Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/3040
Título: Arquitetura aérea de Lychnophora ericoides Mart. (Asteraceae) em complexos rupestres de quartzito e canga do Quadrilátero Ferrífero, sudeste do Brasil.
Autor(es): Bueno, Amauri Pires
Orientador(es): Souza, Hildeberto Caldas
Palavras-chave: Plasticidade fenotípica
Reprodução
Condições edáficas
Especiação
Campos rupestres
Lychnophora ericoides
Data do documento: 2012
Editora / Evento / Instituição: Programa de Pós-Graduação em Ecologia de Biomas Tropicais. Departamento de Biodiversidade, Evolução e Meio Ambiente, Instituto de Ciências Exatas e Biológicas, Universidade Federal de Ouro Preto.
Referência: BUENO, A. P. Arquitetura aérea de Lychnophora ericoides Mart. (Asteraceae) em complexos rupestres de quartzito e canga do Quadrilátero Ferrífero, sudeste do Brasil. 2012. 52f. Dissertação (Mestrado em Ecologia de Biomas Tropicais) - Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2012.
Resumo: Introdução e objetivos: Arquitetura aérea vegetal pode ser definida como a organização tridimensional dos componentes da planta no espaço e é resultado da combinação de fatores genéticos e ambientais. Não existe uma morfologia ideal única e sim diferentes soluções morfológicas às particularidades ambientais. Nossos objetivos foram verificar se arquitetura aérea de L. ericoides varia em resposta a diferentes condições edáficas e entender como sua forma se relaciona com sua reprodução. • Métodos: Oito populações, igualmente distribuídas, em complexos rupestres de quartzito e canga foram amostradas no Quadrilátero Ferrífero. Análises geoquímicas e granulométricas foram realizadas para investigar possíveis diferenças nas características nutricionais dos solos oriundos de ambos os complexos. Oito parâmetros morfométricos (altura do ramo principal, altura máxima, diâmetro do ramo principal, altura da primeira ramificação, diâmetro da copa, número de ramos secundários e terciários, número de inflorescências e área foliar estimada) foram mensurados em 160 indivíduos adultos de L. ericoides. Uma análise discriminante foi usada para separar arquitetonicamente as plantas em função de seu habitat. A densidade e potencial reprodutivo estimado foram calculados para cada uma das populações. Regressão linear múltipla e ANCOVA foram usadas para verificar as relações entre forma e reprodução das plantas. • Resultados: Os solos dos complexos rupestres de canga se mostraram nutricionalmente mais férteis e apresentaram o dobro de partículas de argila quando comparado a solos de complexos rupestres de quartzito. As plantas puderam ser discriminadas arquitetonicamente em função do habitat sugerindo que a plasticidade fenotípica de L. ericoides esteja relacionada com as diferenças nutricionais do solo. Não foram observadas diferenças significativas nas densidades populacionais. Por outro lado, o potencial reprodutivo variou significativamente entre as populações, mas não entre complexos rupestres de canga e quartzito. O potencial reprodutivo foi diretamente correlacionado com o número de ramos e o diâmetro da copa das plantas. • Conclusões: As populações estudadas apresentaram alto polimorfismo no porte e tamanho das folhas. A arquitetura aérea de L. ericoides está intimamente relacionada a sua reprodução e parece ter evoluído condicionada pelas pressões ambientais oriundas do solo. A plasticidade fenotípica registrada para a espécie pode ser um indício de especiação por isolamento de longa data associado aos diferentes substratos do Quadrilátero Ferrífero. __________________________________________________________________________________________
ABSTRACT: Background and aims: The most usual definition to plant aerial architecture is three-dimensional organization of plant components in space. The plant architecture is the result of a combination among genetic and environmental factors. There is not a unique ideal morphology but different morphological solutions to environment particularities. Our aims were verify if aerial architecture of L. ericoides varies in response to different soils conditions and understand how their shape are related with its reproduction. • Methods: Eight populations equally distributed in “complexos rupestres” of quartzite and “canga” were studied at Quadrilátero Ferrífero. To investigate possible differences in nutritional characteristics of soils from both habitats were conducted geochemical and granulometric analysis. Eight morphometric parameters (main branch height, full height, main branch diameter, height of the first ramification, canopy diameter, number of secondary and tertiary branches, inflorescences number and estimated leaf area) were recorded to 160 adults individuals of L. ericoides. A discriminant analyse was used to separate architecturally the plants in function of its habitat. To each population the density and estimated reproductive potential were calculated. To verify the relation between shape and reproduction of the plants were used multiple linear regression and ANCOVA. • Results: The soils of the “complexos rupestres” of “canga” were nutritionally more fertile and had twice clay particles than soils of the “complexos rupestres” of quartzite. The plants were architecturally discriminated according to their habitats suggesting that the phenotypic plasticity of L. ericoides is associates to nutritional differences of soils. There were no significant difference in density between populations. However, the estimate potential reproductive varied significantly among populations but not among “complexos rupestres” of quartzite and “canga”. The estimated potential reproductive is directly co-relates to number of branches and canopy diameter of plants. • Conclusions: The populations showed high polymorphism, especially in the full height and estimated leaf area. The aerial architecture of L. ericoides is closely related to its reproduction and seems to have evolved conditioned by environment pressures arising from soil. The phenotypic plasticity reported may be indicative of speciation by a long time isolation associated to different substrates of “Quadrilátero Ferrífero”.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/3040
Aparece nas coleções:PPGEBT - Mestrado (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO_ArquiteturaaéreaLychnophora.pdf7,14 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.