Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/10574
Título: Avaliação do trato gastrointestinal de cães cronicamente infectados pela cepa Berenice-78 do Trypanosoma cruzi após terapias com a Doxiciclina e o Benznidazol.
Autor(es): Pereira, Isabela Amorim Gonçalves
Orientador(es): Silva, André Talvani Pedrosa da
Nogueira, Katiane de Oliveira Pinto Coelho
Palavras-chave: Trypanosoma cruzi
Doença de chagas
Data do documento: 2018
Membros da banca: Silva, André Talvani Pedrosa da
Maldonado, Izabel Regina dos Santos Costa
Isoldi, Mauro César
Referência: PEREIRA, Isabela Amorim Gonçalves. Avaliação do trato gastrointestinal de cães cronicamente infectados pela cepa Berenice-78 do Trypanosoma cruzi após terapias com a Doxiciclina e o Benznidazol. 2018. 60 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2018.
Resumo: A infecção pelo Trypanosoma cruzi pode desencadear a forma clínica digestiva da doença de Chagas caracterizada pela presença de infiltrado inflamatório, destruição do plexo mioentérico, fibrose e distúrbios funcionais. O background genético do parasita exerce importante papel na imunopatogênese desta forma em humanos. Terapias farmacológicas que eliminem o parasito e/ou amenizem a resposta inflamatória e o dano tecidual têm sido propostas. Neste estudo, foram avaliadas as ações da Doxiciclina (Dox), em monoterapia ou em associação com o Benznidazol (Bz), durante a fase crônica da infecção experimental pelo T. cruzi. Cães sem raça definida foram infectados (ou não) com 2000 formas tripomastigotas sanguíneas da cepa Berenice-78 do T. cruzi e submetidos ao tratamento diário com doses subantimicrobianas de Doxiciclina durante 12 meses de infecção (50 mg/kg manhã e noite) em associação (ou não) com o Benznidazol por 60 dias (7 mg/kg manhã e noite a partir do 9° mês de infecção). Após a eutanásia, o esôfago e o cólon dos animais foram extraídos e conservados para análise histopatológica e quantificação de mastócitos, avaliação da carga parasitária tecidual por qPCR, e análise dos níveis teciduais da quimiocina CCL2 por ensaio imunoenzimático. Apesar da reduzida carga parasitária no cólon, a cepa Be-78 foi capaz de induzir uma resposta inflamatória discreta e difusa nos cães infectados, tratados com Bz e com a associação Dox + Bz. Porém, não se observou neoformação de colágeno, nem alterações morfológicas nos tecidos dos cães avaliados. Também não foi encontrada diferença na quantificação de mastócitos nas camadas submucosa, plexo mioentérico e muscular tanto do esôfago quanto do cólon. Além disso, foi observada elevação nos níveis de CCL2 no esôfago dos animais infectados. Conclui-se que a Dox, em sua dose subantimicrobiana, não apresentou efeitos colaterais ao trato gastrointestinal e não alterou o quadro inflamatório digestivo associado à infecção pela cepa Be-78 do T. cruzi em cães. Novas investigações são necessárias sobre o potencial imunomodulador deste fármaco, utilizando outras cepas de T. cruzi e outros modelos experimentais em associação ou não com Bz.
Resumo em outra língua: The Trypanosoma cruzi infection can induce a clinical digestive form characterized by inflammatory infiltration, destruction of the myenteric plexus, fibrosis and functional disturbances. The genetic background of the parasite plays an important role in the development of the digestive immunopathogenesis in humans. Therapies that eliminate the parasite and/or ameliorate the inflammatory response and tissue damage have been proposed. In this study, we evaluated treatment with Doxycycline (Dox), either alone or in combination with Benznidazole (Bz), during chronic phase of experimental T. cruzi infection. Mongrel dogs were infected (or not) with 2000 blood trypomastigotes forms of T. cruzi Berenice-78 strain and submitted to daily treatment with subantimicrobial doses of Doxycycline during 12 months of infection (50 mg/kg morning and evening) in combination (or not) with Benznidazole for 60 days (7 mg/kg morning and evening, starting after the 9th month of infection). After euthanasia, the esophagus and colon were withdrawn and preserved for histopathological analysis and quantification of mast cells, evaluation of parasite load through qPCR and analysis of tissue levels of chemokine CCL2 by enzyme-linked immunosorbent assay. Despite the low parasite load detected in the colon, the Be-78 strain was able to induce a discrete and diffuse inflammatory response in the infected animals and those treated with Bz and in combination with Dox. However, there was no collagen neoformation or morphological changes in the tissues of the evaluated dogs. No difference was also found in the quantification of mast cells in the submucosal, myenteric plexus and muscular layers of either organs. In addition, there were an increase in CCL2 levels in the esophagus of infected animals. In conclusion, we assume that Dox, at a subantimicrobial dose, presented a good tolerance and no side effects to the gastrointestinal tract of dogs infected by the Be-78 of the T. cruzi. Further investigations associated with the potencial immunomodulatory of this drug is necessary, using other strains and other experimental models in combination or not with Bz.
Descrição: Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas. Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas, Pró-Reitoria de Pesquisa de Pós Graduação, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/10574
Licença: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 29/11/2018 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.
Aparece nas coleções:PPCBIOL - Mestrado (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO_AvaliaçãoTratoGastrointestinal.pdf1,59 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciado sob uma Licença Creative Commons Creative Commons