Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/14298
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorDiniz, Margarethpt_BR
dc.contributor.authorSouza, Raquel Salazar Ribeiro e-
dc.date.accessioned2022-01-07T20:39:53Z-
dc.date.available2022-01-07T20:39:53Z-
dc.date.issued2021pt_BR
dc.identifier.citationSOUZA, Raquel Salazar Ribeiro e. Possibili(ci)dades: cidades possíveis a partir da experiência com crianças da rede estadual de ensino de Ouro Preto. 2021. 137 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2021.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/14298-
dc.descriptionPrograma de Pós-Graduação em Educação. Departamento de Educação, Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto.pt_BR
dc.description.abstractEsta pesquisa transita por elementos teóricos e empíricos para buscar entender que relação as crianças estabelecem com a cidade patrimônio e como essa relação pode contribuir com a constituição subjetiva de adultos. Para isso, partimos da discussão das seguintes categorias: educação, cidade e patrimônio. Pensamos, neste trabalho, a educação como um processo vital ao qual os sujeitos estão submetidos, cidade como espaço material de constituição dos sujeitos e o patrimônio como uma das formas de expressão que encontramos na cidade. Por meio dessas categorias, articulamos conceitos que discutem a importância de uma educação que leve em conta as relações que estabelecemos cotidianamente com os espaços da cidade. Expomos ainda como vem sendo tratada, em diferentes âmbitos, a questão do patrimônio, enquanto categoria e também enquanto prática. Metodologicamente, esta pesquisa-intervenção se ancora na cartografia (PASSOS; KASTRUP; ESCÓSSIA, 2015). Os instrumentos metodológicos utilizados foram executados junto às crianças do 3º ano do Ensino Fundamental da Escola Estadual Marília de Dirceu, em Ouro Preto – MG. A partir das percepções levantadas pelos instrumentos metodológicos, fizemos a análise de dados com base nas relações que as crianças estabelecem com a escola e com a cidade. Podemos, com suporte nessa pesquisa, dizer que apostamos na infância como potência para trabalhar a diferença no cotidiano tanto na escola quanto na cidade. Convocamos também a importância da percepção do espaço através da singularidade de cada sujeito com o intuito de provocar que estes reivindiquem seu direito à cidade, que é também direito à inscrição de suas memórias, desejos e frustrações no espaço (MIRANDA; BLANCH, 2013).pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsabertopt_BR
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nd/3.0/us/*
dc.subjectEducaçãopt_BR
dc.subjectCidadespt_BR
dc.subjectPatrimôniopt_BR
dc.subjectInfânciapt_BR
dc.subjectOuro Preto - MGpt_BR
dc.titlePossibili(ci)dades : cidades possíveis a partir da experiência com crianças da rede estadual de ensino de Ouro Preto.pt_BR
dc.typeDissertacaopt_BR
dc.rights.licenseAutorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 16/11/2021 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite a adaptação.pt_BR
dc.contributor.refereeDiniz, Margarethpt_BR
dc.contributor.refereeAbreu, Marcelo Santos dept_BR
dc.contributor.refereeMiranda, Sônia Reginapt_BR
dc.description.abstractenThis research transits through theoretical and empirical elements in order to understand the relationship that children establish with the heritage and the city, and how this relationship can contribute to adult’s subjective constitution. Therefore, we started by discussing the categories: education, city, heritage. In this work, we think of education as a vital process to which subjects are submitted. The city as a material space of subject constitution. And heritage as one of the forms of expression found in the city. Through these categories we articulate concepts that discuss the importance of an education that consider the relationships we establish daily with the city spaces. We also expose how the issue of heritage has been treated, in different spheres, as a category and also as a practice. Methodologically, this research-intervention is anchored in Cartography (PASSOS; KASTRUP; ESCÓSSIA, 2015). The methodological instruments used were executed with children in the third year of elementary school at Marília de Dirceu State School, in Ouro Preto-MG. From the perceptions raised by the methodological instruments we made the data analysis based on the relationships that children establish with the school, and with the city. With the support of this research, we can say that we bet on childhood as a potency to work on the difference in daily life both in the school and in the city. We also emphasize the importance of the perception of space through the singularity of each subject in order to provoke that these subjects claim their right to the city, which is also the right to the inscription of their memories, desires, and frustrations in space (MIRANDA; BLANCH, 2013).pt_BR
Appears in Collections:PPGEDU - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_PolissibilicidadesCidadesPossíveis.pdf1,93 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons