Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/2225
Título: Identificação de cianofíceas e estudo da toxicidade “in vivo” de cianotoxinas nos pesque-pagues da região dos Inconfidentes - MG.
Autor(es): Pandolpho, Ludmila von Randow de Abreu Bastos
Orientador(es): Guarda, Vera Lúcia de Miranda
Palavras-chave: Engenharia sanitária
Data do documento: 2010
Editora / Evento / Instituição: Programa de Pós-Graduação em Engenharia Ambiental. PROÁGUA, Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós Graduação, Universidade Federal de Ouro Preto.
Referência: PANDOLPHO, L. von R. de A. B. Identificação de cianofíceas e estudo da toxicidade “in vivo” de cianotoxinas nos pesque-pagues da região dos Inconfidentes – MG. 2010. 57 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Ambiental) – Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2010.
Resumo: Lagos de pesque-pagues são as novas alternativas para atividades de lazer. O seu sucesso ecnômico, dependendo da qualidade de ágia, que associada à avaliação de uma comunidade fitoplanctônica permite estabelecer formas de gestão com vista a prevenir potenciais danos à saúde. A intoxicação humana por cianotaxinas da água é científico comprovado pelo desastre ocorrido em um centro de diálise em Caruaru, PE, Brasil, mas da consumação do peixe não estão relacionados. No entanto, aniquilação de peixe e a floração de cianofíceas foram descritos, como no rio São Francisco, em 2007. Para estimar a ocorrência de cianofíceas em lagos de pesca recreativa na Região de Inconfidentes, devido à capacidade de produzir toxinas, que está presente em algumas espécies. 88 amostras de água foram coletadas de março de 2008 até janeiro de 2009 nos tanques de pesque-pague localizados em seis municípios da Região de Inconfidentes, Minas Gerais, Brasil. Alguns parâmetros físicos foram determinados em locus. As amostras foram coletadas em rede de malha de 20 μm de fitoplâncton e transportadas para o laboratório e examinados em microscópio óptico, em eseguida, foram colocados em meio de cultura ASM - 1 e BG 11 com nitrogênio e sem nitrogênio, e mantido em temperatura e luz controlada (25 +/- 2°C, 230 μm s^-1 m^-2), fitoperíodo de 16 horas para a cultura. O ph, temperatura e condutividade pareciam favoráveis à presença de algas, principalmente clorofíceas. Entre as Cyanophyceae, gêneros potencialmente tóxicos foram identificados, como: Phormidim (Sant'anna e Azevedo, 1995), Microcystis (Komárec et al., 2002), e Anabaena (Komárek et al., 2003). Os bioensaios foram realizados para avaliar o grau de toxicidade e estudos adicionais são recomendados para prevenir os efeitos perigosos para a saúde pública e o meio ambiente. ____________________________________________________________________________________________________
ABSTRACT: Recreational fishing lakes are the new alternative for leisure activities. Their economic success depending on the water quality, which assessment associated to the phytoplankton community one allows to setting management programs aiming at preventing potential harm to the health. The human intoxication by cyanotoxins from water is scientific evidenced for the disaster occurres at a dialysis center in Caruaru, PE, Brazil, but from the fish's consummation there isn't related, Nevertheless, the fish's annihilations and full bloom of cyanobacteria were described, like as at São Francisco River, in 2007. To estimate the occurrence of cyanobacteria in the recreational fishing lakes at Inconfidentes region, due to the ability to produce toxins, that is present in some species. 88 waters sample were collected from March 08 to January 09, in the recreational fishing lakes located in six municipalities of Inconfidentes region, Minas Gerais, Brazil. Some physical parameter were determined in locus. The samples were collected with a 20 μm mesh phytoplankton net and transported to the laboratory and examinated under optical microscope, then were placed in culture medium of ASM - a and BG 11 with nitrogen and without nitrogen, and kept in temperature and light controlled (25 +/- 2ºC, 230 μE s^-1 m^-2), 16 hours photoperiod for culture. The pH, temperature and conductivity seemed favorable to the presence of algae, mainly chlorophyceae. Among the cyanophyceae, genus potentially toxic were identified: Phormidium (Sant'anna and Azevedo, 1995), Microcystis (Komárek et al., 2002), and Anabaena (Komárek et al., 2003). The bioassays will be take place for eveluate the toxicity degree and further studies are recommended to prevent hazardous effects to public health and the environment.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/2225
Aparece nas coleções:PROAMB - Mestrado (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO_IdentificaçãoCianofíceasEstudo.pdf842,05 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.