Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/10844
Title: Métodos para avaliação in vitro da atividade antimicrobiana de plantas medicinais : a necessidade da padronização.
Other Titles: Methods for in vitro evaluating antimicrobial activity of medicinal plants : the need for standardization.
Authors: Amparo, Tatiane Roquete
Braga, Vanessa Cristina de Carvalho
Seibert, Janaína Brandão
Souza, Gustavo Henrique Bianco de
Teixeira, Luiz Fernando de Medeiros
Keywords: Microbiologia
Testes de sensibilidade microbiana
Microbiology
Microbial sensitivity tests
Issue Date: 2018
Citation: AMPARO, T. R. et al. Métodos para avaliação in vitro da atividade antimicrobiana de plantas medicinais : a necessidade da padronização. Infarma - Ciências Farmacêuticas, v. 30, n. 1, p. 50-59, 2018. Disponível em: <http://revistas.cff.org.br/?journal=infarma&page=article&op=view&path%5B%5D=2177>. Acesso em: 21 fev. 2019.
Abstract: A crescente incidência de patógenos resistentes aos medicamentos atuais incentiva a busca de novos agentes antimicrobianos. Neste contexto, as plantas medicinais se destacam, sendo uma importante fonte de novos fármacos. Existem diversos métodos para avaliar a atividade antibacteriana e antifúngica de extratos, frações, óleos essenciais e substâncias isoladas de vegetais. Os mais conhecidos incluem métodos de difusão, diluição e bioautografia. A proposta desse trabalho é apresentar os métodos mais utilizados atualmente, juntamente com suas vantagens, desvantagens e fatores interferentes. Entre os artigos indexados na biblioteca SciELO, abrangendo os últimos dez anos, somente 4,4% das pesquisas com plantas medicinais estão relacionadas com atividade antimicrobiana. O método mais utilizado foi a microdiluição (57,9%), o mais recomendado devido à alta sensibilidade, à quantidade mínima de reagentes e amostra e à possibilidade de um maior número de réplicas. Nos trabalhos que utilizaram esse método, foram verificadas divergências de fatores que podem interferir nos resultados. A fim de facilitar a obtenção de resultados comparáveis e reprodutíveis, destaca-se a necessidade da padronização dos métodos utilizadas pelos pesquisadores. Recomenda-se utilizar como referência as normas estabelecidas pelo CLSI para meio de cultura e concentração de inóculo nos testes. Além disso, também recomenda-se a inclusão de um controle negativo da forma de solubilização das amostras, com quantificação do crescimento microbiano, para evitar a interferência nos resultados.
metadata.dc.description.abstracten: The increasing incidence of resistant pathogens to current drugs encourages the search for new antimicrobial agents. In this context, medicinal plants are an important source of new drugs. There are several methods for evaluating the antibacterial and antifungal activity of extracts, fractions, essential oils and isolated substances from the plant. The most known include diffusion, dilution and bioautography methods. The purpose of this paper is to present the most used methods currently, along with their advantages, disadvantages and interfering factors. Among the works available in the SciELO database, covering the last ten years, only 4,4% of research on medicinal plants are related to the antimicrobial activity. The most used method is microdilution (57,9%), the best recommended due to high sensitivity, the minimum quantity of reagents and sample and the possibility of a more significant number of replicates. In articles that used this method, differences were observed in factors that may affect the results. Thereby, there is the need for standardization of methods used by researchers to facilitate obtaining comparable and reproducible results. To achieve comparable and reproducible results, there is the need to standardize the methods used by the researchers. It is recommended to use as reference the standards established by CLSI for culture medium and inoculum concentration in the tests. It also recommended the inclusion of negative control of the solubilization of the samples with quantification of microbial growth to avoid interference with the results.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/10844
ISSN: 23189312
metadata.dc.rights.license: Os trabalhos publicados na Infarma estão sob Licença Creative Commons Attribution que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista. Fonte: Revista Infarma <http://revistas.cff.org.br/?journal=infarma&page=about&op=submissions#copyrightNotice>. Acesso em: 07 ago. 2017.
Appears in Collections:DEACL - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_MétodosAvaliaçãoVitro.pdf528,77 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.