Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/6407
Título: Um exemplo de desaceleração da sucessão natural em florestas montanas pós abandono de plantio de Camellia sinensis (l.) Kuntze (Theaceae) : o papel potencial de pioneiras nativas na inibição da invasão biológica.
Autor(es): Caserio, Barbara Machado
Orientador(es): Ribeiro, Sérvio Pontes
Palavras-chave: Sucessão ecologica
Plantas
Data do documento: 2015
Referência: CASERIO, Barbara Machado. Um exemplo de desaceleração da sucessão natural em florestas montanas pós abandono de plantio de Camellia sinensis (l.) Kuntze (Theaceae) : o papel potencial de pioneiras nativas na inibição da invasão biológica. 2015. 69f. Dissertação (Mestrado em Ecologia de Biomas Tropicais) - Instituto de Ciências Exatas e Biológicas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2015.
Resumo: O conhecimento da estrutura e dinâmica de populações florestais é decisivo para garantir o sucesso no manejo sustentável de florestas, além de contribuir para a compreensão de processos ecológicos e evolutivos. Este trabalho foi realizado no Parque Estadual do Itacolomi, Minas Gerais, onde o abandono do cultivo de chá (Camellia sinensis) levou ao estabelecimento de uma monodominância da espécie pioneira Eremanthus erythropappus. Testamos a hipótese de que a falta de manejo do chá levou a uma desaceleração no processo de sucessão natural, além de verificar se há um gradiente sucessional da substituição de espécies em direção à comunidade arbórea nativa. Três áreas foram amostradas: uma caracterizada por dominância de E. erythropappus, uma área adjacente de Floresta Montana com histórico de extrações de madeira e abertura de clareiras e um fragmento de Floresta Montana Nativa. Foram feitas dez parcelas de 20x20m em cada, exceto na área de mata nativa, e nelas foram identificados todos os indivíduos com CAP acima de 10cm, sendo que as frequências, densidades, dominâncias e valores de importância e cobertura foram determinados. Os resultados demonstraram que E. erythropappus é a espécie mais representativa na área dominada por candeias. Além disso, o número elevado de indivíduos de espécies pioneiras indicam que esta área se encontra ainda em um estágio inicial de sucessão. Por outro lado, a comparação da diversidade com a área de mata impactada e com a mata nativa mostra que há uma similaridade de 50% de espécies entre essas áreas, sugerindo que a sucessão natural está progredindo para a composição florística da mata nativa. O maior valor do IVI de E. erythropappus mortas na área de mata impactada e o valor decrescente no IVI de E. erythropappus vivas indica que a permanência dessa espécie no sistema inibe o avanço da sucessão. Foram encontrados 1,78 pés de C. sinensis por m² com uma altura média de 1m no sub-bosque do fragmento de mata nativa, indicando uma invasão do chá na área de mata nativa. A presença do chá atualmente na área de mata impactada e no fragmento de mata nativa sugere que ele possa desacelerar a sucessão ou mesmo retroceder a estrutura florística por invasão de áreas intocadas. Por outro lado, a virtual ausência do chá junto com candeia demonstra que a capacidade inibitória desta espécie nativa, se por um lado desacelera a sucessão na floresta, por outro pode prevenir a invasão de exóticas. Esse estudo mostra que certas práticas agroflorestais mal manejadas nos trópicos podem causar a diminuição da diversidade. _____________________________________________________________________________________
ABSTRACT: The knowledge of structure and dynamics of forest populations is decisive to ensure success in sustainable forest management, and also collaborate with the understanding of ecological and evolutive processes. This study was held in Itacolomi State Park, Brazil, where the abandonment of the tea (Camellia sinensis) cultivation led to the establishment of an Eremanthus erythropappus (Asteraceae) monodominance. We tested the hypothesis that large monodominant populations of pioneer species may delay before facilitate natural succession, regardless native or invasive species. Hence, the absence of the tea menegement led to a delay in the natural succession process as well as the survival of E. erythroppapus large populations. Three areas were sampled: an area characterized by the dominance of E. erythropappus, a Montane Forest with history of timber extraction and gaps formation, and a control preserved forest. Ten plots of 20x20m were settled in each area, except on the preserved forest, and in them were identified all individuals above 10cm of breast height circumference, which were analyzed in terms of frequency, density, dominances and importance and coverage values. The results have shown that E. erythropappus is most representative species in the candeias dominance area, in which high mortality of this species suggest it may be a regressive population. Besides that, the high number of pioneer plants indicates that this area is in an early successional stage. On the other way, the diversity comparison with the disturbed area and with the native forest shows that there is a species similarity of 50% between these areas, suggesting that the natural succession is progressing towards the floristic composition of the native forest. The high IVI value of dead E. erythropappus in the disturbed forest and the decreasing IVI value of living E. erythropappus shows that the permanence of this species in the system inhibits the succession advancement. In the native forest understory 1.78 individuals per square meter of C. sinensis were found, with an average height of 1m, indicating an invasion of C. sinensis in the native forest. The currently presence of tea at the disturbed forest and the native forest suggests that it can refrain the succession or even reverse the floristic structure through invasion of untouched areas. On the other hand, virtually absence of tea with E. erythropappus demonstrates that the inhibitory ability of this native species, if for one hand decelerates the forest succession, by the other can prevent the exotic invasion. This study shows that certain badly managed agroforestry practices in the tropics can lead to a decrease in diversity.
Descrição: Programa de Pós-Graduação em Ecologia de Biomas Tropicais. Departamento de Biodiversidade, Evolução e Meio Ambiente, Instituto de Ciências Exatas e Biológicas, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/6407
Licença: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo autor, 10/03/2016, com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0, que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que seja citado o autor e licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação desta.
Aparece nas coleções:PPGEBT - Mestrado (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISERTAÇÃO_ExemploDesaceleraçãoSucessão.pdf1,78 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciado sob uma Licença Creative Commons Creative Commons