Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/11698
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorCosta, Daniela Caldeirapt_BR
dc.contributor.advisorLima, Wanderson Geraldopt_BR
dc.contributor.authorMiranda, Pedro Henrique de Amorim-
dc.date.accessioned2019-08-07T17:29:04Z-
dc.date.available2019-08-07T17:29:04Z-
dc.date.issued2018-
dc.identifier.citationMIRANDA, Pedro Henrique de Amorim. Formulação oral contendo Inibidor da DPP-4 e Quercetina melhora a homeostase metabólica em um modelo experimental de diabetes tipo 1. 2018. 105 f. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas) - Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2018.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/11698-
dc.descriptionPrograma de Pós-Graduação em Ciências Biológicas. Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas, Pró-Reitoria de Pesquisa de Pós Graduação, Universidade Federal de Ouro Preto.pt_BR
dc.description.abstractEste estudo teve como objetivo investigar o potencial de uma formulação oral contendo Quercetina e Vildagliptina (Formulação QV) na melhora da homeostase metabólica em modelo experimental de diabetes tipo 1. Ratas albinas da linhagem Fischer foram distribuídas em quatro grupos: animais controle não tratados (C), animais diabéticos não tratados (D), animais diabéticos tratados com a Formulação QV (DQV) e animais diabéticos tratados com insulina (DI). O diabetes foi induzido por injeção intraperitoneal de Aloxano (135mg/kg de massa corporal) e confirmado por teste glicêmico. Os animais que apresentaram glicemia igual ou maior a 300 mg/dl foram considerados diabéticos. Após o período de tratamento de 30 dias os parâmetros bioquímicos foram analisados no pâncreas, fígado e soro, através de kits comerciais. As alterações histopatológicas no tecido pancreático foram examinadas pela coloração com hematoxilina e eosina e o conteúdo de insulina na ilhota foi avaliado por imuno-histoquímica com anticorpo antiinsulina. O teor de glicogênio nos hepatócitos foi quantificado por coloração com ácido periódico de Schiff. Nossos resultados mostraram que a Formulação QV reduziu a glicemia, preservou a arquitetura pancreática, aumentou os níveis séricos e pancreáticos de insulina, aumentou o armazenamento de glicogênio hepático, melhorou o perfil lipídico sérico, aumentou a atividade da enzima hexocinase, reduziu a atividade da metaloproteinase de matriz do tipo 2 (MMP-2) e promoveu maior taxa de sobrevivência de animais. Em conjunto, nossos dados sugerem que o tratamento com a Formulação QV foi capaz de melhorar a homeostase metabólica em ratos diabéticos tipo 1.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsabertopt_BR
dc.subjectDiabetespt_BR
dc.subjectFlavonoidespt_BR
dc.subjectInibidores enzimáticospt_BR
dc.subjectMetabolismopt_BR
dc.titleFormulação oral contendo Inibidor da DPP-4 e Quercetina melhora a homeostase metabólica em um modelo experimental de diabetes tipo 1.pt_BR
dc.typeTesept_BR
dc.rights.licenseAutorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 20/07/2018 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.pt_BR
dc.contributor.refereeCosta, Daniela Caldeirapt_BR
dc.contributor.refereeSilva, André Talvani Pedrosa dapt_BR
dc.contributor.refereeMagalhães, Cíntia Lopes de Britopt_BR
dc.contributor.refereeSchultz, Míriam Chavespt_BR
dc.contributor.refereeSantos, Orlando David Henrique dospt_BR
dc.description.abstractenThis study aimed to investigate the potential of an oral formulation (QV formulation) containing Quercetin and Vildagliptin in improves metabolic homeostasis in type 1 diabetes model. Female Fischer rats were divided into four groups: untreated control animals (C), untreated diabetic animals (D), diabetic animals treated with QV formulation (DQV), and diabetic animals treated with insulin (DI). Diabetes was induced by injection of Alloxan (135mg kg body mass)−1 and confirmed by glycemic test. Animals that showed glycemia ≥ 16.6mmol (300mg/dl) were considered diabetic. The animals were euthanized on the 31st day after of begin treatment. The pancreas, liver, and serum were collected for biochemistry analysis by commercial kits. Histopathological changes in pancreatic tissue were examined by Hematoxyline & Eosin staining and the insulin content in the islet measured by immunohistochemistry with anti-insulin antibody. The glycogen content in the hepatocytes was quantified by Periodic Schiff Acid staining. The QV formulation reduced the glycemia, preserved the pancreatic architecture, increased serum and pancreatic insulin levels, increased hepatic glycogen, ameliorated lipid profile, increased hexokinase activity, decreased MMP-2 activity and to promote higher survival rate of animals. Together, our data suggest that the QV formulation treatment was able to better metabolic homeostasis in type 1 diabetic rats.pt_BR
Appears in Collections:PPCBIOL - Doutorado (Teses)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TESE_FormulaçãoOralContendo.pdf3,51 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons