Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/14166
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorHamdan, Juliana Cesáriopt_BR
dc.contributor.authorTavares, Ana Maria-
dc.date.accessioned2021-12-10T17:23:11Z-
dc.date.available2021-12-10T17:23:11Z-
dc.date.issued2021pt_BR
dc.identifier.citationTAVARES, Ana Maria. A trajetória da professora Hebe Maria Rôla Santos no contexto educacional da cidade de Mariana-MG (1960-1990). 2021. 136 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2021.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/14166-
dc.descriptionPrograma de Pós-Graduação em Educação. Departamento de Educação, Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto.pt_BR
dc.description.abstractEsta pesquisa se insere na linha de pesquisa Formação de Professores, Instituições e História da Educação do Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal de Ouro Preto. Seu objetivo é analisar a trajetória da professora Hebe Maria Rôla Santos entre 1960 e 1990, seu período de maior atuação na cidade de Mariana-MG. A professora Hebe Maria Rôla Santos é licenciada em Língua Portuguesa e Francesa e possui especialização em produção de textos, pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (1982). Dona Hebe Rôla, como é conhecida, atuou como diretora e professora de várias instituições de ensino: na Escola Estadual de Bandeirantes; na Escola Estadual Dom Silvério, colégio que ajudou a fundar; na Escola Estadual Coronel Benjamim Guimarães, onde atuou como diretora; na Pontifícia Universidade Católica; e na Universidade Federal de Ouro Preto, onde é professora emérita. Dona Hebe é escritora, folclorista e foi a primeira mulher a presidir a Academia Marianense de Letras, Ciências e Artes, desde 2017. Aos 89 anos, continua atuante na sociedade marianense, e desenvolve diversos projetos no âmbito da educação, da cultura e da preservação patrimonial. Para a metodologia, o principal instrumento de geração de dados se deu pela realização de entrevistas com a biografada. Assim, procurei refletir sobre a metodologia da história oral como um percurso teórico e também uma fonte privilegiada para esclarecer trajetórias de vida e sobre a importância das reflexões sobre memórias. Optei pelo aporte teórico da Nova História, por considerar que esta trouxe diversas inovações e incluiu a história das mulheres. Este trabalho se propôs, assim, a conhecer Dona Hebe Rôla, como professora e gestora de escolas públicas, para compreender a natureza de suas práticas e buscar responder em que medida elas podem ser consideradas inovadoras, ou não, em relação aos métodos e aos discursos que estavam sendo propostos no período analisado. Além disso, buscou-se conhecer que fatores presentes na trajetória da professora permitiram que ela tivesse uma atuação diferenciada e se destacasse como professora na cidade de MarianaMG. Em relação às práticas educativas da professora, concluímos que muitas estavam em consonância com as leis e os pareceres que estavam em vigor no período analisado, porém Dona Hebe inovou ao modificar essas práticas de acordo com a realidade da escola e da sala de aula.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsabertopt_BR
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/us/*
dc.subjectEducação - históriapt_BR
dc.subjectInovações educacionaispt_BR
dc.subjectTrajetóriapt_BR
dc.titleA trajetória da professora Hebe Maria Rôla Santos no contexto educacional da cidade de Mariana-MG (1960-1990).pt_BR
dc.typeDissertacaopt_BR
dc.rights.licenseAutorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 29/11/2021 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.pt_BR
dc.contributor.refereeHamdan, Juliana Cesáriopt_BR
dc.contributor.refereeChamon, Carla Simonept_BR
dc.contributor.refereeJardilino, José Rubens Limapt_BR
dc.description.abstractenThis research is part of the line of research on Teacher Education, Institutions and History of Education of the Graduate Program in Education at the Federal University of Ouro Preto. Its objective is to analyze the trajectory of Professor Hebe Maria Rôla dos Santos between 1960 and 1990, her period of greatest participation in the city of Mariana-MG. Professor Hebe Maria Rôla dos Santos has a major in Portuguese and French and has a graduation in text production from the Pontifical Catholic University of Minas Gerais (1982). Dona Hebe Rôla, as she is known, worked as principal and teacher at several educational institutions: at the State School of Bandeirantes; at the Dom Silvério State School, a college she helped found; at the Colonel Benjamim Guimarães State School, where she worked as principal; at the Pontifical Catholic University; and at the Federal University of Ouro Preto, where she is an emeritus professor. Dona Hebe is a writer, folklorist and was the first woman to preside over the Marianense Academy of Letters, Sciences and Arts, since 2017. At 89 years old, she remains active in Marianense society, and develops several projects in the scope of education, culture and public patrimony preservation. For the methodology, the main instrument of research was by conducting interviews with the biographee. Thus, I tried to reflect on the methodology of oral history as a privileged source to clarify life trajectories and the importance of reflections on memoirs. I opted for the theoretical contribution of the Nova História, considering that it brought several innovations and included the history of women. This work aimed, therefore, to get to know Dona Hebe Rôla, as a teacher and manager of public schools, to understand the nature of her practices and seek to answer to what extent they can be considered innovative, or not, in relation to the methods and discourses that were being proposed in the analyzed period. In addition, we sought to know what factors present in the teacher's trajectory allowed her to have a differentiated performance and stand out as a teacher in the city of Mariana-MG. Regarding the teacher's educational practices, we concluded that many were in line with the laws and opinions that were in force during the analyzed period, but Dona Hebe innovated by modifying these practices according to the reality of the school and the classroom.pt_BR
Appears in Collections:PPGEDU - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_TrajetóriaProfessoraHebe.pdf2,16 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons