Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/4966
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorAntunes, Álvaro de Araújopt_BR
dc.contributor.authorPereira, Luciano Guimarães-
dc.date.accessioned2015-04-09T10:56:37Z-
dc.date.available2015-04-09T10:56:37Z-
dc.date.issued2014-
dc.identifier.citationPEREIRA, Luciano Guimarães. A defesa da honra: processos de injúria no século XVIII em Mariana, Minas Gerais. 2014. 216 f. Dissertação (Mestrado em História) - Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2014.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/4966-
dc.descriptionPrograma de Pós-Graduação em História. Departamento de História, Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto.pt_BR
dc.description.abstractA presente dissertação investiga as ações de injúria propostas no foro secular, durante o século XVIII, em Mariana, com o propósito de analisar a aplicação do direito na defesa da honra, considerando as virtudes que delimitavam o papel da honra naquela sociedade. O estudo discute os aspectos ligados ao Antigo Regime e a natureza das relações entre a jurisdição e a administração sugerindo características para a diferenciação entre os sistemas de mercês e os contratos, partindo dos estudos sobre a dádiva e pagamento. A sociedade mineira no século XVIII estava em formação. No mesmo período, o império português estava em transformação. Na pouca presença dos estratos mais rígidos Antigo Regime português, a sociedade mineira apresentou mais mobilidade social, além de características próprias, oriundas da presença indelével da escravidão. Contudo, os valores do Antigo Regime se mantiveram presentes, embora já atingidos pelas mudanças do pensamento liberal, cuja evidência pode ser vista através da mudança no sistema de mercês que passou a conviver com um regime francamente contratual.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectJustiçapt_BR
dc.subjectVirtudept_BR
dc.subjectVíciopt_BR
dc.subjectPoder e linguagenspt_BR
dc.titleA defesa da honra : processos de injúria no século XVIII em Mariana, Minas Gerais.pt_BR
dc.typeDissertacaopt_BR
dc.rights.licenseAutorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 06/04/2015 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.pt_BR
dc.description.abstractenThis dissertation investigates the actions of injury proposed in secular court, during the eighteenth century, in Mariana, for the purpose of analyzing the application of law in defense of honor, considering the virtues which marked the honor role in that society. The study discusses aspects related to the Old Regime and the nature of relations between the jurisdiction and the administration suggesting features for differentiation between systems favors and contracts, based on the studies of the gift and payment. The society of Minas in the eighteenth century was in generating. In the same period, the Portuguese empire was changing. The little presence of the strictest layer Portuguese Ancient Regime, the society of Minas had more social mobility, in addition to its own characteristics, arising from the indelible presence of slavery. However, the values of the Old Regime remained present, although already achieved by changes of liberalism, whose evidence can be seen through the change in the system that favors started living with a frankly contractual basis.-
Appears in Collections:PPGHis - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_DefesaHonraProcessos.pdf1,72 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons