nickson (1992). The results motivated us to propose new dimensions for the east-south and east-north stopes of that block. With the new geometry proposed, and the preliminary project, a numeric simulation was done for both cases, by making use of software Examine 3D (boundary elements) of Rocscience, the model aims to confront the security factors and induce tensions, in hopes to better optimize mining of the BL2118 block. The geomechanical characterization studies, empirical methods, and numeric sampling presented in this dissertation for the BL2118 mining block of the Caraiba Mine, have presented favorable conditions for the mining of the proposed stopes, thus, geotechnically providing the dimensioned project.
Descrição: Programa de Pós-Graduação em Geotecnia. Núcleo de Geotecnia, Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/7058
Licença: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo autor, 12/08/2016, com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0, que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que seja citado o autor e licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação desta.
Aparece nas coleções:PPGEG - Mestrado profissional (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO_ElaboraçãoModeloGeomecânico.pdf26,44 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.