Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/3054
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorLameiras, Fernando Soarespt_BR
dc.contributor.authorSouza, Rafael Eler de-
dc.date.accessioned2013-07-05T16:08:16Z-
dc.date.available2013-07-05T16:08:16Z-
dc.date.issued2013-
dc.identifier.citationSOUZA, R. E. de. Utilização de resíduo de mineração para obtenção de madeira plástica. 2013. 62 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Materiais) – Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2013.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/3054-
dc.description.abstractA madeira plástica é um material que vem ganhando cada vez mais destaque como material alternativo, principalmente na construção civil. As qualidades deste compósito vão além das características mecânicas. O seu apelo ecológico é muito grande, pois permite reciclar os resíduos poliméricos, que demorariam centenas de anos para se decompor. Existe um grande esforço no meio acadêmico e industrial na pesquisa de novas composições, para constante melhoria do material, visto que na produção da madeira plástica é permitida uma vasta combinação de componentes, podendo ser uma opção de reciclagem para mais de um tipo de resíduo. Neste trabalho foram desenvolvidas madeiras plásticas utilizando material plástico reciclado. O compósito foi obtido a partir de polipropileno, polietileno de baixa e alta densidade e resíduo arenoso proveniente da flotação do itabirito. Foram realizados vários experimentos com diferentes composições para obtenção da madeira plástica. Com uma extrusora aquecida e estabilizada a uma temperatura de 175C° nas 5 zonas, a mistura planejada foi colocada no funil aos poucos, para controlar o fluxo da extrusão. O compósito foi extrudado, coletado nos moldes e mantido descansando por 1 minuto para a saída de vapores da amostra. Após o descanso, os moldes com material coletado foram levados até a uma prensa, sendo prensados a 9810N/m2 e mantidos sob essa pressão por mais de 1 minuto. Aliviada a pressão, os moldes foram colocados por mais 5 minutos para o resfriamento e desenformado. A madeira plástica obtida foi testada para identificação da melhor composição do compósito. No intuito de analisar sua durabilidade em ambiente externo, as composições foram irradiadas com raios gama, para avaliar as perdas das propriedades dos compósitos. A madeira plástica desenvolvida tem como finalidade a fabricação de mourões de cerca e pallets, sendo uma alternativa ao eucalipto. O compósito comportou o resíduo arenoso até 25% em peso de forma a manter as propriedades físicas desejáveis e boa resistência a radiação, podendo ser exposta a ambientes externos por mais de 80 anos sem perdas de propriedades.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherPrograma de Pós-Graduação em Engenharia de Materiais. Rede Temática em Engenharia de Materiais, Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação, Universidade Federal de Ouro Preto.pt_BR
dc.subjectResíduo - mineraçãopt_BR
dc.subjectMadeira plásticapt_BR
dc.subjectPolímeropt_BR
dc.titleUtilização de resíduo de mineração para obtenção de madeira plástica.pt_BR
dc.typeDissertacaopt_BR
dc.description.abstractenThe plastic timber is a material that has been gaining increasing prominence as an alternative material, mostly in construction. The qualities of this composite are beyond the mechanical characteristics. For instance, its ecological appeal is very large because it allows recycling waste polymers which would take hundreds of years to decompose. However, there is a major effort in academic and industrial research of new compositions aiming at a constant improvement of the material taking into account that it is allowed a wide combination of components in the production of plastic timber, which can be an option for recycling of more than one type of waste. In this study we developed plastic timber using recycled plastic. The composite was made from polypropylene, low density polyethylene, high density and gritty residue from the banded iron formation flotation. Several experiments were carried out with different compositions to obtain the plastic timber. With an extruder that was heated and stabilized at a temperature of 175C ° in the 5 zones, the planned mixture was gradually placed in the funnel to control the flow of extrusion. Then the composite was extruded, collected from the molds and held for 1 minute resting in order to escape vapors from the sample. After the rest, the molds were taken with the collected material to a press, and pressed 9810N/m2 and maintained under such pressure for more than 1 minute. The pressure relieved, the molds were placed for more 5 minutes and were removed from the cooling. The plastic timber obtained was tested to identify the best composition of the composite. In order to analyze its outdoor durability the compositions were irradiated with gamma rays to assess the losses of the properties of composites. The plastic timber developed aims at manufacturing fence posts and pallets, as an alternative to eucalyptus. The composite was able to hold gritty residue up to 25% by weight in order to maintain desirable physical properties and good resistance to radiation, thus it can be exposed to the outdoors over 80 years without loss of properties.-
Appears in Collections:REDEMAT - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_ UtilizaçãoResíduoMineração.PDF5,92 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.