Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/10806
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSilva, Silvana de Queirozpt_BR
dc.contributor.authorRincon, Ivon Maritza Campos-
dc.date.accessioned2019-03-18T16:26:15Z-
dc.date.available2019-03-18T16:26:15Z-
dc.date.issued2018-
dc.identifier.citationRINCON, Ivon Maritza Campos. Bioprospecção bacteriana para produção de bio-hidrogênio a partir de hidrolisado hemicelulósico e avaliação do processo fermentativo. 127 f. 2018. Tese (Doutorado em Biotecnologia) - Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2018.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/10806-
dc.descriptionPrograma de Pós-Graduação em Engenharia Mineral. Departamento de Engenharia de Minas, Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto.pt_BR
dc.description.abstractA substituição das energias baseadas no petróleo por outras fontes energéticas mais ambientalmente amigáveis é uma ideia que ganha mais força a cada dia. Os resíduos da atividade agrícola e florestal são considerados matéria-prima renovável, de baixo custo e abundante, principalmente, considerando que o Brasil é um grande produtor de cana-deaçúcar. No contexto da biorrefinaria, a partir dos resíduos desta atividade agrícola podem ser produzidos vários biocombustíveis implicando no uso eficaz dos recursos e dos produtos gerados. Desse modo, este trabalho buscou isolar e selecionar linhagens bacterianas capazes de produzir bio-hidrogênio a partir da fermentação de açúcares hemicelulósicos. O processo fermentativo foi investigado utilizando substratos sintéticos e um hidrolisado lignocelulósico real. Dentre vários isolados, duas culturas se destacaram quanto à utilização dos açúcares, Enterobacter sp (isolado 2) e Raoultella sp (isolado 11). As melhores conversões na produção de bio-hidrogênio foram obtidas a partir da fermentação de 11 g/L de xilose com valores de 1,17 e 1,74 mmol H2/mmol substrato, respectivamente para Raoultella sp e Enterobacter sp, tendo o ácido acético como principal subproduto desta fermentação. Os valores das conversões diminuíram para 0,4 e 0,3 mmol H2/mmol substrato, para o isolado 2 e 11 respectivamente, quando utilizado o hidrolisado hemicelulósico real diluído. Para investigar a toxicidade do hidrolisado, inibidores foram adicionados na fermentação e para ambos os isolados, a adição de ácido acético afetou negativamente a conversão e a produção de H2. Dois métodos de destoxificação do hidrolisado lignocelulósico foram testados, os resultados mostraram que o uso de carvão ativado no ensaio de fermentação promoveu um aumento de 2x na produção de H2 (0,31mmol) para o isolado 2. Levando-se em consideração todos os resultados as linhagens Enterobacter sp 2 e e Raoultella sp 11 apresentam potencial de aplicação em processos fermentativos no contexto da biorrefinaria.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsabertopt_BR
dc.subjectFermentaçãopt_BR
dc.subjectHidrogêniopt_BR
dc.subjectHidrolisept_BR
dc.titleBioprospecção bacteriana para produção de bio-hidrogênio a partir de hidrolisado hemicelulósico e avaliação do processo fermentativo.pt_BR
dc.typeTesept_BR
dc.rights.licenseAutorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 13/03/2019 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.pt_BR
dc.contributor.refereeSilva, Silvana de Queirozpt_BR
dc.contributor.refereeOliveira Júnior, Ênio Nazaré dept_BR
dc.contributor.refereeMoreira, Leandro Marciopt_BR
dc.contributor.refereePantoja, Lílian de Araújopt_BR
dc.contributor.refereeGuimarães, Valeria Montezept_BR
dc.description.abstractenThe replacement petroleum-based energies with other energy sources, more environmentally friendly is an idea that gets stronger every day. Residues from agricultural and forestry activities are a good renewable, low-cost and abundant raw material, considering that Brazil is a major producer of sugarcane. In the context of biorefinery, from the residues of this agricultural activity can be produced several biofuels implying the effective use of resources and products generated. Thus, this work sought to isolate and select bacterial strains capable of producing biohydrogen from the fermentation of hemicellulosic sugars. The fermentative process was investigated using synthetic substrates and a real lignocellulosic hydrolisate. Among several isolates, two cultures were distinguished for the use of sugars, Enterobacter sp (strain 2) and Raoultella sp (strain 11). The best conversions in the production of biohydrogen were obtained from the fermentation of 11 g/L xylose with values of 1.17 and 1.74 H2/mmol substrate, respectively for Raoultella sp and Enterobacter sp, with acetic acid as the main by-product of this fermentation. Conversion values decreased to 0.4 and 0.3 H2/mmol substrate, for strains 2 and 11 respectively, when using the diluted real hemicellulosic hydrolysate. To investigate the toxicity of the hydrolysate, inhibitors were added in the fermentation for both strains, the addition of acetic acid adversely affected conversion and H2 production. Two methods of detoxification of the lignocellulosic hydrolysate were tested, the results showed that the use of activated charcoal in the fermentation test promoted a 2x increase in H2 production (0.31 mmol) for strain 2. Taking into account all results the strains Enterobacter sp 2 and Raoultella sp 11 present potential of application in fermentative processes in the context of the biorefinery.pt_BR
Appears in Collections:PPBIOTEC - Doutorado (Teses)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TESE_BioprospecçãoBacterianaProdução.pdf6,73 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons