Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/2425
Título: Ser exposto : a “circulação de crianças” no Termo de Mariana (1737 – 1828).
Autor(es): Damasceno, Nicole de Oliveira Alves
Orientador(es): Venâncio, Renato Pinto
Palavras-chave: Historiografia
Minas Gerais - história - documentos
Administração municipal - Mariana - MG
Família - Brasil - história
Crianças abandonadas
Data do documento: 2011
Editora / Evento / Instituição: Programa de Pós-Graduação em História. Departamento de História, Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto.
Referência: DAMASCENO, N. de O. A. Ser exposto : a “circulação de crianças” no Termo de Mariana (1737 – 1828). 2011. 149 f. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2011.
Resumo: Esta pesquisa se insere nas discussões sobre a história do abandono de crianças no Brasil durante os séculos XVIII e XIX. Procuramos entender, através de análises quantitativas e estudos de caso, qual era o significado de ser uma criança exposta nos séculos passados. Para isso, utilizamos como principais fontes os Registros de Receita e Despesa da Câmara Municipal de Mariana e as Listas de Habitantes. Através delas conseguimos perceber a complexidade da “circulação de crianças”, destacando os diferentes padrões dessa prática. Retratamos ainda o papel assistencialista da Câmara local, que pode nos demonstrar o que o abandono representava aos cofres púbicos. Por fim, percebemos que ser abandonado não significava ser um desqualificado social; por vezes, crianças poderiam melhorar a sua representação social ao ser exposta.____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
ABSTRACT: This research is part of the discussions about the history of abandoned children in Brazil during the eighteenth and nineteenth centuries. We seek to understand, through quantitative analysis and case studies, what was the meaning of being exposed child in the past centuries. For this, we used different documents that explained the complexity of the "circulation of children," noting the different patterns of practice. Welfare has portrayed the role of local council, which can show us what the abandonment represented public offers. Finally, we find that to be abandoned not meant to be an unqualified social; sometimes children could improve their social representation to be abandoned.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/2425
Aparece nas coleções:PPGHis - Mestrado (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO_SerExpostoCirculação.pdf1,66 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.