Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/6908
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorMartoni, Rodrigo Meira-
dc.date.accessioned2016-08-19T19:19:40Z-
dc.date.available2016-08-19T19:19:40Z-
dc.date.issued2015-
dc.identifier.citationMARTONI, R. M. Ponderações acerca da ideologia no e do espaço turístico. Cenário, v. 3, p. 27-69, 2015. Disponível em: <http://periodicos.unb.br/index.php/revistacenario/article/view/17567>. Acesso em: 07 ago. 2016.pt_BR
dc.identifier.issn2318-8561-
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/6908-
dc.description.abstractO artigo trata de componentes ideológicos envolvendo os seus papéis na produção do espaço pelo turismo. Ao se questionar de onde vem o poder da ideologia, é realizada uma análise acerca de três concepções dessa categoria. A primeira aponta a ideologia como inversão e parcialidade em um processo histórico-social que se complementa, tanto para transformar a subjetividade em objetividade, como para tratar a aparência das coisas como se fossem totalidades. A segunda noção refere-se a ideologia como posicionamento de classe, abarcando alguns grupos que atuam (de maneira deliberada e/ou irrefletida) na mistificação e naturalização dos processos socioespaciais, e outros que, norteados por procedimentos que lhes permitem reproduzir idealmente a realidade, cumprem o importante papel de desmistificar os primeiros. Associada a essas noções que posicionam as ideologias no espaço alcançado pelo turismo, está a terceira concepção mais fundamental. Essa contempla a ideologia como algo enraizado às operações socioprodutivas reificadas ou do espaço turistificado, as quais não podem ser modificadas qualitativamente sem a supressão da relação cada vez mais contraditória entre capital versus trabalho. Por meio dessa análise que auto- implica as diferentes e complementares concepções, verifica-se que o turismo é um importante mecanismo de alienação, seja pelas aparências tão necessárias à circulação, seja pela forma como é produzido.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsabertopt_BR
dc.subjectIdeologiapt_BR
dc.subjectProdução do espaçopt_BR
dc.subjectCapitalpt_BR
dc.subjectTourismpt_BR
dc.titlePonderações acerca da ideologia no e do espaço turístico.pt_BR
dc.title.alternativeConsiderations about the ideology in and of the touristical space.pt_BR
dc.typeArtigo publicado em periodicopt_BR
dc.rights.licenseO periódico Cenário permite o depósito da versão pós-print de um artigo. Permite remixagem, adaptação e nova criação a partir da obra para fins não comerciais desde que seja atribuído o crédito ao autor (CC BY-NC). Fonte: Diadorim <https://diadorim.ibict.br/handle/1/672>. Acesso em: 09 out. 2019.pt_BR
dc.description.abstractenThe present article adresses the ideological components and its position in the production of space by tourism. Questioning from where comes the power of ideology, an analysis is conducted about the three conceptions that compose this category. The first conception points the ideology as an inversion and with parciality in a historical-social process that is complemented by itself, both to transform the subjetivity in objectivity and to treat the appearence of things in its totalities. The second one makes reference to ideology as a class position, covering some groups which act (deliberately or thoughtlessly) for the mystification and naturalization of socio-spatial processes, and others that, guided byprocedures that permit to reproduct ideally the reality, fulfill the important role of desmistify those first groups. The third and even more fundamental conception is associated with these notions that position the ideologieson the space reached by tourism. It contemplates ideology as something rooted in the socio-productives operations, reified or even of the touristic space. These operations can not be changed without the suppression of the contradictory conection between capital versus work. Through this analysis, which implies diferent and complementary conceptions, it is possible to verify tourism as an important alienation mechanism because of its appearance and the way it is produced as well.-
dc.identifier.doihttps://doi.org/10.26512/revistacenario.v3i5.15218-
Appears in Collections:DETUR - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_PonderaçõesAcercaIdeologia.pdf604,32 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.