Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/13660
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorLeite, Mariangela Garcia Praçapt_BR
dc.contributor.authorPereira, Carlos Wagner Horta Santos-
dc.date.accessioned2021-09-08T14:46:07Z-
dc.date.available2021-09-08T14:46:07Z-
dc.date.issued2021pt_BR
dc.identifier.citationPEREIRA, Carlos Wagner Horta Santos. uso da análise multicritério como ferramenta para a formulação de projetos de reabilitação de áreas urbanas degradadas. 2021. 123 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Sustentabilidade Socioeconômica Ambiental) – Núcleo de Pesquisas e Pós-Graduação em Recursos Hídricos, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2021.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/13660-
dc.descriptionPrograma de Pós-Graduação em Sustentabilidade Socioeconômica Ambiental. Núcleo de Pesquisas e Pós-Graduação em Recursos Hídricos, Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto.pt_BR
dc.description.abstractA urbanização e práticas inadequadas de uso da terra em ambientes urbanos podem conduzir à degradação de Áreas Verdes Urbanas (AVU), impactando na qualidade ambiental das cidades, na biodiversidade e também no bem-estar socioeconômico dos cidadãos. Sendo assim, para o desenvolvimento sustentável das cidades é indispensável a existência desses ecossistemas naturais em ambientes urbanos, bem como a manutenção de sua integridade. Neste contexto, o objetivo deste estudo foi avaliar o status de degradação de uma AVU na cidade de Contagem (MG/BR), que foi alvo de interferência antrópica caracterizada por invasão, com posterior supressão da vegetação seguida de terraplanagem, alterando a paisagem local e degradando a área. Uma abordagem ainda pouco aplicada no estudo de áreas urbanas degradadas, a união de cartografia digital e análise multicritério (AMC), foi utilizada com o intuito de se determinarem áreas prioritárias para reabilitação. Para tal, foi realizado um sobrevoo com um VANT, obtida uma ortofoto de alta resolução da área, que permitiu a criação de um Modelo Digital do Terreno (MDT) e a análise da área com maior riqueza de detalhes. Em uma malha quadrangular foram definidos 50 pontos para medições e coleta de amostras. Foram criados 8 mapas base: declividade (determinada a partir do MDT); estratificação da vegetação; resistência mecânica à penetração e tempo de infiltração da água no solo (medidas in situ); além de granulometria (percentuais de areia grossa, fina, silte e argila), pH, teor de matéria orgânica e NPK a partir de concentrações de nitrogênio, fósforo e potássio (obtidas em laboratório com as amostras de solo). Com a Combinação Linear Ponderada - CLP (uma abordagem AMC), os mapas base receberam pesos por meio da Análise Hierárquica de Processos (AHP) e foram somados algebricamente, gerando mapas de Susceptibilidade à Erosão e de (In)Fertilidade da área. A soma desses mapas resultou no Mapa Final para Intervenção da Área, que apontou os locais prioritários para a reabilitação ambiental da AVU. A partir desse mapa foram evidenciadas cinco áreas altamente vulneráveis a processos erosivos e com baixa fertilidade, que devem ser alvos preferenciais para as ações de conservação do solo, bem como para o reestabelecimento de nutrientes e matéria orgânica, indispensáveis para a restauração florestal na área.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsabertopt_BR
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nd/3.0/us/*
dc.subjectAnálise multicritériopt_BR
dc.subjectSistema integrado de gestãopt_BR
dc.subjectMeio ambiente - reabilitaçãopt_BR
dc.subjectÁreas verdes urbanaspt_BR
dc.subjectUrbanização - reabilitaçãopt_BR
dc.titleO uso da análise multicritério como ferramenta para a formulação de projetos de reabilitação de áreas urbanas degradadas.pt_BR
dc.typeDissertacaopt_BR
dc.rights.licenseAutorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 30/08/2021 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite a adaptação.pt_BR
dc.contributor.refereeLeite, Mariangela Garcia Praçapt_BR
dc.contributor.refereeMagalhaes, Luciana Aparecidapt_BR
dc.contributor.refereeFujaco, Maria Augusta Gonçalvespt_BR
dc.description.abstractenUrbanization and inadequate land use practices in urban areas can lead Urban Greenspaces (UG) degradation, that impact environmental quality of cities, biodiversity and also the people socioeconomic well-being. Thus, the existence of natural ecosystems in urban areas and the maintenance of their integrity is essential for the sustainable development of cities. In this context, the aim of this work was to assess the anthropic degradation of an UG in Contagem (MG/BR), which was invaded, deforested followed by earthworks, altering local landscape. To determine priority areas for rehabilitation of this área, it was used an approach still little applied in the study of degraded urban areas, a marriage of digital cartography and MultiCriteria Analysis (MCA). For this purpose, the UG area was overflight by a drone, wich take a high-resolution orthophoto of the area, which allowed the cration of the Digital Terrain Model (DTM) and allowed a thorough analysis of the area. It was defined 50 points of in situ assessment and soil collection. Eight base maps were created: slope; vegetation stratification; soil mechanical resistance to penetration and soil water infiltration tax (in situ measurements); in addition to granulometry (percentages of coarse, fine sand, silt and clay), pH, organic matter content and nitrogen, phosphorus and potassium content (at laboratory). The base maps were weighted through the Weighted Linear Combination - CLP (an AMC approach), through the Hierarchical Process Analysis (AHP), and were algebraically add, generating maps of Erosion Susceptibility and (In) Fertility of the area. The sum of these intermediate maps resulted in the Final Area Intervention Map, which pointed out the priority sites for the UG environmental rehabilitation. Five highly vulnerable to erosive processes and with low fertility áreas were evidenced, which should be preferential targets for soil conservation actions, as well as for the reestablishment of nutrients and organic matter, indispensable for forest restoration in the area.pt_BR
Appears in Collections:PPGSEA - Mestrado profissional (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_UsoAnáliseMulticritério.pdf9,81 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons