Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/14544
Title: Uma prosopografia do quarteirão do Mosquito : famílias, fazendas e a economia agropastoril das Minas Gerais (séculos XVIII e XIX).
Authors: Pinto, Fábio Carlos Vieira
metadata.dc.contributor.advisor: Chaves, Cláudia Maria das Graças
Keywords: Redes sociais
Família
Prosopografia
Minas Gerais
Issue Date: 2021
metadata.dc.contributor.referee: Chaves, Cláudia Maria das Graças
Almeida, Carla Maria Carvalho de
Malaquias, Carlos de Oliveira
Graça Filho, Afonso de Alencastro
Andrade, Francisco Eduardo de
Citation: PINTO, Fábio Carlos Vieira. Uma prosopografia do quarteirão do Mosquito: famílias, fazendas e a economia agropastoril das Minas Gerais (séculos XVIII e XIX). 2021. 270 f. Tese (Doutorado em História) - Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2021.
Abstract: O presente trabalho apresenta a construção de uma prosopografia de uma área rural mineira ao longo dos séculos XVIII e XIX, o quarteirão do Mosquito. Território surgido aproximadamente na década de 1730, esteve sempre ligado às atividades agropastoris, com mineração apenas residual, embora tenha se originado em meio às regiões auríferas dos arraiais de Prados e Lagoa Dourada e das vilas del Rei, São João e São José. O estudo apresenta a fluidez espacial de configuração do quarteirão do Mosquito, sempre incluso nos termos de São José del-Rei. As estratégias de organização econômica empreendidas por uma parentela que configura uma rede de sociabilidade ao longo dos dois séculos são apresentadas. Discute-se a ocupação das terras, desde o processo de doação de sesmarias até a conformação de um conjunto de fazendas sob o domínio de um grupo de parentes, com amplo uso do artifício da herança. Apresenta-se a teia de casamentos engendrada pela e na parentela, observando-se momentos de endogamia e de exogamia. Uma primeira fase de casamentos une os Faria, oriundos de Portugal, aos Gonçalves de Melo, aos Góes e Lara, aos Furtado de Mendonça, aos Parreiras e aos Valadão. Esta rede se fortalece nas duas primeiras décadas do século XIX e organiza-se em casamentos intraparentela até meados do século, quando novos elementos são acionados para compor a rede: os Resende e os Chaves. Aponta-se esta inclusão de novos elementos à rede, especialmente devido às mudanças no mercado de terras, com maior mercantilização e o surgimento de um personagem exógeno à parentela, João Gaudêncio de Jesus, com estratégias mais mercantis, de concentração de terras, via compra das mesmas. A ocupação das fazendas dá-se com atividades agropecuárias voltadas aos mercados interno mineiro e à Corte, com os derivados dos engenhos de cana e outros produtos agrícolas consumidos no âmbito local e a pecuária diversa tendo maior expressão na exportação. A parentela porta-se como elite local e utiliza-se dos meios de ocupação do poder para a manutenção deste status. Os membros da parentela ocupam espaços de poder na Igreja, com muitos padres exercendo o sacerdócio, além de vários parentes galgarem os postos administrativos e miliares, fazendo-se presentes na Câmara de São José, nas Ordenanças e na Guarda Nacional. O compadrio é mais um elemento da estratégia da parentela para demonstrar seu poderio localmente, ampliando sua rede no parentesco ritual.
metadata.dc.description.abstracten: This paper presents the construction of a prosopography of a rural area in Minas Gerais throughout the 18th and 19th centuries, the Mosquito block. Territory that emerged approximately in the 1730s, it has always been linked to agro-pastoral activities, with only residual mining, although it originated in the middle of the gold-bearing regions of Prados and Lagoa Dourada and the villages São João and São José del-Rei. It presents the spatial fluidity of configuration of Mosquito block for the privileged space of research, always included in the terms of São José del-Rei. The economic organization strategies undertaken by a family that configures a network of sociability over the two centuries are presented. The occupation of lands is discussed, from the process of donating land grants to the formation of a set of farms under the domain of a group of relatives, with extensive use of the artifice of inheritance. The marriage network engendered by and in the kin is presented, observing moments of inbreeding and exogamy. A first phase of marriages unites the Faria, from Portugal, the Gonçalves de Melo, the Góes e Lara, the Furtado de Mendonça, the Parreiras and the Valadão. This network was strengthened in the first two decades of the 19th century and was organized in intraparental marriages until the middle of the century, when new elements were activated to compose the network: the Resende and the Chaves. This inclusion of new elements to the network is pointed out, especially due to changes in the land market, with greater commodification and the emergence of a character exogenousto the kin, João Gaudêncio de Jesus, with more mercantile strategies, of land concentration. The occupation of the farms takes place through agricultural activities aimed at the internal markets of Minas Gerais and the Court, with sugarcane derivatives and other agricultural products consumed locally and livestock farminghaving greater expression in exports. The kin behaves like a local elite and uses the meansof occupying power to maintain this status. The members of the kinship occupy spaces of power in the Church, with many priests exercising the priesthood, in addition to rising to administrative and military posts, being present in the Chamber of São José, in Ordinance Company and in the National Guard. Godparents is yet another element of the kinship strategy to demonstrate its power locally, expanding its network in ritual kinship.
Description: Programa de Pós-Graduação em História. Departamento de História, Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/14544
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 14/02/2022 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.
Appears in Collections:PPGHis - Doutorado (Teses)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TESE_ProsopografiaQuarteirãoMosquito.pdf5,89 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons