Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/16723
Title: O processo documental no espetáculo Mi Vida Después : a transformação da vivência em experiência.
Authors: Valença, Ernesto Gomes
Schinelo, Letícia Pavão
Keywords: Teatro político
Teatro e audiovisual
Teatro documentário
Lola Arias
Raymond Williams
Issue Date: 2022
Citation: VALENÇA, E. G.; SCHINELO, L. P. O processo documental no espetáculo Mi Vida Después: a transformação da vivência em experiência. Urdimento, Florianópolis, v. 2, n. 44, 2022. Disponível em: <https://www.revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/21766>. Acesso em: 01 mar. 2023.
Abstract: O artigo propõe uma análise da peça Mi Vida Después, da encenadora argentina Lola Arias, considerando o modo como a combinação de elementos testemunhais, de representação e de apresentação de documentos estabelece sobreposições temporais no espetáculo. O tempo da ditadura militar argentina, vivido pelas atrizes e atores quando ainda crianças, é colocado em perspectiva com o tempo atual dos personagens adultos, configurando o tempo da representação propriamente dita. Esse jogo de temporalidades é analisado a partir do contraste entre as noções de “experiência” e “vivência” na obra de Walter Benjamin e, em especial, do conceito de “estrutura de sentimentos”, desenvolvido por Raymond Williams. Por fim, levando em conta essa sobreposição de temporalidades, são tecidas considerações sobre um espetáculo de treze anos atrás, criado no contexto cultural e social da Argentina, e se ele teria algo a dizer ao Brasil atual.
metadata.dc.description.abstracten: The article proposes an analysis of the playMi Vida Después , by the Argentine director Lola Arias, considering how the combination of testimonial elements, representation, and document display establishes temporal overlaps in the play. The time of the Argentine military dictatorship, lived by the actresses and actors when they were still children, is put into perspective with the current adult time, configuring the time of the representation itself. We analyze this interplay of temporalities from the contrast between the notions of "experience" and "lived experience" in Walter Benjamin's work and, especially, from Raymond Williams's concept of "structure of feelings." Taking into account this overlapping of temporalities, we finally consider whether a play from thirteen years ago, created in the cultural and social context of Argentina, would have anything to say to Brazil today.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/16723
metadata.dc.identifier.doi: https://doi.org/10.5965/1414573102442022e0204
ISSN: 2358 6958
metadata.dc.rights.license: A Urdimento está sob: Licença de Atribuição Creative Commons – (CC BY 4.0). Fonte: PDF do artigo.
Appears in Collections:DEART - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_ProcessoDocumentalEspetáculo.pdf2,69 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.