Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/12856
Título : Celso Furtado e Raúl Prebisch frente à crise do desenvolvimentismo da década de 1960.
Otros títulos : Celso Furtado and Raúl Prebisch in the face of the crisis of developmentalism of the 1960s.
Autor : Medeiros, Fágner João Maia
Cosentino, Daniel do Val
Palabras clave : América Latina
Subdesenvolvimento
Crise do desenvolvimentismo
Fecha de publicación : 2020
Citación : MEDEIROS, F. J. M.; COSENTINO, D. do V. Celso Furtado e Raúl Prebisch frente à crise do desenvolvimentismo da década de 1960. Revista de Economia, Curitiba, v. 41, n. 74, p. 150-179, 2020. Disponível em: <https://revistas.ufpr.br/economia/article/view/69530>. Acesso em: 27 set. 2020.
Resumen : Os anos de 1960 marcam uma profunda crise no pensamento desenvolvimentista na América Latina. O projeto de industrialização, conforme teorizado pelos estruturalistas da CEPAL, demonstra sua inviabilidade na reversão do subdesenvolvimento. Em vista disso, em busca de compreender como dois renomados intelectuais expoentes do desenvolvimentismo interpretam tal crise, o estudo assume por objetivo identificar aproximações e distanciamentos entre o pensamento desenvolvimentista de Raúl Prebisch e Celso Furtado posteriores à Crise do Pensamento Desenvolvimentista dos anos de 1960 na América Latina. Apesar de enfoques distintos, tais autores presenciam com a crise uma tomada de consciência. Desse modo, surge a necessidade de compreender a estrutura social da região e os seus mecanismos que atuam entorpecendo o desenvolvimento.
metadata.dc.description.abstracten: The 1960’s mark a profound crisis in the development thinking in Latin America. The industrialization project, according to the theory elaborated by structuralists of ECLAC (or CEPAL), demonstrates its inviability on the reversal of underdevelopment. In view thereof, seeking to understand how the two renowned intellectual exponents of development interpret the crisis, the study assumes as its objective to identificate approximations and retraction in the theory formulated by Raúl Prebisch and Celso Furtado after the Crisis of Development Thinking in Latin America during the 1960’s. Despite different approaches, these authors observe the emergence of the necessity to understand the social structure of the region of understand the social structure of the region and its mechanism that acts numbing development.
URI : http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/12856
metadata.dc.identifier.doi: http://dx.doi.org/10.5380/re.v41i74.69530
ISSN : 2316-9397
metadata.dc.rights.license: O periódico Revista de Economia permite o depósito da versão pós-print de um artigo. Permite remixagem, adaptação e nova criação a partir da obra para fins não comerciais, desde que seja atribuído o crédito ao autor (CC BY-NC). Fonte: Diadorim <https://diadorim.ibict.br/handle/1/884>. Acesso em: 20 out. 2020.
Aparece en las colecciones: DEECO - Artigos publicados em periódicos

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción Tamaño Formato  
ARTIGO_CelsoFurtadoRaúl .pdf717,37 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Los ítems de DSpace están protegidos por copyright, con todos los derechos reservados, a menos que se indique lo contrario.