Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/10568
Título: Museu da Inconfidência e as marcas da educação nos livros de visitantes (1945-1965).
Autor(es): Carmo, Betânia dos Anjos do
Orientador(es): Hamdan, Juliana Cesário
Palavras-chave: Museu da Inconfidência
Educação - história
Museus - frequência
Data do documento: 2018
Membros da banca: Hamdan, Juliana Cesário
Coelho, Priscilla Arigoni
Segantini, Verona Campos
Referência: CARMO, Betânia dos Anjos do. Museu da Inconfidência e as marcas da educação nos livros de visitantes (1945-1965). 2018. 172 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2018.
Resumo: O objetivo deste trabalho foi o de identificar e qualificar, no Museu da Inconfidência, localizado na cidade de Ouro Preto, Minas Gerais, a sua relação com o público vindo de instituições educacionais que o visitaram e assim compreender as estratégias e movimentos feitos por grupos de interesse público, particular e pessoal que procuravam reconstruir o discurso da história dos Inconfidentes, a partir das escolhas das memórias que deveriam ser preservadas como instrumentos ideológicos. Foram utilizadas como fontes cartas e ofícios encaminhados por professores e diretores de escolas, direcionados aos diretores do Museu e utilizou-se também os cadernos com as assinaturas dos visitantes, objeto privilegiado nesta pesquisa, com foco na visitação de sujeitos que puderam ser identificados como ligados a instituições educacionais. Para a referida pesquisa optou-se pelo período compreendido entre os anos de 1945 a 1965, uma vez que estes espaços institucionalizados muitas vezes serviram como referência para discursos republicanos e nacionalistas, amparados por vários tipos de suportes de divulgação. O tipo de análise da pesquisa iniciou-se a partir dos textos constitucionais elaborados nas primeiras décadas do século XX, a fim de compreender os desdobramentos das constituições promulgadas entre as décadas de 1930 e 1960, com a finalidade de localizar nos textos as referências entre as legislações voltadas à educação e à preservação do patrimônio histórico nacional e os sujeitos envolvidos nesses processos. Em seguida, foram verificados os visitantes auto declarados estudantes, instituições de ensino e professores, para uma análise do público alvo. Como referencial teórico a pesquisa fundamentou-se nos estudos voltados às análises quantitativas em educação para o tratamento das fontes estudadas. Assim concluindo, verificou-se quais foram as instituições escolares que buscaram esse espaço de memória, de parte dessa história do país e qual foi a relação entre as escolas e o museu, no período delimitado.
Resumo em outra língua: The objective of this work was to identify and qualify, in the Museu da Inconfidência, located in the city of Ouro Preto, Minas Gerais, its relation with the public coming from educational institutions that visited it and then understand the strategies and movements made by groups of public, private and personal interest that sought to reconstruct the discourse of the history of the Inconfidentes, from the choices of memories that should be preserved as ideological instruments. Letters and official letters sent by teachers and school directors to the directors of the Museum, and the books with signatures of the visitors were used as sources, a privileged object in this research, focusing on the visitation of subjects that could be identified as linked to educational institutions. For this research, the period from 1945 to 1965 was chosen, since these institutionalized spaces often served as a reference for republican and nationalist discourses, supported by various types of dissemination media. The type of analysis of this research began with the constitutional texts elaborated in the first decades of the twentieth century, in order to understand the unfolding of the constitutions promulgated between the 1930s and 1960s, locating in the texts the references between the legislation aimed at education and the preservation of national historical heritage and the subjects involved in these processes. Next, self-declared student visitors, teaching institutions and teachers were checked for a quantitative analysis of the target audience. As theoretical reference the research was based on studies focused on quantitative analyzes in education for the treatment of the sources studied. Concluding, we verified which were the school institutions that looked for this space of memory, part of this history of the country and what was the relation between the schools and the museum, within the defined period. When analyzing the characteristics of the target public, it was possible to observe the presence of both foreign and Brazilian visitors, most of them came from the Southeast region, divided among secondary school students, university students and students from public and private schools and junior high school groups, and religious and military education institutions.
Descrição: Programa de Pós-Graduação em Educação. Departamento de Educação, Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/10568
Licença: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 27/11/2018 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.
Aparece nas coleções:PPGEDU - Mestrado (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO_MuseuInconfidênciaMarcas.pdf4,26 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciado sob uma Licença Creative Commons Creative Commons