Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/13580
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorAntunes, Álvaro de Araújopt_BR
dc.contributor.authorMaiolini, Luis Filipe-
dc.date.accessioned2021-08-25T13:45:57Z-
dc.date.available2021-08-25T13:45:57Z-
dc.date.issued2021pt_BR
dc.identifier.citationMAIOLINI, Luis Filipe. Dos livros aos cadáveres: uma pedagogia empíricoracional na reforma do curso de medicina da Universidade de Coimbra (1772). 2021. 210 f. Dissertação (Mestrado em História) - Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2021.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/13580-
dc.descriptionPrograma de Pós-Graduação em História. Departamento de História, Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto.pt_BR
dc.description.abstractA presente pesquisa aborda o processo de modernização do ensino de medicina na Universidade de Coimbra a partir da elaboração dos novos Estatutos de 1772. Investigamos ao longo do texto a formação discursiva do método empírico-racional no contexto do Século das Luzes e da sua institucionalização em Portugal. Partindo de uma análise sobre as mudanças epistemológicas no século XVIII, buscamos compreender como se deu as transformações linguísticas, conceituais, metodológicas e pedagógicas do saber médico. O exame dessa questão permitiu traçar o caráter do método científico utilizado pela elite médica da época, sobretudo no que tange a valorização da experiência, da observação e dos princípios físico-matemáticos, ocorrendo, assim, uma crise do paradigma metafísico-escolástico e uma expansão das novas concepções de corpo, saúde e doença. Além disso, partindo das reformas da educação universitária entre 1771 e 1772, a dissertação procura investigar o processo de adesão dos novos sistemas médicos em Portugal. Ao relacionarmos o contexto da medicina no Iluminismo com as Reformas Pombalinas, pretendemos compreender como se deu a consolidação de um novo paradigma científico na Universidade de Coimbra, observando, em última instância, o currículo acadêmico da Faculdade de Medicina e apontando as mudanças que propiciaram a aproximação entre a técnica e a teoria, a partir do ensino de anatomia, cirurgia, química e prática clínica-hospitalar. Por fim, com a discussão bibliográfica e análise das fontes, poderemos medir com maior precisão quais foram os resultados das reformas do curso médico durante o reinado de D. Maria I. Ao investigar o período posterior a 1772, nosso trabalho indica que o processo de secularização da Universidade de Coimbra corroborou a normatização do exercício da medicina em Portugal na virada do século XVIII e início do século XIX.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsabertopt_BR
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nd/3.0/us/*
dc.subjectUniversidade de Coimbrapt_BR
dc.subjectEducação médicapt_BR
dc.subjectIluminismopt_BR
dc.titleDos livros aos cadáveres : uma pedagogia empíricoracional na reforma do curso de medicina da Universidade de Coimbra (1772).pt_BR
dc.typeDissertacaopt_BR
dc.rights.licenseAutorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 19/08/2021 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite a adaptação.pt_BR
dc.contributor.refereeAntunes, Álvaro de Araújopt_BR
dc.contributor.refereeSilveira, Anny Jackeline Torrespt_BR
dc.contributor.refereeAbreu, Jean Luiz Nevespt_BR
dc.description.abstractenThe present research approaches the process of modernization of medical education at the University of Coimbra from the elaboration of the new Statutes of 1772. Throughtout the text, we investigated the discursive formation of the empirical-rational method in the context of the Century of Lights and its institutionalization in Portugal. Starting from an analysis of epistemological changes in the 18th century, we seek to understand how the linguistic, conceptual, methodological and pedagogical transformation of medical knowledge took place. The examination of this question allowed us to trace the character of the scientific method used by the medical elite of the time, especially with regard to the valorization of experience, observation and physical-mathematical principles, thus, there is a crisis in the metaphysicalscholastic paradigm and na expansion of the new concepts of body, health and deseases. In addition, starting from the reforms of university education between 1771 and 1772, the dissertation seeks to investigate the process of adherence to the new medical systems in Portugal. By relating the context of medicine in the Enlightenment with Pombaline Reforms, we intend to understand how the consolidation of the new scientific paradigm took place at the University of Coimbra, ultimately, observing the academic curriculum of the College of Medicine and pointing out the changes that led to the approximation between technique and theory, from the teaching of anatomy, surgery, chemistry and clinical-hospital practice. Finally, with the bibliographic discussion and analysis of the sources, we will be able to measure with greater precision what were the results of the reforms of medical course during the reign of D. Maria I. When investigating the period after 1772, our work indicates that the process of the Secularization of the University of Coimbra corroborated the standardization of the exercise of medicine in Portugal at the turn of the 18th century and the beginning of the 19th century.pt_BR
Appears in Collections:PPGHis - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_LivrosCadáveresPedagogia.pdf2,69 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons