Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/6995
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorFonseca, Alberto de Freitas Castropt_BR
dc.contributor.advisorCastilho, Erica Rodriguespt_BR
dc.contributor.authorCabral, Lorena Soares Laia-
dc.date.accessioned2016-09-30T18:22:23Z-
dc.date.available2016-09-30T18:22:23Z-
dc.date.issued2016-
dc.identifier.citationCABRAL, Lorena Soares Laia. Análise comparativa do desempenho de prestadores públicos e privados de água no Brasil entre 2003 e 2013: há um vencedor?. 2016. 170 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Ambiental) – Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2016.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/6995-
dc.descriptionPrograma de Pós-Graduação em Engenharia Ambiental. Núcleo de Pesquisas e Pós-Graduação em Recursos Hídricos, Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós Graduação, Universidade Federal de Ouro Preto.pt_BR
dc.description.abstractO acesso aos serviços de água e esgoto são direitos fundamentais de todo cidadão. O poder público criou diferentes modelos institucionais para a gestão desses serviços ao longo da história do Brasil, perpassando pela estatização, descentralização e privatização. Atualmente, os serviços de água e esgoto são realizados por prestadores públicos e privados, prevalecendo as instituições públicas. Uma fonte de dados sobre essas instituições é o Sistema Nacional de Informação sobre Saneamento (SNIS), o qual fornece informações e indicadores sobre os serviços de água e esgoto desde o ano de referência 1995. Estudos recentes compararam os diferentes provedores de água e esgoto e apontam algumas diferenças. Porém a maioria deles foram realizados utilizando como base os dados de indicadores em um ano especifico e não compararam a evolução do desempenho dessas instituições. Diante disso, essa pesquisa teve por objetivo comparar o desempenho operacional entre as instituições públicas e privadas no período de 2003 a 2013 no Brasil. Para tanto, realizou-se revisão bibliográfica, consolidação de banco de dados, análises estatísticas descritivas e inferenciais, e ajustes de modelos de regressão linear múltipla. Os resultados demonstraram que há diferenças significativas entre Público e Privado. A Sanepar influenciou o desempenho do grupo Privado na primeira análise. Ressalta-se que os municípios com serviços privatizados já tinham o melhor desempenho desde o início do período de análise (2003). Apesar disso, observou-se que todos os prestadores apresentaram melhoria em diversos indicadores ao longo dos anos. As limitações do banco de dados do SNIS não permitiram a aplicação de modelos de regressão linear múltipla para investigar se a evolução do desempenho de prestadores públicos e privados é estatisticamente significativa. Portanto, sugere-se novos estudos que analisem prestadores público e privado que compartilhem da mesma situação inicial, comparando a evolução desses serviços nos anos posteriores.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsabertopt_BR
dc.subjectAbastecimento de águapt_BR
dc.subjectPrivatizaçãopt_BR
dc.subjectPrestação de serviçospt_BR
dc.subjectSaneamentopt_BR
dc.titleAnálise comparativa do desempenho de prestadores públicos e privados de água no Brasil entre 2003 e 2013 : há um vencedor?pt_BR
dc.typeDissertacaopt_BR
dc.rights.licenseAutorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 26/09/2016 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.pt_BR
dc.contributor.refereeGomes, Uende Aparecida Figueiredopt_BR
dc.contributor.refereeLibânio, Marcelopt_BR
dc.description.abstractenThe government created different institutional models for the management of water services throughout the country's history, passing by nationalization, decentralization and privatization. Currently, public and private providers realize water services. A data source for these institutions is the National Sanitation Information System (SNIS), which provides information and indicators on water and sewage services since the reference year 1995. Recent studies have compared the different water suppliers and sewage with results pointing some differences. However, most of them used indicators based on data in a specific year and did not compare the performance evolution of these institutions. Thus, this study aimed to compare the operational performance, between public and private institutions, in the period from 2003 to 2013 in Brazil. The methodology consisted of literature review, consolidation of indicators database, descriptive and inferential statistical analysis, and analysis of multiple linear regression. The results showed that there are significant differences between public and private each year. Sanepar (Sanitation Company of Paraná) influenced the performance of the Private group in the first analysis. Emphasize is given to, cities with privatized services, having best performance since the beginning of the analysis period. Nevertheless, it was observed that all providers showed improvement in several indicators over the years. Factor analysis allowed for reduction of the number of indicators, summarizing common characteristics to three factors. The limitations of the SNIS database did not allow the use of multiple linear regression models to investigate if the evolution of the performance of public and private providers was statistically significant. Therefore, it is suggested that new studies to analyze public and private providers that share the same.pt_BR
Appears in Collections:PROAMB - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_AnáliseComparativaDesempenho.pdf6,43 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.