Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/3045
Título: Ecologia de nidificação de Megachile (Moureapis) anthidioides Radoschowsky, 1874 (Hymenoptera: Megachilidae) em cavidades artificiais.
Autor(es): Sabino, William de Oliveira
Orientador(es): Itabaiana, Yasmine Antonini
Palavras-chave: Megachilidae
Parque Estadual - Itacolomi - Minas Gerais
Megachile
Biologia - nidificação
Abelha
Data do documento: 2010
Editora / Evento / Instituição: Programa de Pós-Graduação em Ecologia de Biomas Tropicais. Departamento de Biodiversidade, Evolução e Meio Ambiente, Instituto de Ciências Exatas e Biológicas, Universidade Federal de Ouro Preto.
Referência: SABINO, W. de O. Ecologia de nidificação de Megachile (Moureapis) anthidioides Radoschowsky, 1874 (Hymenoptera: Megachilidae) em cavidades artificiais. 2010. 78 f. Dissertação (Mestrado em Ecologia de Biomas Tropicais) - Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2010.
Resumo: Estudos sobre a biologia de nidificação de abelhas solitárias vêm se tornando comuns ao longo dos últimos anos. O objetivo desse trabalho foi obter informações à cerca da biologia da nidificação de Megachile (Moureapis) anthidioides, em cavidades artificiais, no Parque Estadual do Itacolomi, no município de Ouro Preto, Minas Gerais. Cerca de 2000 ninhos, de diferentes diâmetros, compostos de tubos de papelão dentro de garrafas PET e papel-cartão preto dentro de blocos de madeira, foram instalados no campo entre março de 2009 e março de 2010. Dados de coletas anteriores, ocorridas entre janeiro de 2007 e fevereiro de 2008, no mesmo local, também foram aproveitados. 87 ninhos foram coletados nos 27 meses amostrados. Não foi observada uma sazonalidade marcada para a nidificação e nem dormência. A maior parte dos ninhos utilizados foi de 0.9 cm de diâmetro (77.01%) com um numero de células que variou de 1 a 11, sendo que em 23% dos ninhos encontraram-se sete células. Os ninhos foram construídos, principalmente, com folhas de Senna sp. e seguiram o padrão encontrado para abelhas cortadoras de folhas. Indivíduos adultos emergiram de 3 a 9 semanas, sendo 6 semanas o tempo de nascimento mais freqüente (29.02%). A razão sexual é claramente deslocada para machos (1: 0,42) ( 2= 56.98; p<0.0001), o que pode sugerir que algum distúrbio no sistema possa estar ocorrendo. As fêmeas são maiores dos os machos (F1,194 =266.44; p<0.001), sendo que suas células também possuem comprimentos (F1, 35 =46.02; p<0.05) e diâmetros maiores (F1,35 =35.15; p<0.05). A taxa de mortalidade foi de 26% e houve parasitismo em 20.69% (N=18) dos ninhos coletados, principalmente por Coelioxys (Acrocoelioxys) sp. (13 ninhos). __________________________________________________________________________________________
ABSTRACT: Studies about the nesting biology of solitary bees have become common in recent years. The aim of this work was to obtain information about the nesting behavior of Megachile (Moureapis) anthidioides in artificial cavities in Itacolomi State Park in the city of Ouro Preto, Minas Gerais. About 2000 nests of different diameters, made of cardboard tubes inside plastic bottles and black cardboard tubes inside wooden blocks were installed in the field between March 2009 and March 2010. Data from previous collections, made between January 2007 and February 2008, at the same location, were also recovered. 87 nests were collected in the 27 months sampled. Marked seasonality for nesting was not observed, and no dormancy too. Most of the nests used was 0.9 cm in diameter (77.01%) with a number of cells that ranged 1 to 11, with 23% of nests with seven cells. The nests were built mainly with leaves of Senna sp. and followed the pattern found for leaf-cutter bees. Adults emerged 3 to 9 weeks after the nesting, six weeks being the most frequent time of birth (29.2%). The sex ratio is clearly males biased (1: 0.42) ( 2 = 56.98, p <0.0001), which may suggest that some disturbance in the system may be occurring. Females are larger than males (F1, 194 = 266.44, p <0.001), and its cells also possess lengths (F1, 35 = 46.02, p <0.05) and diameters (F1, 35 = 35.15, p <0.05) larger. The mortality rate was 26% and there was parasitism of 20.69% (N = 18) of nests collected, mainly by Coelioxys (Acrocoelioxys) sp. (13 nests).
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/3045
Aparece nas coleções:PPGEBT - Mestrado (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO_EcologiaNidificaçãoMegachile.PDF18,53 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.