Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/11899
Title: Estimativa da quantidade de mercúrio usada em uma mina de ouro abandonada e avaliação das técnicas de remediação da área contaminada, em Descoberto – MG.
Authors: Miranda, José Fernando
metadata.dc.contributor.advisor: Lima, Hernani Mota de
Curi, Adilson
Keywords: Impacto ambiental
Mercúrio
Fechamento de mina
Solos - descontaminação
Issue Date: 2019
metadata.dc.contributor.referee: Lima, Hernani Mota de
Prado Filho, José Francisco do
Lacerda, Carla Maria Mendes
Flores, José Cruz do Carmo
Silva, Valdir Costa e
Citation: MIRANDA, José Fernando. Estimativa da quantidade de mercúrio usada em uma mina de ouro abandonada e avaliação das técnicas de remediação da área contaminada, em Descoberto – MG. 2019. 124 f. Tese (Doutorado em Engenharia Mineral) - Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2019.
Abstract: A contaminação de solos por metais pesados tem gerado dois grandes problemas em nível mundial. Primeiro, devido à perda do valor do solo e segundo, referente ao risco à saúde das pessoas próximas aos locais contaminados. Em 2002, uma quantidade significativa de mercúrio, oriunda de uma mina de ouro abandonada, foi encontrada numa área rural do município de Descoberto/MG. Durante quase 12 anos, os órgãos fiscalizadores, a par de muitos estudos, limitaram-se a interditar a área, construir caixas de sedimentação, canais de drenagem e barreira de contenção. Medidas meramente paliativas que sequer tocaram o cerne do problema. Em 2014, o Ministério Público Estadual, mediante Ação Civil Pública, que citou o Estado de Minas Gerais e a Fundação Estadual de Meio Ambiente (FEAM) como responsáveis pela gestão do passivo e exigindo a implementação de um projeto de remediação para a área contaminada, adotando a filosofia aplicada para fechamento de mina. A alternativa técnica de remoção do solo contaminado e disposição em aterro Classe I, considerando o cenário vigente à época, foi apresentada pela GEOKLOCK Consultoria e Engenharia Ambiental Ltda., e aprovada pela FEAM sem avaliação de outras técnicas. Este estudo buscou entender como se deu a contaminação, estimou a provável quantidade de mercúrio lançada no meio ambiente (1344 kg), e aquela ainda existente na área contaminada (820 kg). Visando a subsidiar a tomada de decisões por parte dos Órgãos Gestores da descontaminação, este estudo avaliou alternativas de remediação da área além daquela aprovada pela FEAM, mediante uma análise de custo/eficiência. O método eletrocinético apresentou o menor custo unitário, US$ 120,00/t e US$ 260,00/t, conforme se utiliza o menor e o maior custo absoluto, respectivamente. A concentração de Hg residual, após quatro ciclos da técnica eletrocinética, resultaria 1,28 mg(Hg)/kg(solo), ligeiramente superior ao limiar admissível para solo agrícola, que é de 1,2 mg(Hg)/kg(solo).
metadata.dc.description.abstracten: Heavy metal contamination of soils has generated two major problems worldwide. First, due to the loss of land value and second, due to the health risk for people near contaminated sites. In 2002, a significant amount of mercury from an abandoned gold mine was found in a rural area of Descoberto/MG. For almost 12 years, the regulatory agencies, along with many studies, have limited themselves to isolating the area, building settling vats, drainage channels and containment barriers. Those were merely palliative measures that have not even touched the heart of the problem. The State Public Prosecutor through Public Civil Action, in 2014, has cited the State of Minas Gerais´s Environment Foundation (FEAM) as responsible for managing the liability and has claimed the implementation of a remediation project for the contaminated area, adopting the applied philosophy for mine closure. The technical intervention proposed by GEOKLOCK, for the removal of contaminated soil and disposal in Class I landfill was approved by FEAM without evaluation of other techniques. This study aimed to understand how the contamination has occurred, has estimated the probable amount of mercury released into the environment (1,344 kg), that one remaining in the contaminated area (820 kg). Afterwards this study has raised alternatives for remediation of the area and has compared them with the one approved by FEAM through a cost/efficiency analysis. The electrokinetic method presented the lowest unit cost, US $ 120.00 / t and US $ 260.00 / t, as the lowest and highest absolute costs, respectively. The concentration of residual Hg after four cycles of electrokinetic technique would result in 1.28 mg (Hg) / kg (soil), slightly above the allowable threshold for agricultural soil, which is 1.2 mg (Hg) / kg (soil).
Description: Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mineral. Departamento de Engenharia de Minas, Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/11899
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 15/01/2020 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.
Appears in Collections:PPGEM - Doutorado (Teses)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TESE_EstimativaQuantidadeMercúrio.pdf4,26 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons