Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/12875
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorOliveira, Fernando Luiz Pereira dept_BR
dc.contributor.advisorSilva, André Luíspt_BR
dc.contributor.authorMarques, Rafaela Aparecida Mendonça-
dc.date.accessioned2020-10-24T14:21:45Z-
dc.date.available2020-10-24T14:21:45Z-
dc.date.issued2020pt_BR
dc.identifier.citationMARQUES, Rafaela Aparecida Mendonça. Risk management of cardiovascular diseases development in mining company operators. 44 f. 2020. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) – Instituto de Ciências Exatas e Aplicadas, Universidade Federal de Ouro Preto, João Monlevade, 2020.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/12875-
dc.descriptionPrograma de Pós-Graduação em Engenharia de Produção. Departamento de Engenharia de Produção, Instituto de Ciências Exatas e Aplicadas, Universidade Federal de Ouro Preto.pt_BR
dc.description.abstractCom uma crescente preocupação com os aspectos sociais envolvidos na produção, a saúde e segurança ocupacional se tornaram extremamente relevantes. Assim, este trabalho tem como objetivo desenvolver um modelo para auxiliar o gerenciamento de risco cardiovascular aplicável a uma equipe de operadores de caminhões fora-de-estrada, que trabalham em turnos alternados em uma empresa de mineração do Brasil. Para isso, 191 trabalhadores foram acompanhados em três períodos (2010, 2012 e 2015) neste estudo longitudinal. Os fatores de risco para doença cardiovascular entre esses trabalhadores foram analisados. Adicionalmente, o risco de desenvolver doença cardiovascular foi calculado e os fatores associados a ele foram identificados através do teste de Qui-Quadrado, teste de U Mann-Whitney e regressão logística binária. Por fim, foram sugeridas ações preventivas, que incluem aconselhamento, participação dos trabalhadores e apoio da empresa e da liderança. Nesse sentido, são necessárias intervenções de maior intensidade para reduzir a ingestão de álcool e os níveis de pressão arterial e relação cintura-estatura. A prevalência de síndrome metabólica, glicemia alta e níveis de colesterol das lipoproteínas de baixa densidade (LDL-C) também deve ser reduzida, além de aumentar os níveis de colesterol das lipoproteínas de alta densidade (HDL-C) em toda a população. Além disso, é importante monitorar de perto os indivíduos com mais de 38 anos que fumam, consomem bebidas alcoólicas e apresentam níveis alterados de glicose no sangue. Portanto, este estudo apresenta um modelo que auxilia na tomada de decisão de forma eficiente durante o gerenciamento de riscos do desenvolvimento de doenças cardiovasculares.pt_BR
dc.language.isoen_USpt_BR
dc.rightsabertopt_BR
dc.subjectOccupational health and safetypt_BR
dc.subjectRisk managementpt_BR
dc.subjectCardiovascular diseasept_BR
dc.subjectMining workerspt_BR
dc.titleRisk management of cardiovascular diseases development in mining company operators.pt_BR
dc.typeDissertacaopt_BR
dc.rights.licenseAutorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 09/10/2020 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.pt_BR
dc.contributor.refereeSilva, André Luíspt_BR
dc.contributor.refereeCruz, Frederico Rodrigues Borges dapt_BR
dc.contributor.refereeNascimento Neto, Raimundo Marques dopt_BR
dc.contributor.refereeFerreira, Karine Araújopt_BR
dc.description.abstractenWith a growing concern with the social aspects involved in the production, occupational health and safety has become extremely relevant. Thus, this work aims to develop a model to assist the cardiovascular risk management applicable to a team of off-road truck operators, who work in rotation shifts at a mining company from Brazil. For this, 191 workers were followed up in three periods (2010, 2012 and 2015) in this longitudinal study. The risk factors for cardiovascular disease among these workers were analyzed. Also, the risk of developing cardiovascular disease was calculated and the factors associated with it was identified through Qui-Square test, U Mann-Whitney test, and binary logistic regression. Lastly, preventive actions were suggested, which include advice, worker participation, and support from the company and leadership. In this sense, interventions of greater intensity are necessary to reduce alcohol intake and the levels of blood pressure and waist-to-height ratio. Prevalence of metabolic syndrome, high blood glucose and Low-Density Lipoproteins Cholesterol (LDL-C) levels should also be reduced, in addition to increasing High-Density Lipoproteins Cholesterol (HDL-C) levels in the entire population. Also, close monitoring of individuals over 38 years of age who smoke, consume alcoholic beverages and have altered blood glucose levels is important. Therefore, this study presents a model that helps decision making during risk management of cardiovascular disease development in an efficient way.pt_BR
Appears in Collections:PPGEP - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_RiskManagementCardiovascular.pdf1,4 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons