Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/5856
Título: Se reconstruirmos elas virão? abelhas e vespas solitárias que nidificam em cavidades preexistentes em matas ciliares restauradas no cerrado do Sudeste do Brasil.
Autor(es): Araújo, Gustavo Júnior de
Orientador(es): Itabaiana, Yasmine Antonini
Palavras-chave: Bioindicator
Ecosystem services
Restoration
Riparian forest
Data do documento: 2015
Referência: ARAÚJO, Gustavo Júnior de. Se reconstruirmos elas virão? Abelhas e vespas solitárias que nidificam em cavidades preexistentes em matas ciliares restauradas no cerrado do Sudeste do Brasil. 2015. 88f. Dissertação (Mestrado em Ecologia de Biomas Tropicais) - Instituto de Ciências Exatas e Biológicas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2015.
Resumo: As matas ciliares compõem uma vegetação característica de margem de corpos d’água, apresentando importantes funções ecossistêmicas, impedindo o assoreamento de rios, lagos e lagoas, promovendo a estabilidade nos ambientes aquáticos, atuando como corredores ecológicos e funcionando como importantes áreas de refúgio para diversas espécies da fauna. Nesse trabalho avaliou-se o sucesso da restauração de quatro fragmentos de mata ciliar, no entorno do Reservatório da Usina Hidrelétrica de Volta Grande situada entre os estados de Minas Gerais e São Paulo comparando-as com um fragmento que passou por processo de sucessão natural. Utilizou-se como indicador a comunidade de abelhas e vespas solitárias que nidificam cavidades preexistentes. Avaliou-se a relação entre largura, período de recuperação, matriz adjacente e a estrutura da vegetação sobre a riqueza, abundância, composição e rede de interação com parasitas de ninhos. As matas ciliares restauradas apresentaram uma riqueza (s=20) e abundância (n=368) maiores em relação a vários outros levantamentos em áreas primárias. A área referência e as áreas com maior largura apresentaram uma maior riqueza de abelhas e as áreas mais novas apresentaram maior abundância de vespas. A maior quantidade de fragmentos de cerrado na matriz determinou a maior riqueza e abundância de abelhas e vespas. Quanto maior a complexidade estrutural da vegetação nos fragmentos mais diversificada é a comunidade e diferentes espécies responderam de forma diferente a essa complexidade. As abelhas e vespas solitárias que nidificam em cavidades preexistentes se mostraram excelentes preditoras de qualidade ambiental, demonstrando que o processo de restauração das matas ciliares está caminhando para o sucesso por disponibilizar ambientes para a ocupação da fauna e estar recuperando dos serviços ecossistêmicos perdidos. __________________________________________________________________________________________
Riparian forests play an important role in the preservation of water bodies and, in maintaining biodiversity, act as refuges for many species or can be used as ecological corridors. The restoration of these environments is critical to the recovery of pollinator communities. In this work we study the role of restored riparian forest on the riverbanks of the Volta Grande Reservoir (MG and SP) in maintaining bees and wasps communities that nest in preexisting cavities so as to verify if here is difference in richness, abundance and composition throughout the seasons (dry and wet), if there is a relationship between richness and abundance of these individuals and their parasites and the degree of specialization of parasites in relation to the hosts. Were recorded 12 species of wasps, eight of bees and nine species of parasites of the orders Coleoptera, Diptera, Hymenoptera in addition to mites and fungi. The wasps Trypoxylon nitidum (Smith, 1856), Pachodynerus grandis Willink & Roig-Alsina, 1998 and the bee Centris (Heterocentris) analis (Fabricius, 1804) were the most abundant. Areas with longer time of restoration showed higher species richness. However the abundance was higher in most recent areas. The composition of bees and wasps assembly has not changed between the four seasonal periods evaluated, although it has changed between sampling areas. The richness and abundance were higher in warmer and rainy periods. The rate of bee mortality was 45.68% and 48.62% for the wasps. Richness parasites correlated positively with the richness and abundance of bees and wasps. The network of host- parasite interaction has a modular configuration with generalists and specialists. Recovered riparian forests are providing environmental conditions necessary for the maintenance of bees and wasps communities that nest in preexisting cavities.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/5856
Licença: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo autor, 31/07/2015, com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0, que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que seja citado o autor e licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação desta.
Aparece nas coleções:PPGEBT - Mestrado (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO_ResconstruirmosVirãoAbelhas.pdf14,85 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciado sob uma Licença Creative Commons Creative Commons