Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/6441
Título: O Impacto do enriquecimento ambiental no comportamento e fisiologia de emas (Rhea americana, Rheidae, Aves).
Autor(es): Lima, Márcia Fontes Figueiredo
Orientador(es): Young, Robert John
Azevedo, Cristiano Schetini de
Furtado, Priscila Viau
Palavras-chave: Impacto ambiental - avaliação
Ema - ave
Animais - comportamento
Data do documento: 2015
Referência: Lima, Márcia Fontes Figueiredo. O Impacto do enriquecimento ambiental no comportamento e fisiologia de emas (Rhea americana, Rheidae, Aves). 2015. 62 f. Dissertação (Mestrado em Ecologia de Biomas Tropicais) - Instituto de Ciências Exatas e Biológicas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2015.
Resumo: A ema, Rhea americana, pertence à ordem Rheiformes e é considerada a maior ave da América do Sul e figura na categoria quase ameaçada globalmente. O ambiente cativo é um fator limitante, levando os animais a exibirem um comportamento diferente, dado que o local onde permanecem não apresenta as mesmas condições que o habitat natural. O estresse pode ser definido como uma resposta biológica do indivíduo ao perceber ameaças à sua homeostase; quando essa resposta traz ameaças ao bem-estar do animal, pode-se dizer que este animal está sofrendo. Aliar medidas comportamentais e hormonais não-invasivas é uma maneira de se elucidar a correlação entre estes dois parâmetros na avaliação do bem-estar animal. O enriquecimento ambiental reduz o estresse e minimiza o número de exibição dos comportamentos estereotipados nos animais em cativeiro. Nos trabalhos de enriquecimento, as coletas de dados normalmente ocorrem somente na hora em que o item de enriquecimento é ofertado, podendo acarretar em vícios nas análises, tendenciando os resultados. O objetivo do estudo foi comparar o repertório comportamental com os níveis fecais de hormônios de estresse de espécimes de emas mantidos em cativeiro e avaliar a influência do horário de coleta na exibição dos comportamentos das emas. Foram estudadas nove emas da Fundação Zoo-Botânica de Belo Horizonte, alojadas em três recintos (4, 2 e 3 indivíduos em cada recinto). O estudo foi dividido em três fases (antes, durante e depois do enriquecimento) usando frutas espalhadas pelo recinto como enriquecimento. As coletas comportamentais foram realizadas das 8:00h as 17:00h com horários alternados entre os recintos. A coleta das fezes ocorreu em todas as fases do estudo, uma vez por dia. Os comportamentos anormais e os níveis de metabolitos de glicocorticoides (GCM) fecais tiveram redução significativa no estudo, observando uma correlação positiva entre a produção de GCM e a exibição dos comportamentos anormais. Não houve influência do horário da coleta nos comportamentos anormais. Com os resultados obtidos, conclui-se que o uso de enriquecimento ambiental do tipo alimentar deve ser estimulado em Instituições mantenedoras desses animais em cativeiro, pois seus efeitos benéficos auxiliam a manutenção de um alto bem-estar, facilitando o manejo e auxiliando na conservação da espécie. _____________________________________________________________________________________
ABSTRACT : The greater rhea, Rhea americana, belongs to the order Rheiformes and it is considered the biggest bird from South America and is included in the category near threatened globally. The captivity environment is a limiting factor that leads the animals to display a different behaviour, given that the local where they remain in does not present the same conditions than the natural habitat. Stress can be defined as a biological response of an individual when it realizes threats to its homeostasis; when these responses bring threats to the animal welfare, one can say the animal is in suffering. Allying behavioural and non-invasive hormonal measures is a way to elucidate the relation between these two parameters in animal welfare evaluation. Environmental enrichment reduces stress and minimizes the number of stereotyped behaviour in captive animals. In enrichment works, data collection often occur only at the time the enrichment item is offered, which can result in analysis vices, and biased results. The objective of this study was to compare behaviour repertoire and faecal levels of stress hormones in greater rheas kept in captivity, and to evaluate the influence of colection time in behaviour display of greater rheas. Nine rheas from Fundação Zoo-Botânica de Belo Horizonte were studied. They were housed in three enclosures, being 4, 2 and 3 individuals in each enclosure. The study was divided into three phases (baseline, enrichment and post-enricment) using scattered fruits over the enclosure as enrichment. Behavioural collection was done from 8 am to 5 pm with alternated times between enclosures. Faecal collection occurred in all the phases of the study, once a day. Abnormal behaviours and faecal glucocorticoid metabolites (GCM) levels showed significant reduction in the study, and a positive relation between GCM production and abnormal behaviours display. There was not an influence of the data collection time on abnormal behaviours. With the obtained results, we conclude that the use of food type as environmental enrichment should be encouraged in institutions that keep these animals in captivity, because its profitable effects help maintain a high welfare by facilitating the handling and helping conservation of this specie.
Descrição: Programa de Pós-Graduação em Ecologia de Biomas Tropicais. Departamento de Biodiversidade, Evolução e Meio Ambiente, Instituto de Ciências Exatas e Biológicas, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/6441
Licença: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo autor, 04/03/2016, com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0, que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que seja citado o autor e licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação desta.
Aparece nas coleções:PPGEBT - Mestrado (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO_ImpactoEnriquecimentoAmbiental.pdf904,91 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.