Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/14535
Title: Propondo as trilhas de matemática como uma ação pedagógica para a (re)descoberta do conhecimento matemático fora das salas de aula.
Other Titles: Proposing math trails as a pedagogical action for the (re)discovery of mathematical knowledge outside the classrooms.
Authors: Rodrigues, Jéssica
Orey, Daniel Clark
Rosa, Milton
Keywords: Etnomodelagem
Ethnomodelling
Issue Date: 2021
Citation: RODRIGUES, J.; OREY, D. C.; ROSA, M. Propondo as trilhas de matemática como uma ação pedagógica para a (re)descoberta do conhecimento matemático fora das salas de aula. TANGRAM - Revista de Educação Matemática, Dourados, v. 4, n. 1, p. 24-45, 2021. Disponível em: <https://ojs.ufgd.edu.br/index.php/tangram/article/view/12813>. Acesso em: 25 ago. 2021.
Abstract: A proposição do projeto das Trilhas de Matemática pode ser considerada como uma proposta pedagógica em que os professores utilizam práticas extraescolares para que os alunos possam perceber o conhecimento matemático aplicado em tarefas realizadas fora das salas de aula, em pontos específicos nas ruas de sua cidade. Assim, existe a necessidade do desenvolvimento de módulos de atividades matemáticas extracurriculares, que têm como objetivo tornar os alunos, ativos e críticos nos processos de ensino e aprendizagem em Matemática por meio de uma análise crítica e reflexiva dos próprios ambientes sociocultural e natural. Esse artigo examina as possíveis relações de uma proposta metodológica focalizada na Etnomodelagem por meio do Programa Etnomatemática e nos pressupostos da Modelagem Matemática em sua perspectiva sociocultural, que buscam auxiliar os alunos na leitura de sua realidade para direcioná-los para uma melhor compreensão de seu entorno através dessas trilhas, possibilitando uma interação aprofundada com o próprio mundo.
metadata.dc.description.abstracten: The proposition of the Math Trails Project can be considered as a pedagogical proposal in which teachers use extra-school practices to assist students in learning to see and perceive mathematical knowledge applied in tasks performed outside the classroom, at specific points on the streets of their city. Thus, there is a need to develop modules for extracurricular mathematical activities, which aim to make students active and critical in the teaching and learning processes in mathematics through a critical and reflective analysis of their own sociocultural and natural environments. This article examines the possible relationships of a methodological proposal focused on ethnomodelling through the ethnomathematics program and on the assumptions of mathematical modelling in its sociocultural perspective, which seeks to assist students in experiencing their reality in order to direct them towards a better understanding of their own context and surroundings through the trail stations, enabling a deep interaction with the world itself.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/14535
metadata.dc.identifier.doi: https://doi.org/10.30612/tangram.v4i1.12813
ISSN: 2595-0967
metadata.dc.rights.license: Esta obra está sob uma licença Creative Commons Atribuição – Não Comercial 4.0 Internacional. Fonte: o PDF do artigo.
Appears in Collections:DEEMA - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_PropondotrilhasMatemática.pdf545,77 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.