Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/5763
Title: De herói a tirano : as interpretações do porfiriato entre os anos de 1902 e 1920.
Authors: Barbosa, Fernanda Bastos
metadata.dc.contributor.advisor: Fernandes, Luiz Estevam de Oliveira
Keywords: Porfírio
Intelectuais
México - história - Porfírio Diaz - 1876-1880
Issue Date: 2014
Citation: BARBOSA, Fernanda Bastos. De herói a tirano: as interpretações do porfiriato entre os anos de 1902 e 1920. 2014. 123 f. Dissertação (Mestrado em História) - Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2014.
Abstract: Porfirio Díaz tornou-se presidente constitucional do México em 1877. Manteve-se no governo, por meio de reeleições, até o ano de 1911, época em que renunciou devido à eclosão da Revolução Mexicana (1910). O período correspondente aos seus anos de governo é conhecido como Porfiriato. Sobre esta conjuntura existe uma ampla produção histórica, desde o período contemporâneo à presidência de Díaz até o hodierno. O objetivo da dissertação foi, a partir de uma literatura específica referente ao assunto e da utilização de fontes primárias, pesquisar os modelos interpretativos sobre o governo de Don Porfirio construídos entre os anos de 1902 e 1920, ou seja, entre a última década em que ele permaneceu no cargo de presidente até o final da primeira fase revolucionária. As fontes utilizadas para atingir tal objetivo foram seis obras impressas de indivíduos que escreveram sobre o presidente e seus anos de governo: El General Porfirio Díaz, de Bernardo Reyes (1902); México: su evolución social, compilada por Justo Sierra Méndez entre 1900 e 1902; La sucesión presidencial en 1910: el Partido Nacional Democrático, de Francisco Ignácio Madero (1908); Barbarous Mexico, de John Kenneth Turner (1910); De Porfirio Díaz à Francisco Madero: la sucesión dictatorial, escrita por Luis Lara Pardo em 1912 e El verdadero Díaz y la Revolución (1920), de Francisco Bulnes. Nestes trabalhos percebemos e procuramos explicar as transformações de um discurso, ou seja, como as avaliações sobre o porfirismo modificaram-se desde a última década do século XIX até 1920. De grande pai da nação, como o interpretou a geração oitocentista de polígrafos, ele passou a ser representado (principalmente durante a Revolução) como um ditador tirânico, que concentrou em suas mãos uma grande parcela de poderes políticos e suprimiu a dinâmica partidária existente no cenário público do país.
metadata.dc.description.abstracten: Porfirio Díaz became constitutional president of Mexico in 1877. Remained in government, through reelections, until 1911, at which time he resigned due to the outbreak of the Mexican Revolution (1910). The corresponding to their years of government period is known as the Porfiriato. About this conjuncture there is ample historical production from the contemporary period the presidency Diaz to the meeting today. The aim of this work was, from a specific literature on the subject and use of primary sources, research the interpretive models over the government of Don Porfirio built between the years 1902 and 1920; ie from the last decade that he remained as president until the end of the first revolutionary phase. The sources used to achieve this goal were six printed works of individuals who wrote about the president and his years of government: El General Porfirio Díaz, by Bernardo Reyes (1902), Mexico: su social evolución, compiled by Justo Sierra Méndez between 1900 and 1902; La sucesión presidencial en 1910: el Partido Nacional Democrático, by Francisco Ignacio Madero (1908); Barbarous Mexico by John Kenneth Turner (1910); De Porfirio Díaz à Francisco Madero: la sucesión dictatorial, written by Luis Lara Pardo in 1912 and El verdadero Díaz y la Revolución (1920 ), by Francisco Bulnes. In these works we see and try to explain the transformations of a discourse, ie, as the reviews of the porfirismo were modified since the last decade of the nineteenth century until 1920. Great father of the nation, as the nineteenth century interpreted the generation of polygraphs, he was represented (especially during the Revolution) as a tyrannical dictator who concentrated in their hands a great deal of political powers and deleted the existing party dynamics in the scenario public of the country.
Description: Programa de Pós-Graduação em História. Departamento de História, Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/5763
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 09/11/2015 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.
Appears in Collections:PPGHis - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_HeroiTiranoInterpretações.pdf1,06 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons