Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/10643
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSilveira, Marco Antôniopt_BR
dc.contributor.authorCosta, Wellington Júnio Guimarães da-
dc.date.accessioned2019-01-30T15:13:00Z-
dc.date.available2019-01-30T15:13:00Z-
dc.date.issued2018-
dc.identifier.citationCOSTA, Wellington Júnio Guimarães da. De cofre não tem mais que o nome : a Provedoria das Fazendas dos Defuntos e Ausentes no Brasil Colonial (séculos XVI-XVIII). 2018. 645 f. Tese (Doutorado em História) - Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2018.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/10643-
dc.descriptionPrograma de Pós-Graduação em História. Departamento de História, Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto.pt_BR
dc.description.abstractEsta tese de doutoramento se propõe a analisar a Provedoria das Fazendas dos Defuntos e Ausentes, Capelas e Resíduos no Brasil colonial. Isso envolve diretamente o papel desempenhado por tal instituição tanto no cumprimento quanto na administração das disposições testamentárias, fossem aquelas referentes aos legados pios ou as concernentes à transmissão dos espólios para os herdeiros. Pretende-se avaliar os significados sociais, econômicos e espirituais da Provedoria, bem como o que ela representou em termos de política e administração do governo português em terras brasílicas. Essa empreitada envolve também a compreensão de outros aspectos relacionados à dinâmica do dito juízo, tais como as práticas institucionais dos seus membros no exercício cotidiano de suas atribuições, as relações dos diversos oficiais com os grupos de poderes locais e com outras autoridades reinóis, os desvios de conduta e os conflitos entre a norma e a prática.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsabertopt_BR
dc.subjectMortospt_BR
dc.subjectCapelaspt_BR
dc.subjectGuerra socialpt_BR
dc.subjectCorrupçãopt_BR
dc.subjectBem comumpt_BR
dc.titleDe cofre não tem mais que o nome : a Provedoria das Fazendas dos Defuntos e Ausentes no Brasil Colonial (séculos XVI-XVIII).pt_BR
dc.typeTesept_BR
dc.rights.licenseAutorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 24/01/2019 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.pt_BR
dc.contributor.refereeSilveira, Marco Antôniopt_BR
dc.contributor.refereeAntunes, Álvaro de Araújopt_BR
dc.contributor.refereeAndrade, Francisco Eduardo dept_BR
dc.contributor.refereeWehling, Arnopt_BR
dc.description.abstractenThis doctorate thesis proposes to analyze the Provider of the wealths of the Dead and Absentees, Chapels and Residues in the colonial Brazil. This directly involves the role played by such institution both in fulfillment and administration of the testamentary dispositions, being them concerned to the pious legacies or to the spoils to be passed to the heirs. The intent here is to evaluate the social, economic and spiritual meanings of the Provider, as well as what it represented in terms of politics and administration of the Portuguese rule in the Brazilian lands. This task also involves the comprehension of other aspects related to the dynamics of such judgement, such as the institutional practices of its members in their daily doings, the relations of the several officers with the groups of local and other authorities, the misconducts and also the conflicts between norm and practice.pt_BR
Appears in Collections:PPGHis - Doutorado (Teses)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TESE_CofreNãoTem.pdf8,05 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons